O que é a Eficiência?

A eficiência se refere à melhor forma de produzir, usufruindo da melhor maneira possível dos recursos disponíveis, minimizando os desperdícios, e diminuindo os custos e perdas.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Portanto, a eficiência nada mais é do que a capacidade de alcançar determinado objetivo, evitando desperdício e utilizando o mínimo de recursos disponíveis possíveis.

Minimizar os desperdícios e utilizar o mínimo de recursos possíveis não está relacionado apenas com dinheiro, mas também com tempo, conhecimento, dentre outros recursos.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Podemos relacionar a eficiência diretamente com a produtividade e a racionalidade, no sentido de que produzir algo útil, sem demandar muito tempo e recurso, caracteriza uma equipe eficiente.

As palavras eficiência, efetividade e eficácia, muitas vezes são tratadas como sinônimos, contudo, mesmo que de certa forma estão interligadas, não têm o mesmo significado.

Em alguns casos, mesmo sem eficiência, podemos considerar o projeto de uma empresa como eficaz. Já, no caso da efetividade, esta pode estar relacionada à união dos conceitos de eficiência e eficácia.

Por fim, é importante dizer que o conceito de eficiência é muito importante e está ligada diretamente à administração, formando os 3Es da administração (eficiência, eficácia e efetividade).

Dito isto, veremos na sequência a diferença entre os 3Es da administração, e mostraremos porque a eficiência é tão importante para os negócios.

A diferença entre os 3Es da administração

Primeiramente, devemos dizer que é fundamental para o andamento de uma organização conhecer o significado dos termos que são muito utilizados no cotidiano do trabalho, quanto mais para um planejamento estratégico.

Saber a diferença desses três conceitos é de suma importância para o planejamento estratégico da equipe, podendo concluir se esta está desempenhando da melhor forma o seu papel, sem haver necessidade de mudanças.

Dito isto, começaremos a entender melhor a diferença dos três conceitos, que é o objetivo central desta seção.

Tomemos como exemplo a construção de uma casa.

Imaginemos, agora, que todo o orçamento feito por você, optando por comprar materiais mais baratos (sem perceber que eles possam ser de qualidade inferior), acabou ficando dentro do previsto.

Além disso, a contratação da mão de obra responsável pela construção também foi a mais barata das opções, e o tempo para a casa estar pronta se encaixou dentro do previsto.

Podemos observar que o resultado lhe satisfez e, aparentemente, foi eficiente. Contudo, alguns dias depois, a casa estava cheia de infiltrações.

Neste caso, podemos dizer que o serviço foi eficaz? A resposta é simples. Claro que não! Pois pouco tempo depois da construção da casa ela já possuía várias infiltrações.

Pois bem, apresentamos até aqui a diferença entre eficácia e eficiência, mas você deve estar se perguntando: e a efetividade?

A efetividade nada mais é do que a capacidade ou condição de ser, ao mesmo tempo, eficaz e eficiente.

Ou seja, no exemplo que usamos, para ser eficiente, você deveria ter construído uma casa sem desperdiçar recursos (sendo eficiente), e sem causar problemas (sendo eficaz), como o da infiltração.

Esses três efeitos estão nitidamente presentes no dia a dia de uma organização, sempre se relacionando, por isso a relevância em entender duas divergências para melhoria nos processos internos.

A Eficiência no mundo dos negócios

É por meio de seus produtos e serviços que as empresas entregam seus resultados, e a eficiência que é dada a essa entrega será muito importante para a sua imagem.

Devemos dizer que, quanto maior for à empresa, maiores serão os riscos de perdas de eficiência.

Portanto, uma boa administração é importantíssima para amenizar os riscos de perda de eficiência na empresa, pois uma pequena perda hoje pode acarretar em grandes problemas para o futuro.

Já, quanto mais as companhias ganham em eficiência, mais positivo é seu desenvolvimento, tendo a entrega de seus produtos e serviços com os menores custos possíveis.