O que é fundo de índice?

Fundo de índice é um tipo de fundo de investimentos que é negociado em bolsa de valores que tem como principal objetivo atrelar o seu valor a um determinado índice.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Os fundos de índices são muito utilizados por investidores que querem ter um desempenho igual a um determinado índice, como o Ibovespa, o S&P500, preços de commodities ou títulos de renda fixa.

Um fundo de índice pode ser estruturado para rastrear qualquer coisa, desde o preço de uma mercadoria individual até uma coleção grande e diversificada de títulos. 

Os fundos de índices podem também ser estruturados para rastrear estratégias de investimento específicas, como, por exemplo, um fundo de ações de dividendos ou de small caps.

Os fundos de índice também são chamados de ETF (Exchange Traded Fund).

Vejamos como se dá o funcionamento dos fundos de índice.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona um fundo de índice?

Os ETFs podem ser negociados em uma bolsa de valores da mesma forma que uma ação normal. 

Os ETFs podem conter muitos tipos de investimentos, incluindo ações, commodities, títulos ou uma mistura de tipos de investimento.

Um ETF é chamado de fundo negociado em bolsa, pois é negociado em mercado secundário, assim como as ações. 

O preço das cotas de um ETF mudará ao longo do dia de negociação à medida que forem compradas e vendidas no mercado. 

Por estar atrelado a algum índice de referência, o ETF é composto de uma forma que consiga “imitar” o indicador. 

Um fundo referenciado no Ibovespa, por exemplo, deve ser composto pelas mesmas ações do índice e nas mesmas proporções.

Sendo assim, o objetivo principal de um fundo de índice é replicar os resultados de determinado índice. Ou seja, se o índice sobe, o ETF também deve subir na mesma proporção.

Outra característica de um fundo de índice é que ele apresenta uma gestão passiva, pois sua composição é baseada apenas na estratégia de imitar a composição de um índice.

Dessa forma, um ETF atrelado ao Ibovespa, por exemplo, só pode adicionar ou remover ativos que forem, respectivamente, incluídos ou retirados pela B3 (bolsa de valores do Brasil), que é quem formula o índice.

Portanto, um fundo de índice é diferente de um fundo de investimentos normal pois não apresenta gestão ativa, como acontece com um fundo de ações ou de renda fixa.

No Brasil, há uma infinidade de ETFs disponíveis para o investidor. Aqui a B3 fornece uma lista de todos os ETFs que existem para negociação na bolsa de valores.

Caso o investidor queira adquirir um ETF que simule o Ibovespa deverá comprar o BOVA11. Já se quiser se expor ao S&P500 a opção é o IVVB11.

Quais os custos de se investir em fundo de índice?

O investimento em fundos de índices é uma opção bastante acessível para qualquer investidor, seja iniciante ou experiente.

Isso porque os preços dos fundos de índices costumam ser mais baratos do que os aportes mínimos nos demais fundos de investimentos.

Em média, os ETFs podem ser comprados com valores unitários na casa dos R$100,00.

A compra de um fundo de índice abrange todos os custos presentes na negociação de ações, como taxas de corretagem e emolumentos.

Além disso, também existem outras despesas para investir em ETFs, como a taxa de administração e cobrança de Imposto de Renda (IR) sobre os ganhos auferidos.

Sobre a taxa de administração, é cobrado uma taxa anual que varia de acordo com a corretora e o índice de referência. 

Como a gestão de um fundo de índice é passiva, a taxa de administração costuma ser menor do que de fundos tradicionais;

Já sobre a tributação de IR, há uma alíquota de 15% que incide sobre os lucros do investimento, cuja aplicação é independentemente do prazo de duração do investimento.

Como investir em fundo de índice?

O investimento em fundo de índice é semelhante ao processo de negociação de ações em bolsa.

O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora de valores e enviar o dinheiro desejado para aplicação.

Feito isso, basta acessar o home broker da corretora e inserir o código do ETF (ticker), como “BOVA11” (ETF atrelado ao Ibovespa), por exemplo.

Em seguida, indique a quantidade e o preço de oferta e esperar a negociação ser executada no mercado.

Caso tenha se interessado em aprender mais sobre os ETFs, temos um artigo completo sobre o assunto bem aqui.