O que é ETF (Exchange Traded Funds) e Como Funciona
SIMULE AGORA

ETF

O que é ETF. Veja o significado de Exchange Traded Funds, como funciona, vantagens e tipos existentes de ETF.

O que é ETF?

ETF é uma sigla em inglês que significa Exchange Traded Funds ou, em português, Fundos Negociados em Bolsa de Valores. No Brasil, esse investimento é mais conhecido como Fundos de Índice.

Pois, esse tipo de título rastreia e reflete a performance financeira de outros ativos. Comprado e vendido na Bolsa de Valores, igual às ações, o fundo pode ser formado por:

Os fundos de índice, ou ETF, podem rastrear basicamente qualquer tipo de ativo econômico. Por exemplo, o preço individual de um produto ou uma estratégia de investimentos específica.

Isso muda de acordo com a maneira que ele é estruturado.  O que faz com que ele seja considerado uma cesta ou pacote de ativos pré-determinados. 

Assim, ele funciona de forma semelhante aos Fundos de Investimento. Ou seja, com um desempenho que está atrelado a outros investimentos e sendo administrado também por um gestor.

Mas, o grande diferencial deste conjunto de ativos está em sua listagem e negociação feita diretamente na Bolsa. O que o torna bastante acessível, além de atrativo pela sua composição.

Banner will be placed here

Como Funciona um ETF (Exchange Traded Funds)?

Um ETF é dividido em cotas igualitárias a serem negociadas diretamente na Bolsa de Valores. De modo que, acaba sendo composto por vários investidores que desejam aplicar em ativos diversos.

As cotas não possuem um preço pré-determinado mas sim, variam de acordo com a composição do fundo. Isso porque depende dos títulos e seu desempenho, presentes na cesta de ativos. 

Da mesma forma que sua cotação sobe e desce diariamente. Essa flutuação nos preços ocorre conforme a compra e venda de suas cotações ao longo do dia dentro do mercado.

Os fundos de índices possuem gestores especializados que seguem a chamada gestão passiva. Aquela na qual o fundo segue uma metodologia previamente determinada para suas estratégias de investimentos.

Por isso, cada ETF possui sua própria política de investimento ao qual o investidor deve estar atento. Já que a metodologia será seguida mesmo quando os resultados não forem favoráveis.

Devido às suas variáveis, os Exchange Traded Funds não são indicados para quem busca rendimentos rápidos e elevados. Por outro lado, um ETF possui inúmeras vantagens que veremos a seguir.

Quais as Vantagens de Investir em ETF?

Investir em ETFs possui diversas vantagens e uma delas é sua acessibilidade. Pois, como seus fundos são negociados na B3, é possível comprá-los através das corretoras de valores.

O processo funciona de forma bastante semelhante à aquisição de ações. Assim como, a sua liquidação possui o mesmo prazo desses ativos, sendo ele 3 dias úteis após a data de negociação. 

Outra grande vantagem está na taxa de administração em cerca de 0,5%, indo contra os até 3% presentes em outras aplicações. Além disso, podemos citar vantagens como:

  • Custo reduzido: além da taxa de administração menor, o investidor adquire diversas ações em apenas uma ordem de compra, saindo mais barato do que comprar cada um dos papéis individualmente;
  • Diversificação: um ETF é o tipo de fundo que permite ao investidor diversificar sua carteira de investimentos de forma simples e prática, além de escolher o grau de riscos assumidos; 
  • Praticidade: seja em relação a alocação dos ativos ou a compra e venda dos fundos de índice, esse conjunto de títulos não exige tanta dedicação de seu investidor.

Outros pontos a serem destacados é que os ETFs possuem boa liquidez devido a sua negociação ser aberta e fácil. Seus riscos se mostram reduzidos e a performance de rendimentos boa, historicamente.

Por isso, esse fundo tende a ser indicado para investidores iniciantes ou aqueles que desejam correr menos riscos. Tal como pessoas que possuem um perfil de investidor conservador ou moderado.

Desvantagens dos fundos de índice

Por outro lado, o ETF também possui desvantagens como a própria cobrança de taxa, mesmo que reduzida. Aplicada sobre algo que o próprio investidor pode fazer e obter resultados melhores.

No entanto, exigindo dele a necessidade de seguir a metodologia do fundo ou criar suas próprias estratégias. Ao aceitar o investimento como ele é, a falta de controle se torna outra das desvantagens.

Isso porque nem mesmo o gestor do fundo pode alterar a metodologia pré-estabelecida. O cotista então, também não poderá interferir nisso mesmo quando o resultado estiver abaixo do desejado.

Por fim, Exchange Traded Funds não possuem isenção de imposto já que não distribuem dividendos. Esses são distribuídos ao fundo e reinvestidos, por isso, o cotista é tributado ao vender seu ativo.

Quais Tipos de ETF Existem?

Um ETF pode ser composto de diversas formas e por isso, existem variações dele no mercado. Cada um deles possui uma finalidade, sendo os mais comuns os ETFs de:

  • Commodities: é quando o patrimônio dos fundos são aplicados em matérias primas, como petróleo e produtos agrícolas, sendo ativos considerados uniformes;
  • Alavancagem: ETFs com alavancagem possuem uma gestão ativa na qual, visa-se retornos além do esperado pelo benchmark e que por ser mais complexa, não é indicada aos investidores iniciantes;
  • Gestão ativa: presente no mercado estrangeiro, esse tipo de ETF foi criado com a intenção de reproduzir o desempenho esperado de um benchmark;
  • Inversos: os ganhos podem ser obtidos com venda das ações a descoberto, ou seja, quando há previsões na queda do seu valor tornando possível recomprá-las mais barato depois;
  • Títulos: apesar de serem negociados na renda variável, sua composição são ativos de renda fixa como os emitidos pelo Governo, tornando essa classificação mais segura e previsível, portanto, menos volátil;
  • Moeda: são os conjuntos de ativos compostos por aplicações em moedas estrangeiras, no Brasil essa modalidade não é encontrada, apenas na Bolsa estrangeira;
  • Setor: ou ETFs de indústria, são aplicações que rastreiam e refletem um setor econômico em específico, por exemplo, o setor metalúrgico;
  • ETFs: são fundos de índice que investem seu patrimônio em outros fundos do mesmo tipo, contudo, o investidor basicamente paga o dobro da taxa de administração desta modalidade de investimento.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é ETF, consulte o artigo completo sobre ETFs.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE