O que é EBIT?

EBIT é uma sigla utilizada para abreviar Earnings Before Interest and Taxes, em português isso significa: Resultado Antes dos Juros e Impostos (LAJIR). O EBIT é um indicador utilizado para determinar o resultado antes dos juros e impostos.

Para alcançar tal valor, o analista pode levantar o lucro líquido de uma empresa e somar ao mesmo os valores referentes aos juros e aos impostos.

Outra forma de fazer o cálculo é acompanhando a DRE (Demonstração do Resultado do Exercício) e excluindo do demonstrativo os valores pertinentes a impostos e juros.

Vale destacar que aqui o juro e impostos são valores que estão reduzindo o lucro líquido da empresa, por isso existe a soma dos valores.

A soma serve para compensar a redução que houve anteriormente.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

EBIT na Prática

Vamos supor que o analista de investimentos está avaliando a condição de uma empresa. A empresa possui um lucro líquido de R$ 5 mil.

Além do valor de lucro líquido, o analista possui valores referentes ao total de impostos, que é de R$ 30 mil e os valores referentes a juros que é de R$ 50 mil.

Ao somar os três valores o EBIT é de R$ 85 mil. Ao levantar o total de receita da empresa, o analista encontra o valor de R$ 200 mil, sendo assim, a margem EBIT da companhia é de 42,5%.

Em comparação com outras companhias do mesmo segmento, a margem EBIT é atraente. O interessante aqui está relacionado a questão dos impostos e juros.

Olhando os dois valores que são excluídos do lucro líquido, dá para perceber que ambos os valores têm elevada influência sobre o resultado final.

Se a empresa não tivesse os juros a pagar, provavelmente o seu lucro líquido seria muito maior. Inclusive, o lucro poderia influenciar até no aumento de impostos.

Agora vamos trabalhar com um outro exemplo, vamos supor que a empresa tem um prejuízo de R$ 30 mil.

Ao levantar os juros e impostos, o analista encontrou os seguintes valores: R$ 40 mil e R$ 20 mil respectivamente.

Isso significa que se não fosse pelos juros e os impostos, a empresa teria um lucro de R$ 30 mil.

Análise do EBIT

O EBIT pode ser utilizado para diversas análises e interpretações sobre uma empresa. Nos exemplos acima, ficou claro a influência que valores, como os juros e os impostos têm sobre o resultado final.

O EBIT tem o poder de mostrar o grau de influência dos impostos e dos juros sobre o resultado da empresa.

Dependendo do grau de influência, o analista pode procurar detalhes sobre a composição dos valores para determinar se a empresa é ou não interessante.

Uma companhia que possui muitos empréstimos e um alto valor em juros pode ser interessante, ainda mais se os juros estão em queda e o faturamento em alta.

Isso mostra, por exemplo, que o elevado financiamento está surtindo efeito e já está sendo amortizado.

Em um eventual encerramento da dívida, o investidor pode lucrar bastante com a valorização e os ganhos provenientes da empresa.

Por outro lado, uma empresa que paga muitos impostos pode estar sendo mal administrada. Os tributos no Brasil são complexos e existe a necessidade de contar com uma boa equipe contábil e de analistas.

Caso a empresa pague muitos impostos, a administração pode ter culpa e o negócio pode ser perigoso para o futuro.

Diferença de EBIT e EBITDA

O EBITDA é um indicador semelhante ao EBIT, porém ele é mais “filtrado”. Enquanto no EBIT o lucro líquido é somado junto aos valores de juros e impostos, no EBITDA os valores de depreciação e amortização também são incluídos, além do valor do resultado financeiro.

Ou seja, no EBITDA não tratamos somente dos juros, mas sim do resultado financeiro como um todo.