O que é Free Float?

Free Float é um conceito muito utilizado no mercado de ações e serve para se referir ao conjunto de ações de uma empresa que estão livres para negociação.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Ou seja, o Free Float mostra a quantidade de ações que não estão de posse de um acionista majoritário ou controlador da companhia.

Neste caso, o Free Float mostra a quantidade de ações, em porcentagem do total, que estão disponíveis ao público para negociação no mercado secundário.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como calcular o Free Float?

Para calcular o free float de uma ação é necessário, primeiramente, encontrar o valor de participação dos proprietários relevantes, aqueles com maiores participações nos papéis da empresa.

A partir disso, devemos deduzir essa participação da quantidade total de ações e, em seguida, dividir pela quantidade total de ações da empresa.

A conta do Free Float é simples, podendo ser formalizada da seguinte forma:

Free Float = (total de ações - ações em posse de acionistas majoritários) / total de ações

Vamos entender esse cálculo na prática com um exemplo simples.

Suponhamos uma empresa que tenha 1 milhão de ações, e que, destas, 200 mil estejam nas mãos de um grupo de acionistas controladores.

Vamos imaginar também que haja dois outros acionistas, que não façam parte do grupo de controladores, mas que tenham uma posição relevante, com 50 mil ações cada um.

Dessa forma, teremos o seguinte cálculo do free float:

Free Float = (1 milhão - (200 mil + 50 mil + 50 mil)) / 1 milhão

Free Float = 0,7

Neste caso, o resultado é um free float de 70%, ou seja, há 70% de ações livres, em posse de investidores com pouco poder e disponíveis para serem negociadas no mercado secundário.

Como interpretar o Free Float?

É comum dizerem que quanto maior o índice de free float maior é a quantidade de ações disponíveis no mercado e, por sua vez, maior a sua liquidez de uma ação.

Ou seja, ações com elevado free float tendem a apresentar maior facilidade de negociação.

Empresas com free float elevado também tendem a apresentar uma governança corporativa melhor, visto que o controle da empresa tende a ser pulverizado, em vez de concentrado nas mãos de poucos.

Uma ação que tem um free float muito elevado significa que há muitas ações livres no mercado que podem ser negociadas pelos investidores, o que é sinônimo de maior liquidez.

Além disso, ações de empresas com free floats elevados são conhecidas por serem menos voláteis, enquanto que as de menor free float tendem a ser mais voláteis.

Normalmente, os investidores institucionais optam por investir em ações com um free float maior, uma vez que podem negociar um número substancial de ações sem causar um grande impacto no preço.

Free Float das principais ações da B3

Por regra, a B3 (bolsa de valores brasileira) exige que as empresas tenham um mínimo de 25% de free float para garantir o bom funcionamento do mercado para todas as ações. 

A regra referente ao Free Float tem como objetivos: 

  1. permitir que acionistas minoritários das companhias listadas no Novo Mercado possam exercer prerrogativas ou direitos previstos na legislação societária e na regulamentação em vigor;
  2. proporcionar condições mínimas de liquidez para as ações das companhias listadas no Novo Mercado.

Vejamos como está atualmente (até a data dessa postagem) o free float de algumas das principais ações da bolsa brasileira: