A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estima que o aporte de R$ 5 bilhões decorrentes da privatização da Eletrobras (ELET3) pode reduzir as tarifas pagas pelos consumidores em 2,3%, em média.

A projeção foi apresentada pela diretora-geral interina do órgão, Camila Bomfim, em audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, 15.

O repasse será feito para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), fundo setorial, rateado por todos os brasileiros por meio da conta de luz, que financia subsídios para alguns segmentos e políticas públicas, como o programa Tarifa Social.

Segundo a diretora, a expectativa é que os recursos estejam disponíveis até agosto.

Durante a audiência, Camila parabenizou parlamentares pelas iniciativas discutidas nas últimas semanas e apresentou projeções da Aneel para as propostas legislativas em análise.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

De acordo com dados da agência reguladora, a devolução integral de créditos tributários de PIS/Cofins cobrados indevidamente têm um impacto médio potencial de redução de 5,2%.

A medida já vem sendo adotada desde 2020 pela agência nos processos de reajustes tarifários, mas Camila ressaltou que a aprovação de um projeto de lei dá mais segurança jurídica para a utilização dos recursos.

Já o projeto de lei que prevê um teto de 17% para a cobrança de ICMS sobre energia elétrica tem potencial de reduzir as tarifas, em média, em aproximadamente 12%.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Esse impacto, no entanto, não é diretamente nos índices de reajustes aprovados pela agência, mas na fatura final dos consumidores, já que se trata de um imposto estadual.

Resultado da Eletrobras no Primeiro Trimestre de 2022

resultado da Eletrobras (ELET3) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 23 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 2,7 bilhões no 1t22, crescimento de 69% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Ebitda da Eletrobras atingiu R$ 3,7 bilhões no 1t22, apresentando retração de -3% na comparação com o 1t21.

margem Ebitda da Eletrobras totalizou 41% no 1t22, apresentando retração de -6,1 ponto percentual na comparação com o 1t21. 

margem líquida da Eletrobras totalizou 29,6% no 1t22, apresentando crescimento de 10,0 ponto percentual na comparação com o 1t21.

As ações da Eletrobras (ELET3) acumulam alta 1,91% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 4,26% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo,