Dividendos: Reinvestir ou Não?
|

Dividendos: Reinvestir ou Não?

Descubra o que fazer com o pagamento de dividendos e o impacto do reinvestimento nas suas ações e fundos imobiliários (FIIs).

Por
Atualizado em 27/04/2021

É muito normal vermos pessoas dizendo que pretendem investir com foco no recebimento de dividendos e essa é uma atitude elogiável.

Mas, eu quero falar sobre um erro que provavelmente alguns de vocês estejam cometendo no mercado financeiro.

O erro decorre de uma dúvida comum: Dividendos Reinvestir ou Não?

Resultado com Reinvestimento

Foco no longo prazo e em uma geração de dividendos constante e crescente podem gerar exemplos de retornos como este que aparece no gráfico abaixo de Klabin por exemplo, dos últimos 10 anos.

Klabin: Gráfico do Histórico de Dividendos
Klabin (KLBN4): Gráfico do Histórico de Dividendos

Mas, o grande erro das pessoas é que elas ignoram que grande parte desse retorno obtido no gráfico acima provém do reinvestimento dos dividendos.

Veja agora abaixo como o retorno de Klabin se reduziu quando retiramos o ajuste realizado pelo reinvestimento dos dividendos da conta.

Klabin (KLBN4): Rentabilidade sem dividendos 10 anos
Klabin (KLBN4): Rentabilidade sem dividendos 10 anos

Vejam, como praticamente a metade da valorização da ação é proveniente dos reinvestimentos dos dividendos. 

Banner will be placed here

Reinvestimento de Dividendos

O acionista que reinvestiu os proventos da Klabin nos últimos 10 anos teve um rendimento médio anual de 18,63%, enquanto aquele que sacou e gastou os proventos teve um bom rendimento também, mas de aproximadamente 12,82% ao ano em média.

Estes 6 pontos percentuais ao ano de diferença geraram uma diferença de mais de 200% em 10 anos, e em 30 anos seria uma diferença de 16.700% para o investidor que sempre reinvestiu contra 3.626% daquele que sempre sacou os proventos.

Este fator é mais notório ainda quando falamos de Fundos Imobiliários.

Banner will be placed here

Dividendos de Fundos Imobiliários

O Fundo HGLG11 mostra em gráfico, o retorno que tiveram suas cotas e o compara com 85% do CDI do período.

Este é o indicador comparável, já que os rendimentos dos Fundos Imobiliários não são tributados como a Renda Fixa tradicional que tem como menor alíquota de Imposto de Renda a taxa de 15%. 

Veja abaixo, a diferença de retorno entre o reinvestimento dos rendimentos e o não reinvestimento dos rendimentos.

Um deles dá para o investidor um retorno fabuloso bastante superior ao CDI, enquanto o outro perde inclusive para a inflação do período.

HGLG11: Rentabilidade com Dividendos
HGLG11: Rentabilidade com Dividendos

Vejam como desde Junho de 2010, na composição do HGLG11, o Fundo já rendeu 281,1%, caso o investidor tenha reinvestido os rendimentos recebidos.

Mas se o cotista preferiu sacar todos os valores pagos teve apenas 50% de alta em mais de 9 anos.

Valor insuficiente até para compensar a inflação do período.

Quando Resgatar os Dividendos

Aí, as pessoas me perguntam? 

Daniel, mas qual a vantagem de investir o nosso dinheiro se não podemos usufruir dos dividendos ou dos rendimentos?

Você está propondo que apenas façamos investimentos sem nunca resgatar? 

O primeiro ponto que eu gosto sempre de focar é que você precisa ter uma estratégia.

Dependendo dos seus objetivos, por um período, sim, você terá apenas que aportar e reinvestir os dividendos recebidos sem poder resgatar um único centavo.

Este período é chamado de acumulação. 

Em um segundo momento, chamado período de resgate, você pode e deve sacar o dinheiro para contemplar aquele objetivo que foi pré-definido no passado.

Mas, nos exemplos acima vimos que dependendo do investimento que você realize você não poderá sacar todos os dividendos recebidos não é mesmo.

Caso contrário seu poder de compra no futuro tende a diminuir. 

Conclusão: Reinvestir ou não os Dividendos?

Para terminar, cabe ressaltar que investidores bilionários precisam retirar apenas pequena parte, às vezes, inferior a 1% do valor recebido na forma de dividendos para custear suas despesas anuais.

Claro que esse é um valor extremo, mas quanto menor for a sua retirada, mais  força e longevidade terá a sua carteira. 

Investir é muito mais que receber apenas uma imagem com recomendações de compra ou de venda.

Investir é entender o racional e principalmente ter uma estratégia de investimentos como vimos neste texto.

Dois cotistas que invistam no HGLG11 ou em KLBN4 ou até mesmo em qualquer outro ativo bom pagador de dividendos, podem ter tido resultados completamente antagônicos dependendo de como fizeram a gestão das suas carteiras e dos rendimentos recebidos. 

Abraços e Bons investimentos,

Daniel Nigri
Analista CNPI 1810
Sócio Fundador e CEO do Dica de Hoje Research

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE