O que é Devedor e como funciona
SIMULE AGORA

Devedor

O que é Devedor. Significado, conceito, para que serve e como funciona.

O que é Devedor?

Devedor é uma das partes relacionadas a um empréstimo ou uma operação de crédito. Dentro de uma operação tradicional de crédito nós temos o devedor e o credor.

O credor é aquele que está disponibilizando os recursos para o devedor. O devedor nada mais do que a pessoa que está recebendo os recursos e ficará com uma dívida junto ao credor.

A transação de empréstimos ou de linhas de crédito é fundamental para a economia e para os negócios em si.

Não são todas as pessoas e empresas que contam com todos os recursos suficientes para manter e expandir os negócios.

Às vezes as pessoas precisam de mais recursos e acabam se tornando devedores. O devedor tem papel importante na sociedade.

Banner will be placed here

Devedor na Prática

Quando uma pessoa ou empresa precisa de recursos, essa pessoa vai captar esses valores como um banco, demais instituições financeiras, ou de outras formas.

O credor por sua vez vai fazer uma série de análises para se assegurar de fazer um bom negócio.

A transação entre o credor e o devedor, além de envolver os valores emprestados, geralmente decorre de pagamentos de  juros também (por parte do devedor).

O credor vai querer receber algo pelos valores emprestados, sendo que esse preço geralmente é dado através dos juros cobrados pelo empréstimo.

Quando o juro é baixo em comparação ao mercado, nós estamos tratando de um empréstimo com garantia, ou o devedor tem um bom histórico de pagador, por exemplo.

Já em casos onde o juro cobrado é alto, o devedor pode ter um histórico ruim, a quantidade de parcelas pode ser alta e empréstimo pode não ter garantia.

Desse modo, com menos previsibilidade e menos garantias, o credor vai acabar cobrando mais juros para conseguir transformar o empréstimo em si e algo mais interessante.

De alguma forma, o risco para o credor precisa ser compensado de alguma forma. Havendo a liberação dos recursos e o acerto do empréstimo, o devedor recebe os recursos e o credor receberá pagamentos periódicos munidos de juros até o vencimento do empréstimo.

Devedor e os Investimentos

No cenário onde nós temos investimentos, existe a figura do credor e do devedor também.

O credor será aquele que disponibiliza os recursos para o investimento, já o devedor é a instituição ou pessoa que recebe os valores e terá obrigação de devolver os valores em determinada data ou na liquidação do título.

Por exemplo: o CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um título de renda fixa que os bancos emitem e as pessoas podem adquirir para remunerar o capital investido.

Esses recursos que são utilizados para a compra do CDB vão ficar com o banco, sendo que o banco vai pagar juros sobre tais valores a fim de compensar o investidor.

Ou seja, nesse cenário o banco é o devedor enquanto o investidor o credor. Situação parecida acontece com outros investimentos, como é o caso das Debêntures.

Empresas não financeiras utilizam as Debêntures para fazer captação de recursos junto a investidores no mercado.

As Debêntures geralmente contam com data de expiração e com uma rentabilidade paga periodicamente.

Esses pagamentos podem ocorrer através de conversão do título em ações da empresa, ou por meio de distribuições de juros periódicos.

A empresa emissora se torna a devedora de todos os investidores que compraram as debêntures nesse caso.

Importância do devedor

O devedor tem grande relevância no capitalismo. Ao analisar os bancos, podemos classificar os mesmos como credores e devedores simultâneos, por exemplo.

Ao mesmo tempo em que um banco empresta dinheiro aos seus clientes, de outros ele capta recursos para financiar tais operações.

Ou seja, na hora da empresa o banco é um credor, já na hora de captar através dos depósitos ou dos investimentos, o banco passa para a condição de devedor.

São os bancos (públicos ou privados) que conseguem ajudar na questão dos financiamentos, empréstimos à população em si.

Sem a figura dos bancos, muitas pessoas teriam sérias dificuldades em comprar um veículo ou uma casa, por exemplo.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE