O que é Garantia Cruzada?

Garantia Cruzada é um termo utilizado para nomear a operação de colocar em garantia algo que ainda está sendo pago, ou um ativo que ainda possui obrigações.

Por exemplo: uma pessoa resolve comprar uma residência, mas para isso, a pessoa dá como garantia do financiamento o seu veículo.

Porém, o veículo ainda possui um financiamento para ser quitado. Desse modo, tanto a casa financiada quanto o veículo ainda possuem obrigações a serem cumpridas.

Mas ainda sim, a casa tem uma Garantia Cruzada, que é o veículo.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Garantia Cruzada na Prática

Vamos supor que uma pessoa está pensando em construir um imóvel, mas não possui recursos suficientes.

Para conseguir mais dinheiro, é preciso adquirir um empréstimo e uma forma de conseguir um, com um bom desconto no juro é através de uma Garantia.

Nesse caso, a pessoa vai fazer uma Garantia Cruzada. Para levantar os recursos necessários a pessoa dá como Garantia Cruzada o terreno onde será construído o imóvel

Sendo que esse terreno é financiado. Portanto, ainda faltam parcelas para serem quitadas, mas ainda sim, o imóvel será dado como Garantia Cruzada.

É claro que a instituição financeira que estará liberando os recursos vai ficar atenta às questões do imóvel que estão sendo dados como garantia

Se ainda faltam muitas parcelas para serem quitadas, é bem provável que o imóvel não fosse aceito, mas como há poucas parcelas em aberto, então a instituição não viu problemas em aceitar a propriedade como Garantia Cruzada.

Cuidados com a Garantia Cruzada

Os cuidados com a Garantia Cruzada devem existir tanto para aquele que se beneficia dela quanto para a instituição financeira que aceita a condição.

Ambas as pessoas podem acabar se comprometendo e se prejudicando com tal situação.

Primeiro é preciso analisar que a pessoa que está adquirindo um novo empréstimo ou financiamento e já possui um ativo com tais obrigações, está se comprometendo com uma condição que talvez não consiga honrar.

Ou seja, se a pessoa ficar inadimplente, tanto o ativo que está sendo financiado é perdido quanto aquele que foi dado como garantia também pode ser e isso pode gerar perdas substanciais.

Com relação à instituição financeira que vai liberar o crédito por meio de uma Garantia Cruzada precisa ficar atento às condições da pessoa conseguir cumprir com suas obrigações de forma simultâneas e quanto tempo falta para as obrigações da garantia serem finalizadas.

Em uma situação onde existe uma dívida grande e extensa para ser cumprida, a Garantia Cruzada pode ser uma operação arriscada para a instituição financeira.

Benefícios da Garantia Cruzada

Um dos grandes benefícios da Garantia Cruzada é a possibilidade de conseguir agilizar a busca por recursos sem necessariamente estar com o ativo quitado.

No exemplo mencionado com relação ao empréstimo com Garantia Cruzada de um terreno financiado, a garantia é necessária para conseguir baratear os juros e assim conseguir construir o imóvel.

Quando o empréstimo ou financiamento está próximo de terminar, a Garantia Cruzada pode ser uma alternativa muito interessante.

É verdade que a Garantia Cruzada provavelmente não será liberada quando o financiamento estiver ainda muito longe de ser quitado.

Em situações onde ainda existe um saldo elevado para ser pago, é provável que a instituição financeira não libere os recursos.

Mas de qualquer forma, a Garantia Cruzada é mais uma opção de garantia que pode ser utilizada e vai ajudar na obtenção de condições, tanto em questão de valores quanto de juros.