O que é Diluição?

Diluição é o efeito sobre a participação dos acionistas de uma determinada empresa quando essa companhia faz uma nova emissão de ações.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Ao emitir novas ações, os acionistas que já estão posicionados na empresa, vão ver suas posições se diluir.

Uma forma de reduzir essa diluição da posição é aumentando a participação na empresa, participando da nova oferta, ou simplesmente comprando mais ações quando as mesmas estiverem disponíveis na bolsa.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Diluição na Prática

Vamos supor que a empresa XXX possui 1.000 ações no mercado. Cada ação da empresa XXX tem o valor de R$ 10,00.

Portanto o valor total da empresa XXX é de R$ 10.000,00. Em um determinado dia, a empresa XXX resolve comunicar ao mercado o lançamento de mais de 1.000 ações.

Desse modo, a participação de cada acionista será diluída pela metade. Vale destacar que a diluição não está relacionada diretamente ao valor da ação. 

Portanto o valor que era de R$ 10,00 cada vai continuar conforme a volatilidade do mercado. 

Na verdade, o que pode acontecer a princípio é o aumento do valor da empresa em caso do novo lançamento de ações alcançar um valor de R$ 10,00 por ação.

Desse modo a empresa XXX terá 2.000 ações, cada uma pelo valor de R$ 10,00 e isso resultará em um valor total de R$ 20.000,00.

A diluição é referente à participação do acionista na empresa e não ao valor que o investidor tem em ações. 

Benefícios da Diluição

Como mencionado, um dos principais benefícios está vinculado à questão de conseguir aumentar o valor da empresa.

Mesmo que o novo lançamento de ações empurre o valor da ação para baixo, por exemplo, para R$ 9,00, ainda sim, devido à quantidade total, que agora é de 2.000 ações, o valor da empresa vai para R$ 18.000,00.

Os principais acionistas, ou os proprietários da empresa ainda vão permanecer com participação maior e com um patrimônio valorizado.

Além disso, a empresa terá mais recursos para investir no próprio negócio. Querendo ou não, a companhia conseguiu captar mais recursos por meio de uma nova oferta, fato que dá mais possibilidades de novos investimentos.

Se tudo der certo, quem sabe no futuro a empresa não faça mais oferta de ações? Uma empresa que consegue gerar mais ganhos e lucrar mais, não terá muitos problemas em aumentar a quantidade de ações diluindo a participação dos antigos acionistas.

Desvantagens da Diluição

Para aqueles acionistas que gostariam de manter a participação na empresa, o lançamento de novas ações força os mesmos a comprar mais ações.

Essa manobra de lançar novas ações nem sempre é do agrado dos investidores antigos, até porque, ninguém gosta de ver a participação diluída.

Outro ponto importante e que deve ser ponderado é a questão da liquidez. Com mais ações no mercado, caso os investidores não dêem atenção à empresa, é possível que haja uma desvalorização no médio no longo prazo.

O aumento de ações no mercado com a manutenção das intenções de compra e venda, podem acabar influenciando no preço do ativo.

Assim, a empresa precisa mostrar resultados no curto e médio prazo, caso seja do interesse a valorização de suas ações.

Uma boa empresa, por mais que tenha diversas ações na bolsa de valores, não vai deixar de se valorizar devido à quantidade de ações existentes. Mas uma empresa que não possui uma operação pode se desvalorizar sim.