O que é Desemprego Friccional?

Desemprego Friccional é o desemprego considerado normal, ou seja, o desemprego que ocorre por diversas razões e faz a pessoa perder sua ocupação e o salário.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

Dentre alguns dos motivos relacionados ao Desemprego Friccional nós temos a opção do funcionário por trocar de função, partindo para outro ramo de atuação.

Ou de repente, o desejo da empresa de desligar do funcionário por motivos ligados à performance simplesmente.

O Desemprego Friccional não tem ligações com a economia em si, conjuntura ou sazonalidade da atividade em questão.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Desemprego Friccional na Prática

Vamos supor que a empresa XXX está mudando de localização. A empresa que antes tinha sua sede no centro da cidade, agora vai mudar para uma região mais distante em um novo complexo.

A mudança ocorrerá em duas semanas, sendo que a companhia XXX pretende financiar os seus funcionários com transporte para todos.

Porém, um dos funcionários não gostou da mudança de endereço da empresa e por esse motivo resolveu se desligar.

Em uma situação assim, onde não há motivos ligados à conjuntura, economia ou sazonalidade, a demissão será tratada com estatística de Desemprego Friccional.

Vamos imaginar que o funcionário que trabalha com vendas em uma loja de roupas não quer continuar no ramo, uma vez que o mesmo acabou de se formar em contabilidade.

O fato de ser formado em contabilidade está influenciando o funcionário na tomada de decisão por trabalhar em um escritório de contabilidade ao invés de permanecer na loja de roupas.

Essa demissão também é tratada como Desemprego Friccional. Por último, nós temos a situação daqueles que estão procurando o primeiro emprego ou são idosos e procuram por trabalho.

Os mais novos nem sempre vão conseguir trabalhos na primeira tentativa. Sendo que o primeiro emprego pode demorar bastante.

Já os idosos também possuem certas dificuldades em conseguir trabalho, uma vez que as atividades desempenham nem sempre poderão exigir aptidões físicas.

Vantagens do Desemprego Friccional

Dentre todas as formas de desemprego, aquelas que se encaixam no Desemprego Friccional são mais benéficas.

Desempregos relacionados a questões econômicas ou conjunturais de um país revelam problemas graves e até crônicos. São problemas que levam tempo para corrigir.

Já o Desemprego Friccional, está vinculado a questões como as já mencionadas. A mudança de endereço de uma empresa, ou a vontade de um funcionário por trabalhar em uma nova atividade, diferente da desempenhada na atual companhia.

Dependendo da situação, aquele que entra como estatística no Desemprego Friccional, provavelmente não permanece por lá por muito tempo.

Até porque o funcionário não é um mau trabalhador, só porque ele se desligou da empresa. Sendo assim as condições de recolocação são elevadas. 

Desvantagens do Desemprego Friccional

A maior desvantagem do Desemprego Friccional está relacionada à própria questão de estar desempregado sem uma função.

Por mais que o desemprego tenha sido provocado por motivos pequenos, o fato de estar sem uma função, pode influenciar negativamente na renda do trabalhador.

Sem renda, o cidadão, com o passar do tempo vai se ver obrigado a voltar para a antiga atividade ou até para uma função de menor prestígio.

Pedir demissão observando a troca de uma atividade ou a procura por um emprego próximo a residência são coisas que nem sempre podem dar certo.

E se der certo, nem sempre será de forma rápida. Por isso, o Desemprego Friccional pode acabar somando com os demais tipos de Desemprego e potencializando os números e reduzindo a renda de uma nação.