O que são Falhas de Mercado?

A falha de mercado é a situação econômica definida por uma distribuição ineficiente de bens e serviços no mercado livre.

Na falha de mercado, os incentivos individuais para o comportamento racional não levam a resultados racionais para o grupo.

Em outras palavras, cada indivíduo toma a decisão correta por si mesmo, mas essas são as decisões erradas para o grupo.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Na microeconomia tradicional, isso às vezes pode ser mostrado como um desequilíbrio de estado estacionário no qual a quantidade fornecida não é igual à quantidade demandada. 

Como ocorre as Falhas de Mercado?

A falha de mercado ocorre quando indivíduos agindo em interesse próprio racional produzem um resultado inferior ao ideal ou economicamente ineficiente.

Ela pode ocorrer em mercados explícitos onde bens e serviços são comprados e vendidos diretamente, que consideramos como mercados típicos.

Além disso, também pode ocorrer em mercados implícitos à medida que favores e tratamento especial são trocados, como eleições ou processo legislativo.

Elas podem ser resolvidas usando soluções de mercado privado, soluções impostas pelo governo ou ações coletivas voluntárias.

Uma falha de mercado ocorre sempre que os indivíduos de um grupo ficam em situação pior do que se não tivessem agido em um interesse próprio perfeitamente racional.

Esse grupo incorre em muitos custos ou recebe poucos benefícios. Os resultados econômicos em caso de falha de mercado divergem do que os economistas geralmente consideram ótimo e geralmente não são economicamente eficientes.

Mesmo que o conceito pareça simples, pode ser enganoso e fácil de ser identificado incorretamente.

Ao contrário do que o nome indica, a falha de mercado não descreve imperfeições inerentes à economia de mercado, pode haver falhas de mercado na atividade governamental também. 

Exemplos de Falhas de Mercado

Um exemplo digno de nota é a busca de renda por grupos de interesses especiais.

Os grupos de interesses especiais podem obter um grande benefício fazendo lobby por pequenos custos para todos os outros, como por meio de uma tarifa.

Quando cada pequeno grupo impõe seus custos, todo o grupo está em pior situação do que se não houvesse lobby.

Além disso, nem todo resultado ruim da atividade do mercado conta como falha do mercado. Nem uma falha de mercado implica que os atores do mercado privado não possam resolver o problema.

Por outro lado, nem todas as falhas de mercado têm uma solução potencial, mesmo com regulamentação prudente ou conscientização pública extra.

As falhas de mercado comumente citadas incluem externalidades, monopólio, assimetrias de informação e imobilidade de fatores. Uma falha de mercado fácil de ilustrar é o problema dos bens públicos.

Bens públicos são bens ou serviços que, se produzidos, o produtor não pode limitar seu consumo a clientes pagantes e para os quais o consumo de um indivíduo não limita o consumo de outros.

Os bens públicos criam falhas de mercado se alguns consumidores decidem não pagar, mas usam os bens de qualquer maneira.

A defesa nacional é um desses bens públicos porque cada cidadão recebe benefícios semelhantes, independentemente de quanto pagam. É muito difícil produzir privadamente a quantidade ideal de defesa nacional.

Uma vez que os governos não podem usar um sistema de preços competitivo para determinar o nível correto de defesa nacional, eles também enfrentam grande dificuldade em produzir a quantidade ideal. Este pode ser um exemplo de falha de mercado sem solução pura.