Vieses cognitivos podem afetar seus julgamentos e sabotar suas decisões. 

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Embora você ache que sabe das coisas, o cérebro humano é bastante complicado. Crenças e heurísticas que podem distorcer a visão da realidade.

O viés cognitivo é um atalho mental que leva a desvios de racionalidade e lógica. Ou seja, eles podem fazer com que você aja contra seus interesses inconscientemente. 

Isso pode ser um fardo no dia-a-dia, seja interpretando o mundo ao seu redor, te fazendo gastar mais dinheiro ou tomando decisões erradas nos seus investimentos.

Portanto, é importante saber o que são esses vieses, reconhecê-los e evitá-los.

Elon Musk concorda que todos “devem ser ensinados desde cedo” sobre esses vieses cognitivos, escreveu ele no Twitter anexando uma imagem de um infográfico que lista os “50 vieses cognitivos a serem observados para que você possa ser a melhor versão de você”.

Seu tweet conquistou mais de 64 mil retuítes e 315 mil curtidas.

O infográfico é retirado da TitleMax, que o publicou há cerca de dois anos.

“Saber sobre essa lista de preconceitos pode ajudá-lo a tomar decisões mais informadas e perceber quando você está longe do alvo”, explicou TitleMax.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

50 principais vieses cognitivos

1. Erro fundamental de atribuição

Julgamos os outros por sua personalidade ou caráter fundamental, desconsiderando fatores que podem ter influenciado tais iniciativas, mas julgamos nós mesmos pela situação.

2. Viés de autoconveniência

Nossos fracassos são atribuídos a situações externas, como azar, incompetência alheia, mas nossos sucessos são nossa responsabilidade.

3. Favoritismo intragrupo

Nós favorecemos as pessoas que estão em nosso grupo em oposição a um grupo externo.

4. Efeito Bandwagon

Ideias, modismos e crenças crescem à medida que mais pessoas os adotam. Ou seja, um indivíduo só faz uma coisa porque muitas outras também fazem

5. Pensamento de grupo: 

Para minimizar conflitos e chegar ao consenso, tomamos decisões irracionais em prol da harmonia em uma situação de grupo.

6. Efeito Halo

Tiramos conclusões com base em apenas um elemento.

Se você vê uma pessoa como tendo um traço positivo, essa impressão positiva se espalhará em seus outros traços. (Isso também funciona para traços negativos).

7. Sorte Moral:

Uma melhor posição moral acontece devido a um resultado positivo; pior posição moral acontece devido a um resultado negativo.

8. Falso Consenso

Acreditamos que mais pessoas concordam conosco do que realmente acontece.

9. Maldição do Conhecimento

Uma vez que sabemos algo, assumimos que todos os outros também sabem.

10. Efeito Holofote

Superestimamos o quanto as pessoas estão prestando atenção ao nosso comportamento e aparência.

11. Heurística da Disponibilidade

Tomamos decisões com base nas probabilidades de que algo similar aconteça.

12. Atribuição defensiva: 

Como testemunha que secretamente teme ser vulnerável a um acidente grave, culparemos menos a vítima e mais o agressor se nos relacionarmos com a vítima.

13. Hipótese do mundo justo: 

Tendemos a acreditar que o mundo é justo. Portanto, assumimos que atos de injustiça são merecidos.

14. Realismo ingênuo

Acreditamos que observamos a realidade objetiva, correta e inquestionável, enquanto os outros são tidos como irracionais, desinformados ou tendenciosos.

15. Cinismo ingênuo: 

Acreditamos que observamos a realidade objetiva e que outras pessoas têm um viés egocêntrico maior do que realmente têm em suas intenções/ações.

16. Efeito Forer (também conhecido como Efeito Barnum)

Atribuímos facilmente nossas personalidades a declarações vagas, mesmo que possam se aplicar a uma ampla gama de pessoas.

17. Efeito Dunning-Kruger

Quanto menos você sabe, mais confiante você fica. Quanto mais você sabe, menos confiante você fica.

18. Ancoragem

Confiamos fortemente nas primeiras informações introduzidas ao tomar decisões.

19. Viés de Automação

Confiamos mais em sistemas automatizados, do que na mente humana.

20. Efeito Google (também conhecido como Amnésia Digital)

Nós tendemos a esquecer informações que podem ser facilmente pesquisadas na internet.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

21. Reatância psicológica

Fazemos o oposto do que nos dizem, especialmente quando percebemos ameaças às liberdades pessoais.

22. Viés de confirmação

Tendemos a encontrar e lembrar de informações que confirmam nossas percepções.

23. Efeito Backfire

Tendemos a defender nossas crenças e convicções mesmo quando estão erradas.

24. Efeito da terceira pessoa

Acreditamos que os outros são mais afetados do que nós mesmos.

25. Viés da Crença

Julgamos a força de um argumento não pela força com que apoia a conclusão, mas em sua conformidade com nossas próprias crenças.

26. Cascata de Disponibilidade

Atreladas à nossa necessidade de aceitação social, as crenças coletivas ganham mais plausibilidade por meio da repetição pública.

27. Declinismo: 

Nós tendemos a romantizar o passado e ver o futuro negativamente, acreditando que as sociedades/instituições estão em geral em declínio.

28. Viés do Status Quo:

Tendemos a preferir que as coisas permaneçam as mesmas; alterações da linha de base são consideradas uma perda.

29. Falácia do Custo Afundado (também conhecido como Escalada de Compromisso)

Investimos mais em coisas que nos custaram algo em vez de alterar nossos investimentos, mesmo que enfrentemos resultados negativos.

30. Falácia do jogador

Achamos que as possibilidades futuras são afetadas por eventos passados.

31. Viés de Risco Zero

Tendemos a optar por situações em que podemos reduzir totalmente os riscos, em detrimento de alternativas que podem oferecer mais retorno, mas que possuem algum risco.  

32. Efeito Framing (também conhecido como Efeito de Enquadramento): 

Muitas vezes tiramos conclusões diferentes da mesma informação dependendo de como ela é apresentada.

33. Viés do estereótipo:

Adotamos crenças generalizadas de que os membros de um grupo terão certas características, apesar de não terem informações sobre o indivíduo.

34. Viés de homogeneidade do grupo externo: 

Percebemos os membros do grupo externo como homogêneos e nossos próprios grupos internos como mais diversos.

35. Viés de Autoridade

Confiamos e somos mais influenciados pelas opiniões de figuras de autoridade.

36. Efeito Placebo: 

Se acreditarmos que um tratamento funcionará, muitas vezes terá um pequeno efeito fisiológico.

37. Viés de sobrevivência

Tendemos a nos concentrar nas coisas que sobreviveram a um processo e ignorar as que falharam.

38. Taquipsiquia: 

Nossas percepções de mudança de tempo dependendo do trauma, uso de drogas e esforço físico.

39. Viés da Trivialidade (também conhecido como "Bicicle-Shedding"):

Damos peso desproporcional a questões triviais, muitas vezes evitando questões mais complexas.

40. Efeito Zeigarnik

Lembramos mais das tarefas incompletas do que das concluídas.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

41. Efeito IKEA

Damos mais valor às coisas que nós mesmos criamos ou montamos parcialmente do que aos produtos produzidos por terceiros.

42. Efeito Ben Franklin: 

Gostamos de fazer favores; é mais provável que façamos outro favor a alguém se já tivermos feito um favor a ela do que se tivéssemos recebido um favor dessa pessoa.

43. Efeito Espectador: 

Quanto mais pessoas estiverem por perto, menor será a probabilidade de ajudarmos uma vítima. (embora isso tecnicamente não seja um viés cognitivo, é outra forma importante de viés, de acordo com a TitleMax).

44. Sugestionabilidade

Tendemos a pensar e agir com base nas sugestões dos outros.

45. Falsa Memória:

Confundimos imaginação com memórias reais.

46. ​​Criptomnésia: 

Confundimos memórias reais com imaginação.

47. Ilusão de Clustering (também conhecido como Ilusão do agrupamento)

Encontramos padrões e "agrupamentos" onde não existe.

48. Viés de pessimismo

Às vezes superestimamos a probabilidade de resultados ruins.

49. Viés de otimismo

Às vezes somos otimistas demais em relação a bons resultados.

50. Viés do ponto cego

Não achamos que temos preconceito e o vemos nos outros mais do que em nós mesmos.