O Que é Financiamento de Opções e Como Funciona

Financiamento de Opções

O que é Financiamento de Opções. Veja o significado, como funciona e vantagens de um Financiamento de Opções.

O que é Financiamento de Opções?

O financiamento de opções é uma estratégia financeira de compra e venda de ações. Nele os mercados à vista e o de opções são combinados para fornecer melhores rendimentos.

Ele destina-se aos investidores que buscam uma rentabilidade maior que a proporcionada pela renda fixa. Mas, sem precisar se expor aos riscos da renda variável, através da junção dos:

  • Mercado de opções: onde um investidor compra um contrato de opções (titular), adquirindo o direito de exercê-lo na data de vencimento, do investidor (vendedor) que lançou a opção e é obrigado a exercê-la caso seu comprador deseje;
  • Mercado à vista: aquele no qual ocorrem negociações e liquidação de ativos imediatamente, ou seja, você paga e recebe-os no mesmo instante funcionando diferentemente do anterior.

É importante destacar que existem dois tipos de opções, as de compra chamadas call. Nas quais é oferecido ao seu titular o direito de compra do ativo-objeto. 

Assim como as opções de venda chamadas put, que funcionam de maneira contrária. Ou seja, nelas é oferecido ao titular o direito de vender o ativo-objeto.

O financiamento de opções, também chamado de lançamento coberto de opções, é usado por investidores que visam obter lucros nesses dois mercados. 

Para isso, ele faz a compra de um lote de ações no mercado à vista com intenção de, depois, vendê-las no mercado de opções. 

Entretanto, ele aplicará um valor de venda superior ao valor que teve de compra. Nesse tipo de operação, os investidores que realizam uma compra costumam ter um dos seguintes objetivos:

  • Arrendar os retornos e diminuir e preço médio das ações que possui na carteira, se não optar por exercer a aplicação;
  • Prever desde o momento da compra os retornos da aplicação, se optar por exercê-la.
Banner will be placed here

Como Funciona o Financiamento de Opções?

Para entendermos na prática como o financiamento de opções funciona, vamos utilizar o seguinte exemplo:

  • Imagine que você comprou 6 canetas por R$ 2 cada uma antes da volta às aulas da faculdade;
  • Uma amiga sua que trabalha e estuda não tem tempo de ir às compras e quer comprar 2 das suas canetas;
  • Você oferece então vendê-las por R$ 4 cada uma no dia anterior ao retorno das aulas.

Neste cenário, você aplica um valor de venda maior aos materiais do que aquele gasto em suas compras. Isso porque você está fornecendo uma garantia de compra por um valor fixo.

Agora imagine que essa mesma amiga um dia antes da volta às aulas acaba conseguindo um tempo livre para ir às compras. Dois cenários podem acontecer, sendo eles:

  1. Sua amiga encontra as canetas mas cada uma está custando R$ 5,50;
  2. Sua amiga encontra as canetas pelo mesmo valor de R$ 2,00 cada.

No primeiro caso, como ela possui a oportunidade de comprar as canetas mais baratas com você, ela resolve exercer o direito de compra que foi acordado junto a ela. 

Já no segundo cenário, existe a oportunidade de compra por um valor menor do que você está oferecendo. Então, sua amiga decide não exercer a garantia de compra que lhe foi oferecida.

É exatamente dessa forma que o financiamento de opções funciona. Um investidor (você) compra ações (canetas) com intenção de vendê-las mais caro a outro investidor (amiga).

Quais as Vantagens de um Financiamento de Opções?

Uma das vantagens do lançamento coberto de opções é que, em ambos os cenários, o vendedor se beneficia. Pois, existe a garantia já paga pelo titular do contrato de opções.

Caso o titular da aplicação opte por não exercer seu direito de compra no mercado tradicional pagando o valor restante. Ainda assim o vendedor ficará com o valor da garantia. 

O que já reduz o preço médio das ações presentes em sua carteira de investimentos. Mas, caso o titular exerça seu direito, o vendedor lucrará com o valor completo da operação.

Esse lucro consiste na diferença entre o valor de compra e o valor de venda. Por outro lado, dos investidores titulares, o financiamento de opções oferece a vantagem de riscos reduzidos.

Isso porque ele pode lucrar acima da média de ganhos na renda fixa, sem correr os mesmos riscos que teria aplicando diretamente na renda variável

Por outro lado, a desvantagem que essa modalidade de aplicação oferece são os retornos limitados. Uma vez que o vendedor tem a obrigação de exercer o preço de venda acordado inicialmente.

Mesmo que este esteja abaixo do atual preço de mercado, o vendedor não poderá aumentar o valor de venda na data de execução do título.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE

Como Identificar Oportunidades na Bolsa em 60s?

Baixe agora o PDF com os 5 critérios indispensáveis para descobrir as melhores ações para investir.