A Eve UAM, LLC, empresa da  Embraer (EMBR3, e a Thales se uniram para apoiar o desenvolvimento da aeronave elétrica de decolagem e pouso vertical (eVTOL) da Eve no Brasil.

A parceria estratégica envolve uma série de estudos conjuntos ao longo de 12 meses. Iniciados em janeiro de 2022, estes estudos contemplam aspectos técnicos, econômicos e a viabilidade adaptável de uma aeronave 100% elétrica.

A Thales, que atua em soluções tecnológicas, serviços e produtos nas áreas de defesa, aeronáutica, aeroespacial, transporte, identidade digital e mercados de segurança, também contribuirá com sua experiência no desenvolvimento de sistemas de aviação, elétricos, de controle de voo, navegação, comunicação e conectividade.

“Esta parceria fortalecerá a posição da Eve como líder no mercado global e nosso compromisso em oferecer um novo modo de transporte urbano eficaz e sustentável.

A Embraer tem parceria com a Thales há mais de 30 anos. Agora, a Eve vai alavancar essa parceria também”, destaca em nota André Stein, co-CEO da Eve.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

“A Thales está ativamente engajada no desenvolvimento da Mobilidade Aérea Urbana. Estamos orgulhosos de dar um novo passo no Brasil, juntando-nos à Eve em um projeto que pode ser um divisor de águas para a mobilidade urbana sustentável em todo o mundo”, ressalta também em nota Yannick Assouad, vice-presidente executivo de Aviação da Thales.

Tanto o Centro de Tecnologia Espacial da Thales, em São José dos Campos (SP), quanto o recém-inaugurado Centro de Aeronaves, em São Bernardo do Campo (SP), darão suporte às equipes da Eve e da Embraer que trabalham no projeto, que também contarão com engenheiros da Thales na França, Canadá e Estados Unidos.

Resultado da Embraer no Quarto Trimestre de 2021

resultado da Embraer (EMBR3) no quarto trimestre de 2021 (4t21), divulgado no 16 de março, apresentou um lucro de R$ 327,2 milhões no 4t21, contra prejuízo de -R$ 70,3 milhões em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Ebitda da Embraer atingiu R$ 367,8 milhões no 4t21, apresentando queda de -57,4% na comparação com o 4t20.

Margem Ebitda da Embraer totalizou 8,4% no 4t21, apresentando alta de 0,4 pontos percentuais na comparação com o 4t20 

Margem líquida da Embraer atingiu -0,2% no 4t21, permanecendo estável na comparação com o 4t20.

As ações da Embraer (EMBR3) acumulam alta de 2,51% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 10,53% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.