Eduardo Saverin, o Brasileiro Cofundador do Facebook
|

Eduardo Saverin, o Brasileiro Cofundador do Facebook

Cofundador do Facebook, investidor de startups e novo brasileiro mais rico do mundo. Conheça a história de Eduardo Saverin.

Por
Atualizado em 12/07/2021

Eduardo Saverin é um empresário paulista de 39 anos, criado nos Estados Unidos, que mora atualmente em Singapura.

Formado em Harvard, é cofundador do Facebook (FBOK34). Ficou famoso ao enfrentar Mark Zuckerberg na Justiça e ter sua história contada no filme “A Rede Social”.

Saverin também é sócio da B Capital Group, um fundo de capital de risco que investe em startups.

Com fortuna estimada em US$19,4 bilhões, Eduardo Saverin ocupa a 140 posição no ranking dos mais ricos do mundo da Forbes.

Recentemente, ele ultrapassou Jorge Paulo Lemann na lista de bilionários, tornando-se o brasileiro mais rico.

Conheça mais da trajetória desse empreendedor e investidor brasileiro.

Quem é Eduardo Saverin

Eduardo Saverin é empresário e investidor bilionário, conhecido por ser um dos fundadores do Facebook, junto com Mark Zuckerberg, Chris Hughes e Dustin Moskovitz e Andrew McCollum. 

Em 2016, ele fundou a B Capital Group, um fundo de capital de risco, ao lado de outro colega de Harvard, Raj Ganguly.

A empresa investe em startups em estágio inicial pelo mundo.

Sua fortuna é estimada em US$19,4 bilhões pela revista Forbes.

Com isso, ele ultrapassa Jorge Paulo Lemann e se torna o brasileiro mais rico do mundo.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Vida e carreira

Eduardo Luiz Saverin nasceu dia 19 de março de 1982 na cidade de São Paulo.

Filho do empresário Roberto e da psicóloga Sandra, em 1992, com apenas 11 anos, Eduardo e seus dois irmãos mais velhos se mudaram para Miami.

A ida para os Estados Unidos era um sonho do pai de Saverin, que viu na crise política que o Brasil passava um motivo a mais para se mudar.

De uma rica família judia brasileira, dinheiro nunca foi problema para a família de Saverin.  

Seu avô, Eugênio Saverin, fundou a fábrica de roupas infantis Tip Top, vendida na década de 1980. 

Dudu, como é chamado pelos pais, herdou o gene do empreendedorismo de seu avô.

Estudou na escola Gulliver Preparatory School, em Miami e  ingressou no curso de economia da Universidade de Harvard

Durante seu período de faculdade, Eduardo Saverin começou a ganhar fama como investidor. 

Ao se aproveitar de brechas regulatórias sobre insider trading no Brasil, conseguiu lucrar US$ 300 mil com investimentos em petróleo. Essa história nunca foi confirmada pelo discreto Saverin.

Tornou-se presidente da Associação de Investimentos de Harvard e se graduou “com a maior das honras”, o título summa cum laude, em 2006.

Na mesma universidade fez pós-graduação e recebeu o MBA.

Ainda no primeiro ano em Harvard, Saverin conheceu o estudante do segundo ano Mark Zuckerberg. 

Os dois trabalharam juntos para lançar o Facebook em 2004. Porém, desentendimentos posteriores fizeram com que Saverin disputasse sua participação judicialmente.

Em setembro de 2011, antes da entrada do Facebook no mercado de ações, ele renunciou à sua cidadania estadunidense e mudou-se para Singapura.

Nesta mesma época, ele se casou com Elaine Andriejanssen, que havia conhecido na época da faculdade e reencontrado anos depois.

Em 2016, lançou o fundo de risco B Capital, com o Boston Consulting Group e o investidor Raj Ganguly. 

Eduardo Saverin leva uma vida reservada em Singapura com sua esposa e raramente aparece nos holofotes e na imprensa.

Banner will be placed here

Cofundador do Facebook

Antes do filme A Rede Social, de 2010, que conta a história da criação do Facebook, poucas pessoas sabiam que um brasileiro estava envolvido.

Eduardo Saverin estava presente desde o começo da criação da rede social, no início de 2004.

Segundo o livro “Bilionários Acidentais”, de Ben Mezrich, foi o brasileiro quem fez o investimento inicial necessário para iniciar as operações da empresa. 

Eduardo Saverin, então com 22 anos, Saverin aportou US$ 1 mil no projeto do colega de Harvard, Mark Zuckerberg, que na época desenvolvia um site para integrar os alunos de Harvard.

O primeiro endereço comercial da rede social foi o dos pais de Saverin, em Miami.

De acordo com a obra, Saverin seria o responsável pelo setor financeiro e teria 30% do negócio, enquanto Zuckerberg ficaria com a parte de programação e manutenção da rede social com os outros 70%.

Com o sucesso da plataforma, outros colegas foram chamados para a equipe: Dustin Moskovitz, Andrew McCollum e Chris Hughes. Os cinco compartilham o título de cofundadores da empresa.

Poucos meses após a criação do site, os fundadores decidiram levar a rede social para além de Harvard. O crescimento foi meteórico.

Zuckerberg então decidiu interromper os estudos e se mudar para Palo Alto, na Califórnia, do outro lado dos Estados Unidos.

Saverin preferiu continuar os estudos em Harvard. Depois da formatura foi para Nova York em busca de parcerias para a rede social.

Nesse período, começaram as desavenças entre os dois.

Ainda no primeiro ano da rede social, Zuckerberg reduziu a participação de Saverin na empresa, formando uma empresa para incorporar o Facebook.

Além do menor número de ações, também retirou o nome de Saverin do quadro de fundadores. 

O brasileiro então bloqueou as contas bancárias da companhia.

A disputa entre os dois chegou aos tribunais e permaneceu em silêncio até que, em janeiro de 2009, surgiram rumores de que os dois haviam chegado a um acordo.

Saverin garantiu uma participação minoritária na empresa e o direito de ter seu nome constando novamente entre os fundadores.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Como Eduardo Saverin ficou rico

A participação minoritária no Facebook e o crescimento do valor de mercado da empresa são a origem da fortuna de Eduardo Saverin.

A abertura de capital da empresa fez com que o brasileiro entrasse para a lista de bilionários da Forbes em 2011.

Não há dado oficial sobre o quanto Saverin detém no Facebook. Estima-se que ele tenha ficado com 5% da companhia após o fim da briga na Justiça e que tenha vendido parte de suas ações para investir em novas empresas.

Depois de deixar os EUA, Eduardo Saverin passou a se dedicar aos seus investimentos. 

Em 2016, Eduardo Saverin fundou a empresa B Capital Group. Através do fundo de capital de risco ele faz investimentos em startups, em especial de séries B e C.

Onde Eduardo Saverin investe

Com o fundo de risco B Capital foca em seu trabalho como investidor de novas startups.

O fundo conta com mais de 30 startups no portfólio. A maior parte delas é sediada em países do sudeste asiático,  Europa e Estados Unidos. 

Ao todo, o B Capital tem cerca de US$ 1,9 bilhão de ativos sob gestão.

No ano de 2020, Saverin fez seu primeiro investimento na América Latina, foram US$ 15 milhões na empresa de tecnologia fundada no México, Yalochat.

Segredo da Riqueza
Dicas sobre Liberdade Financeira
Dicas sobre Liberdade Financeira

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE