O que é Farm-Out?

Farm-out é a atribuição de parte ou da totalidade de uma participação de petróleo, gás natural ou mineral a um terceiro para desenvolvimento.

O interesse pode ser em qualquer forma acordada, como blocos de exploração ou área de perfuração.

O terceiro, chamado de "farmee", paga ao "farmor" uma quantia em dinheiro adiantado pelos juros e também se compromete a gastar dinheiro para realizar uma atividade específica relacionada aos juros, como a operação de blocos de exploração de petróleo, despesas de custeio, testes ou perfuração.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

A receita gerada pelas atividades do fazendeiro irá em parte para o fazendeiro como pagamento de royalties e em parte para o fazendeiro em porcentagens determinadas pelo acordo.

O conceito de farm-out contempla o processo de venda parcial ou total dos direitos de concessão detidos por uma companhia.

Ou seja, este trâmite tem como base o início dos procedimentos de pesquisa e verificação de comercialidade de uma área. Logo, a expressão faz referência a venda de uma determinada área de exploração de petróleo.

Como acontece o Farm-Out?

Uma empresa pode decidir entrar em um acordo de farm-out com um terceiro se quiser manter seu interesse em um bloco de exploração ou área de perfuração, mas quiser reduzir seu risco ou não tiver dinheiro para realizar as operações desejáveis ​​para esse interesse.

Os acordos de farm-out oferecem aos fazendeiros uma oportunidade potencial de lucro que, de outra forma, eles não teriam acesso. A aprovação do governo pode ser necessária antes que um acordo de farm-out possa ser finalizado.

Os acordos de farm-out funcionam porque o agricultor geralmente recebe um pagamento de royalties uma vez que o campo é desenvolvido e produzindo petróleo ou gás, com a opção de converter o royalty de volta em um interesse de trabalho especificado no bloco após pagar pelas despesas de perfuração e produção que foram incorridas pelo farmee.

Esse tipo de opção é comumente conhecido como acordo de retorno após pagamento.

Os acordos de farm-out são muito populares com produtores menores de petróleo e gás que possuem ou têm direitos sobre campos de petróleo que são caros ou difíceis de desenvolver.

Uma empresa que faz uso frequente desse tipo de arranjo é a Kosmos Energy. Kosmos tem direitos de extensão na costa de Gana, mas o custo e o risco para desenvolver esses recursos são altos porque eles estão submersos.

Para ajudar a reduzir esses riscos, a Kosmos "transfere" sua área plantada para terceiros. Isso permite que esses blocos offshore sejam desenvolvidos e gerem fluxo de caixa para todas as partes envolvidas.

Um agricultor como Hess assume a obrigação de desenvolver o campo e, em troca, tem o direito de vender o óleo que ali for produzido.

Kosmos, como fazendeiro, ganha um pagamento de royalties de Hess pelo fornecimento da área plantada e dos recursos naturais.

Os acordos de farm-out são ferramentas eficazes de gerenciamento de risco para empresas petrolíferas menores.

Sem eles, alguns campos de petróleo simplesmente permanecem subdesenvolvidos devido aos altos riscos enfrentados por um único operador.

Quais as vantagens do Farm-Out?

O farm-out é vantajoso para a viabilização de exploração por empresas pequenas, que não possuem o capital necessário para a iniciação deste tipo de empreitada sozinha.

Assim, produtores de exploração de gás, petróleo e minérios com menor capitalização, têm a possibilidade de arcar com os custos para realização das atividades de exploração de recursos naturais, utilizando destes contratos de parceria com empresas exploradoras detentoras dos ativos.

Afinal de contas, a atividade exploratória de recursos naturais geralmente tem um custo alto e necessita de um investimento inicial grande.