A Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições o ato de concentração entre a Energisa (ENGI11) e a Gemini Energy.

O despacho está publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 28.

Segundo o parecer da operação disponibilizado pelo Cade, a transação consiste em uma aquisição de controle, por meio da qual haverá a aquisição de 100% das ações de emissão da Gemini pela Energisa, sendo que 75% pertencem ao Power FIP e 20% ao Perfin Apollo 14. Outros 5% estão em tesouraria.

De acordo com as informações da operação, atualmente 100% das ações de emissão da Gemini são detidas pelo Power Fundo de Investimento em Participações Infraestrutura (Power FIP), fundo pertencente ao Grupo Starboard, e pelo Perfin Apollo 14 Fundo de investimento em participações infraestrutura (Perfin Apollo 14).

O documento informa ainda que, para o Grupo Energisa, a operação está alinhada à sua estratégia de trazer sinergias operacionais para a base de ativos do grupo.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Já para o Grupo Starboard, "a operação está alinhada ao seu propósito de gestão de fundos de investimento e atividades de compra, reestruturação e venda de ativos através dos fundos geridos".

A Superintendência do Cade informou que a operação está sujeita à aprovação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Energisa no Quarto Trimestre de 2021

resultado da Energisa (ENGI11) no quarto trimestre de 2021 (4t21), divulgado no dia 17 de março, apresentou um lucro líquido de R$ 582,6 milhões no 4T21, uma alta de 203,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Energisa atingiu R$ 1,7 bilhão no 4T21, apresentando crescimento de 55,9% na comparação com o 4T20.

A margem Ebitda da Energisa totalizou 23,5% no 4T21, apresentando crescimento de 5,6 pontos percentuais na comparação com o 4T20. 

A margem líquida da Energisa atingiu 7,8% no 4T21, apresentando crescimento de 4,7 pontos percentuais na comparação com o 4T20.

As ações da Energisa (ENGI11) acumulam alta de 4,80% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 15,35% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.