Eve, controlada da Embraer (EMBR3), assinou uma carta de intenções com a Moviation, a primeira provedora de serviços de mobilidade aérea urbana da Coreia do Sul, para aquisição da solução Urban ATM da Eve. 

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

A solução de software será um facilitador chave para a implementação e escalabilidade da Mobilidade Aérea Urbana (UAM) e fornecerá serviços críticos de gestão de tráfego que desempenharão um papel essencial para permitir a expansão do mercado global de UAM”, afirmou a companhia.

O acordo surge no momento em que o conceito Urban ATM (Gerenciamento de Tráfego Aéreo) da Eve foi adotado como parte de um programa de demonstração em fases no qual soluções de segurança de veículos e gerenciamento de tráfego de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) são testadas em condições e ambientes urbanos quanto à adequação para apoiar a comercialização de UAM em 2025.

David Rottblatt, vice-presidente da vendas e assuntos governamentais na Eve Air Mobility., disse, em nota, que a Coreia do Sul é um dos primeiros países a começar a estabelecer as bases para a Mobilidade Aérea Urbana.

A solução Urban ATM da Eve, baseada no software de controle de tráfego aéreo existente para aeronaves pilotadas que transportam passageiros, fornece serviços para provedores de serviços de navegação aérea, autoridades urbanas, operadores de frota, operadores de vertiport e outras partes interessadas da UAM.”

Desde antes da decolagem até depois do pouso, o ambiente aéreo urbano contará com sistemas, serviços e tecnologias integrados desenvolvidos pela Eve para permitir o lançamento seguro para apoiar as operações do eVTOL. 

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

No entanto, a Embraer ressalta que no futuro, o avanço da infra-estrutura e da regulamentação dependerá destes serviços de gestão de rede para permitir o voo autónomo.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Fonte: Investnews.