A Movida (MOVI3) informou na segunda-feira (11), que a agência de classificação de risco Fitch Ratings elevou os ratings da Movida de 'AA-' para 'AAA' na escala nacional e de 'BB-' para 'BB' na escala global.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

As classificações dos ratings das emissões de dívidas da Companhia seguiram as mesmas elevações.

Com a classificação de 'BB', a Movida entra para o seleto grupo de empresas com rating acima do soberano do Brasil, que é classificado atualmente pela Fitch Ratings em 'BB-'.

A Fitch Ratings avaliou a Movida em conjunto com a SIMPAR e suas controladas (que também tiveram seus ratings elevados) de forma consolidada, considerando os benefícios estratégicos, operacionais e legais da holding para apoiar suas investidas.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Movida no Primeiro Trimestre de 2022

O resultado da Movida (MOVI3) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 30 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 258,1 milhões, alta de 135,7% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Movida atingiu R$ 863,1 milhões no 1T22, apresentando crescimento de 183,4% na comparação com o 1T21.

A margem Ebitda da Movida totalizou 43,9% no 1T22, apresentando crescimento de 6,1 pontos percentuais na comparação com o 1T21. 

A margem líquida da Movida atingiu 13,1% no 1T22, apresentando baixa de -0,5 ponto percentual na comparação com o 1T21.

As ações da Movida (MOVI3) acumulam queda de 8,84% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda 37,97% nos últimos 12 meses.