A Eletrobras (ELET3) informou na sexta-feira, 17, por meio de fato relevante, que aprovou o Plano Diretor de Negócios e Gestão 2022-2026.

Ele contempla a capitalização da empresa, do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), que trata da modelagem da desestatização da Eletrobras.

Entre as metas para 2022, a empresa inclui expansão de geração 164 megawatts (MW) e de 193 quilômetros na expansão de transmissão.

Além disso, também para o ano que vem, a empresa pretende ter receita oriunda de outros negócios de 3,47% em relação a receita recorrente. 

Diretrizes e objetivos estratégicos 

Entre as diretrizes estratégicas, a Eletrobras pretende multiplicar a geração de valor e ampliar a capacidade de investimento; criar valor pelo aumento da eficiência dos ativos de Geração & Transmissão (G&T) e consolidar a liderança no segmento, com foco em energia limpa; liderar a comercialização com margens atrativas e eficiência na gestão dos riscos; e investir em novos negócios com foco em energia, participando da consolidação do setor.

A meta da Eletrobras é estar entre as Top 3 do IEE (Índice de Energia Elétrica) da B3.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Já entre os objetivos estratégicos, a empresa citou otimizar a estrutura de capital do Sistema Eletrobras e o desempenho econômico-financeiro dos ativos de G&T2; ; ampliar a capacidade de investimento; expandir a geração, priorizando energia limpa e oportunidades de térmicas a gás; expandir a transmissão, com foco na criação de valor; diversificar a carteira de clientes, ampliando a atuação no varejo de energia; além de desenvolver o segmento de trading de energia, entre outros pontos.

Fonte: Estadão Conteúdo.