O que é Falácia da Composição e como funciona

Falácia da Composição

O que é Falácia da Composição. Significado, conceito, para que serve e como funciona.

O que é a Falácia da Composição?

A falácia de argumentar a partir de premissas nas quais um termo é usado distributivamente para uma conclusão na qual é usado coletivamente ou de assumir que o que é verdadeiro para cada membro de uma classe ou parte de um todo será verdadeiro para todos juntos.

É semelhante à falácia da divisão, mas funciona ao contrário. O argumento apresentado é que, como cada parte tem alguma característica, o todo deve necessariamente ter essa característica.

Isso é uma falácia porque nem tudo o que é verdadeiro sobre cada parte de um objeto é necessariamente verdadeiro para o todo, muito menos sobre toda a classe da qual o objeto faz parte.

Banner will be placed here

Uma característica pode ser transferida das partes para o todo quando a existência dessa característica nas partes é o que fará com que seja verdadeira para o todo.

Deve-se ter em mente que nem sempre a falácia da composição, bem como qualquer outra falácia, aparece de maneira tão facilmente identificável.

Como funciona a Falácia da Composição?

Ela acontece quando, em uma argumentação, um dos envolvidos em uma discussão toma o todo pela parte, ou seja, assume que se algumas partes de um todo detém uma certa característica, o todo possui necessariamente a mesma característica.

A falácia da composição consiste em tratar uma característica distribuída como se fosse coletiva. 

Isto ocorre quando se comete o erro de atribuir a um grupo (ou a um todo) alguma característica que é verdadeiro apenas para seus membros individuais (ou suas partes) e, em seguida, faz inferências com base nesse erro.

Em outras palavras, um termo que é usado distributivamente nas premissas é interpretado coletivamente na conclusão, quando se muda de uma consideração das partes de um todo para uma declaração sobre o próprio todo.

A falácia da composição caminha de mãos dadas com seu inverso, a falácia da divisão, que consiste em seu exato oposto, quer dizer, afirma que se um todo possui uma certa característica, logo, todas as suas partes possuem a mesma característica.

Pode-se utilizar como exemplo dessa falácia o inverso de uma crença de que, se baseia em uma máquina pesada, logo, todas as peças que compõem essa máquina também são pesadas.

Esta é uma crença falaciosa porque, claramente, uma máquina pesada pode ser composta por um grande número de peças leves que, por sua quantidade, tornam tal máquina pesada.

Exemplos de Falácia da Composição

Esta é a forma geral que a falácia da composição assume:

  • Todas as partes (ou membros) de X têm a propriedade P. Assim, o próprio X tem a propriedade P. 

Aqui estão alguns exemplos óbvios da falácia da composição:

  • Como os átomos de um centavo não são visíveis a olho nu, o próprio centavo também não deve ser visível a olho nu;
  • Como todos os componentes deste carro são leves e fáceis de transportar, o carro em si também deve ser leve e fácil de transportar. 

Aqui estão alguns exemplos que são um pouco menos óbvios do que os dois primeiros acima, mas que são igualmente falaciosos:

  • Como cada membro deste time de beisebol é o melhor na liga para sua posição, o time em si também deve ser o melhor na liga;
  • Como os carros geram menos poluição do que os ônibus, eles devem ser um problema menor de poluição do que os ônibus;
  • Com um sistema econômico capitalista laissez-faire, cada membro da sociedade deve agir de forma a maximizar seus próprios interesses econômicos. Assim, a sociedade como um todo alcançará o máximo de vantagens econômicas.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE