A Petrobras (PETR4) e a Eneva (ENEV3) informaram à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que encontraram fluidos de gás nas bacias de Campos e Parnaíba.

No caso da estatal, foram notificados indícios de hidrocarbonetos no poço marítimo 1-BRSA-1380D-RJS no dia 12 de agosto.

A Eneva informou no dia 9 de agosto que encontrou indícios de gás natural no poço terrestre 1-ENV-19-MA e no dia 19 no poço de terra 3-ENV-20-MA.

Também há indícios de petróleo no poço 3-ENV-20-MA do bloco PN-T-48.

No seu relatório do segundo trimestre de 2021 a Eneva informou que as reservas de gás natural na Bacia do Parnaíba totalizaram 25,2 bilhões de metros cúbicos ao final de junho, uma alta de 6,7% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da Eneva no Segundo Trimestre de 2021

O resultado da Eneva (ENEV3) no segundo trimestre de 2021 (2t21), divulgado no dia 05 de agosto, apresentou um lucro líquido de R$ 118,1 milhões no 2T21, uma alta de 37,7% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Eneva atingiu R$ 368,6 milhões no 2T21, apresentando crescimento de 31,4% na comparação com o 2T20.

A margem Ebitda da Eneva totalizou 38,2% no 2T21, apresentando crescimento de 15,8 pontos percentuais na comparação com o 2T20.

A margem líquida da Eneva atingiu 12,3% no 2T21, apresentando crescimento de 4,2 pontos percentuais na comparação com o 2T20.

As ações da Eneva (ENEV3) acumulam queda de 1,22% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 28,04% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.