7 Erros que Afastam Você da Independência Financeira
|

7 Erros que Afastam Você da Independência Financeira

Conheça os 7 Erros comuns do dia a dia impedirão você de alcançar a sua independência financeira.

Por
Atualizado em 04/08/2020
Avalie esse texto

Na busca pela independência financeira, muitas pessoas acabam cometendo erros que comprometem e atrasam o tão sonhado objetivo de ser financeiramente livre.

Viver tranquilamente sem ter obrigação com o trabalho nem se preocupar com as contas, ter mais tempo para a família e para fazer o que gosta é o que 10 entre 10 pessoas quer.

Alcançar a independência financeira envolve um bom planejamento financeiro e uma forma mais consciente e cuidadosa de tratar o próprio dinheiro.

Porém, no meio do caminho é comum nos depararmos com dificuldades e nem sempre tomamos as melhores decisões.

Erros fazem parte da vida, mas, se não controlados, podem atrapalhar a conquista da independência financeira.

Por isso, é preciso detectá-los e corrigi-los agora.

Por outro lado, existem alguns hábitos que te ajudam a alcançar a independência financeira e que devem ser incluídos na rotina.

Um livro que traz importantes lições sobre o papel da educação financeira e alguns conceitos fundamentais para gerar riqueza e liberdade financeira é Pai Rico, Pai Pobre, de Robert Kiyosaki.

Além de contestar pensamentos e erros frequentemente cometidos, também explica como a inteligência financeira tem papel fundamental no caminho para construir um patrimônio sólido.

“Raramente os problemas de dinheiro das pessoas são resolvidos com mais dinheiro. A inteligência resolve os problemas.” – livro “Pai Rico, Pai Pobre”, de Robert Kiyosaki.

Veja quais são os principais erros te afastam da independência financeira e como evitá-los.

1-Não se preocupar com a independência financeira

Um bom planejamento é o ponto inicial de qualquer jornada rumo à independência financeira.

É preciso tem consciência da situação atual e determinar as metas e objetivos de curto, médio e longo prazo. Só assim saberá o que fazer para chegar onde almeja.

Quando se é jovem, a aposentadoria e a velhice parecem algo distante.

E é aí que muitos cometem o erro de não se preocupar com o futuro e acabam perdendo uma oportunidade única de trilhar o caminho para um futuro livre de preocupações.

O pensamento de “depois eu vejo” é um grande erro quando se trata de independência financeira.

O futuro chega muito mais rápido do que imaginamos. Preocupe-se com ele agora!

Quanto antes começar, mais tempo seu dinheiro trabalhará para você.

Uma pessoa que, aos vinte anos de idade, preocupa-se em investir para o futuro, tem uma chance enorme de atingir a independência financeira muito antes do esperado.

Tudo isso graças aos juros compostos!

Veja o exemplo do casal que se aposentou aos 32 anos com o método FIRE

Banner will be placed here

2- Não ter uma reserva de emergência

Para ser financeiramente independente é preciso planejamento e isso inclui construir uma reserva de emergência.

Assim, caso alguma situação inesperada aconteça e você venha a precisar de dinheiro, tem para onde recorrer sem perder patrimônio ou  pagar altas taxas de juros.

A reserva de emergência não deve ser confundida com o dinheiro investido para sua liberdade financeira.

A reserva serve apenas para garantir a manutenção do padrão de vida em momentos de crise.

Por isso, precisa estar investida em ativos com liquidez alta, isto é, que possam ser convertidos rapidamente em dinheiro e sem perda de capital.

3- Aumentar os gastos quando a renda cresce

Receber um aumento de salário não pode ser motivo para gastar mais.

Infelizmente, um erro comum é gastar sem controle, elevando o padrão de vida de uma forma perigosa.

“Se você costuma gastar tudo o que ganha, o mais provável é que um aumento do dinheiro disponível apenas resulte em aumento de despesas” Pai Rico, Pai Pobre, de Robert Kiyosaki.

Mais dinheiro é sinônimo de maior planejamento e definição de prioridades familiares.

Se o seu principal objetivo é a independência financeira, ganhar mais significa destinar mais dinheiro para investir, seja pensando na aposentadoria ou demais objetivos de longo prazo.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

4- Comprar passivos

Tome cuidado ao adquirir passivos. Consumir sem planejar é o pior erro que pode cometer.

Financiar os sonhos de consumo afasta qualquer um do caminho da independência financeira.

“Os ricos compram ativos, os pobres só têm despesas e a classe média compra passivos pensando que são ativos” – Pai Rico, Pai Pobre, de Robert Kiyosaki.

Ao comprar uma casa ou um carro em prestações a perder de vista, estará contraindo uma dívida que vai acompanhá-lo por longos anos.

Apesar de poder comprar aquilo que quer ser um dos prazeres da vida, o problema é fazer isso no momento errado.

A maior parte das pessoas são imediatistas e que têm dificuldade de lidar com a frustração de esperar o momento certo de consumir.

Quando se está iniciando seu plano de longo prazo, deve buscar acelerar o processo de enriquecimento.

Porém, ao adquirir muitos passivos nesse momento, freará sua trajetória para a independência.

Essa é a hora de ganhar mais dinheiro e buscar conhecimento para investir melhor, para depois comprar o sonhado carro, se este for o caso.

“Os ricos acumulam ativos. Então, com a renda gerada por esses ativos, compram artigos de luxo” – Pai Rico, Pai Pobre, de Robert Kiyosaki.

5- Acreditar em métodos rápidos para enriquecer

Fique longe de atalhos para ganhar dinheiro rápido, dicas “quentes” ou “segredos infalíveis” para obter sucesso.

A ganância e a vontade de ganhar dinheiro fácil e rápido te levam a tomar decisões erradas e precipitadas que te fazem perder dinheiro.

Ninguém fica rico da noite para o dia, a não ser se ganhar na loteria ou receba uma herança.

Mesmo assim, as chances de gastar todo o dinheiro e ficar sem nada em pouco tempo são grandes, pois falta educação financeira.

Por isso, a melhor dica é investir em conhecimento, ter disciplina e paciência.

A construção de um patrimônio sólido em ações demanda tempo.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

6- Não investir porque não sobra dinheiro

A maioria das pessoas recebe o salário e prioriza o pagamento de todas as contas. O que “sobra” e se sobrar destinam para investir.

Porém, isso é um erro grave!

A estratégia correta é primeiro destinar uma porcentagem para construir riqueza e ajustar as despesas para o que sobra.

Ajuste seu padrão de vida para uma realidade que permita que se poupe ao menos 10% da renda para investir.

Quanto maior a sua taxa de poupança mais cedo se aposentará.

Por exemplo, se poupar 40% da sua renda e conseguir um investimento que renda 3% ao mês, você chegará na independência financeira em 17 anos.

Tempo Liberdade Financeira com Taxa 40% Poupança
Tempo Liberdade Financeira com Taxa 40% Poupança

7- Manter 100% do patrimônio em renda fixa

O novo cenário econômico com a taxa de juros (Selic) em sua mínima histórica exige novas opções de investimentos.

Concentrar seu patrimônio na renda fixanão é uma opção viável.

Para alcançar a liberdade financeira você precisa investir melhor.

A renda variável possibilita rendimentos melhores. Com a devida diversificação e estratégia adequada, é possível reduzir os riscos dos investimentos.

Como Começar Investir? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Começar a Investir do Zero”.

Conclusão

Não ter um planejamento financeiro, gastar tudo o que ganha, ser imediatista, são alguns erros que te afastam da independência financeira.

O caminho para ser independente financeiramente pode até ter alguns percalços, mas com disciplina e controle é possível evitar e corrigir os erros e chegar lá.

Para ter um futuro próspero, a hora de tomar uma atitude é agora.

Comece os seus investimentos aos poucos, se planeje, busque conhecimento e aproveite as oportunidades para investir bem e melhor. 

Baixe gratuitamente o meu livro digital: Como Começar a Investir do Zero.

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais