O que é Dual Track?

O Dual Track é um termo inglês que serve para denominar a operação de “seguir dois caminhos”. Um deles pode ser vinculado à abertura de capital na bolsa (IPO) e outro à venda ou cisão do negócio, M&A ou Merger & Acquisition.

Os dois caminhos são distintos e envolvem processos bem diferentes. Normalmente, empresas acabam se utilizando do Dual Track para conseguir colocar em plano algum projeto.

O Dual Track é uma forma de colocar o plano em prática, mas sem decidir. Ou seja, os administradores têm um tempo para decidir o que fazer antes dos processos terminarem e assim uma decisão ser tomada.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Dual Track na Prática

Vamos supor que a empresa XXX está avaliando duas situações que são bem interessantes. Uma das situações é fazer a abertura de capital na bolsa de valores e conseguir acesso a um grande montante de recursos.

Tais valores podem ser utilizados na expansão do negócio além de remunerar aqueles que são os sócios da empresa.

Por outro lado, os sócios têm interesse em adquirir a empresa. Outra companhia tem o interesse de adquirir a empresa e assim os sócios poderiam receber um montante elevado de recursos.

Em um dos caminhos os sócios permanecem na empresa e recebem uma parcela do valor da venda da participação para o mercado de ações

Já no outro caminho os sócios saem da empresa e vendem o controle para outra companhia.

Ambos os processos exigem todo um processo e uma burocracia para ser feita. Tanto a bolsa de valores quanto a empresa interessada vão querer ver uma série de documentos, como certidões negativas de débito, balanços, demonstrativos de resultado e diversos outros demonstrativos contábeis.

Enquanto os processos não terminam, os sócios da empresa poderão definir qual caminho seguir. Como o processo pode ser longo, o tempo para pensar é relativamente alto.

Sendo que em qualquer uma das opções os sócios terão alguma espécie de remuneração e ganhos. Portanto, o Dual Track em uma situação assim é interessante.

Vantagens do Dual Track

A grande vantagem está na questão de conseguir dar seguimento nas duas situações, de venda das ações no mercado e fusão ou aquisição.

O tempo necessário para conseguir concluir os dois processos é relativamente alto, sendo que os sócios e demais interessados terão tempo para decidir qual o melhor caminho seguir.

Vale destacar que as duas situações também podem servir de complemento (uma da outra). Na oferta pública de ações a empresa receberá um valor de mercado.

Esse valor se dará por meio da precificação de suas ações na oferta. Então se a empresa for vender um total de mil ações na bolsa, e cada ação sair pelo valor de R$ 100,00, então a companhia terá um valor de mercado de R$ 100 mil.

O valor de mercado observado na construção da oferta pública pode ser utilizado para fomentar a eventual venda ou cisão da companhia.

Desvantagens do Dual Track

Tanto o processo de cisão e venda quanto a oferta pública de ações na bolsa de valores vão ter custos relativamente elevados.

É claro que haverá ao final dos dois caminhos a possibilidade de adquirir bastante dinheiro, mas ainda sim existe um custo elevado no início.

Outro ponto importante a ser observado está relacionado à questão de não seguir nenhum dos dois caminhos.

A empresa e seus sócios ao final de todos os processos podem acabar não fazendo nem a venda ou cisão e tão poucos a oferta pública.