4 Fases para Alcançar a Independência Financeira
|

4 Fases Para Alcançar a Independência Financeira

Conheça os estágios da independência financeira e veja em qual deles você está.

Por
Atualizado em 19/06/2020
Avalie esse texto

O caminho para alcançar a Independência Financeira passa por diferentes fases. Conhecê-las permite se planejar melhor e fazer com que seus objetivos fiquem cada vez mais alcançáveis.

Parar de trabalhar e viver de renda passiva é apenas o último estágio de quem é financeiramente independente.

Para chegar lá existe todo um caminho a ser trilhado que nos leva da dependência até a emancipação financeira.

Para quem está começando, viver de renda parece algo distante, mas assim como tudo, é preciso dar o primeiro passo e levar em consideração todo o caminho até lá.

Comumente dividimos a independência financeira em 4 fases

Confira em detalhes cada uma e veja o que fazer para chegar à próxima.

Fase 0: Dependência financeira

Esta é a situação mais desfavorável caracterizada pela falta de autonomia e impossibilidade de se sustentar sem a ajuda de outros, seja o governo ou familiares e amigos.

Essa fase pode ocorrer em qualquer parte do ciclo da vida.

Quando crianças dependemos completamente dos pais.

Na fase adulta, se não tivermos uma reserva de emergência, podemos passar por períodos de dificuldades e acabar precisando de ajuda financeira.

Na velhice, apenas 1% dos aposentados brasileiros são financeiramente independentes.

O restante se vê dependente de parentes, caridade ou precisam continuar trabalhando para se manter.

Quem se encontra nessa fase deve procurar uma fonte de renda e evitar dívidas ruins.

Se for abrir seu próprio negócio, pode até recorrer a dívidas, mas esteja ciente que deverá quitá-las na próxima etapa.

Banner will be placed here

Fase 1: Independência de Dívidas

O primeiro estágio da independência financeira é ter autonomia financeira, isto é, ganhar dinheiro, fruto do seu próprio trabalho, para se sustentar, sem depender da ajuda de outros.

Embora exista uma renda a seu favor, você se encontra no zero a zero, pois também existe algum tipo de dívida ruim que faz com que não consiga poupar.

Para evoluir nessa etapa é preciso um bom planejamento financeiro.

A primeira coisa para alcançar a independência financeira é sair das dívidas. Elas são um empecilho para atingir seu objetivo. 

Então, eliminá-las e declarar sua independência de dívidas é fundamental para ter mais dinheiro disponível para ser poupado.

Se o pagamento dessas dívidas compromete inteiramente seu salário, encontre uma maneira de aumentar sua renda.

Para passar para a próxima fase:

  1. Reduza suas despesas;
  2. Aumente sua renda;
  3. Pague suas dívidas;
  4. Crie uma reserva de emergência.

Fase 2: Independência de Curto Prazo

Nessa fase da independência financeira você já tem certa estabilidade financeira.

Isso quer dizer que possui um orçamento equilibrado, capaz de pagar as contas e de juntar um pouco de dinheiro todo mês.

Aqui você não vai precisar vender o almoço para pagar a janta!

Tem a seu dispor uma reserva financeira suficiente para viver sem salário por determinado período, que pode variar de dois meses até um ano.

Esse valor deve ser suficiente para manter o padrão de vida atual caso algo inesperado aconteça.

Assim, caso passe por períodos de dificuldade não coloca em risco sua autonomia financeira.

Com a reserva de emergência criada e capaz de sustentar suas despesas por um período, é desejável buscar uma rentabilidade maior para os próximos investimentos.

Porém, estes devem estar em conformidade com os seus objetivos e perfil de investidor.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

Fase 3 – Independência de Emprego

Nessa fase você já saiu das dívidas, criou sua reserva de emergência e investe em ativos mais rentáveis e que geram rendas passivas como:

O retorno maior dos investimentos lhe permite mais liberdade e estabilidade.

Isso significa que, por mais que ainda dependa do seu salário, mesmo que ele falte, poderá viver assim por algum tempo, sem muitas dificuldades.

Esse nível é fundamental para as famílias. Por exemplo, em caso de mudança de carreira de um dos provedores, ou nascimento dos filhos.

Embora esteja próximo à reta final para a Independência Financeira, ainda precisa melhorar o cenário.

Continue investindo e reinvestindo os lucros para gerar mais renda passiva.

Quando o retorno dos investimentos for capaz de custear suas despesas básicas, você terá alcançou um elevado grau de segurança e estará a um passo da independência financeira.

Fase 4: Independência Total

Essa é a última fase: a tão sonhada independência financeira total. Aqui, os retornos dos investimentos superam os gastos mensais, sendo possível viver desses rendimentos.

Isso significa que você não está mais preso à salários e está financeiramente livre.

Seu dinheiro trabalha para você e é possível se concentrar integralmente à família, viagens, trabalhos voluntários.

Mas mesmo com a liberdade financeira atingida, é necessário continuar a reinvestir os juros para garantir um fluxo de caixa de acordo com o padrão atual.

Aliás, se fizer isso, o dinheiro só tende a aumentar.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

Conclusão 

O caminho para viver de renda é composto de diferentes etapas. As fases para alcançar a independência financeira devem ser identificadas, planejadas e conquistadas uma a uma.

No final, poderá ser verdadeiramente livre financeiramente.

Viver inteiramente de renda pode não passar de um sonho para muitas pessoas, visto que nem todo mundo está disposto a passar por estas fases da independência financeira.

Ou muitas vezes não tem o conhecimento do que é preciso para chegar lá.

Porém, esse é o seu objetivo, estou aqui para te ajudar a torná-lo realidade.

O momento de trilhar o caminho para sua independência financeira é agora, baixe gratuitamente o meu livro digital: Como Começar a Investir do Zero.

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais