Dólar Quebra Recorde Histórico e Bate os 5 reais
SIMULE AGORA
| ,

Dólar Quebra Recorde Histórico e Bate os 5 reais

Dólar quebra recorde histórico aos R$ 5, com pandemia de coronavírus e fala do presidente americano Donald Trump sobre quarentena da Europa.

Por
Atualizado em 12/03/2020

Dólar quebra recorde histórico aos R$ 5, com pandemia de coronavírus e fala do presidente americano Donald Trump sobre quarentena da Europa.

Na história recente, desde a adoção do câmbio flutuante pelo Banco Central, tivemos 5 episódios marcantes de alta do dólar.

O primeiro foi justamente quando o Banco Central adotou a medida de deixar o câmbio flutuar, o que levou a cotação do dólar de R$ 1,20 para R$ 2,10 em 45 dias, no início de 1999.

Em 2002, tivemos um alta forte da moeda americana com quando o mercado temeu a iminente eleição de Lula.

Em 2008, com a crise do subprime, tivemos uma alta abrupta e que foi seguida de uma rápida recuperação.

Em 2015, tivemos uma alta do dólar com o aprofundamento da recessão brasileira e uma crise governabilidade do governo Dilma.

Neste momento, além de uma política monetária expansionista, o impacto do Coronavírus na bolsa de valores (Covid-19) e o imbróglio do petróleo levam a nossa taxa de câmbio para R$ 5,01. 

Gráfico histórico dólar quebra recorde e atinge 5 reais
Gráfico histórico dólar quebra recorde e atinge 5 reais

Nesse momento muitos investidores estão se perguntando o que fazer com os seus investimentos.

Apesar de um cenário conturbado e riscos expostos, o momento pode ser de oportunidade.

Com as fortes quedas da bolsa brasileira, muitas empresas negociam a valuations atrativos combinadas com uma perspectiva operacional positiva para os próximos anos.

O segredo nesse momento é manter a calma e fazer aportes graduais, tomando cuidado para não queimar todo caixa de uma vez só.

Não devemos tentar acertar a mínima, temos que fazer diversos pequenos aportes ao longo do caminho.

Muitos investidores acabam perdendo dinheiro por tomar risco excessivo sem saber a sua tolerância a risco.

O ideal agora é fazer alocação de ativos adequada, sempre respeitando os princípios de diversificação e de tolerância a risco.

É importante lembrar também que nessas horas é muito importante portar investimentos que protejam a carteira, como dólar, ouro e renda fixa.

Para saber qual é o seu nível de tolerância a risco e qual é a alocação ideal para você neste momento, faça o Teste de Perfil de Investidor

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE