O que é Desconto Hiperbólico?

O Desconto Hiperbólico é um nome dado à percepção do valor que damos para benefícios recebidos agora ou no futuro.

Com relação ao valor que damos sobre obrigações que são quitadas agora ou no futuro, a denominação de Desconto Hiperbólico também pode ser utilizada.

A interpretação sobre o Desconto Hiperbólico em nosso cotidiano é bem simples, exemplo:

Vamos supor que a pessoa veja um produto com desconto e reconheça a possibilidade de comprar o mesmo economizando dinheiro.

A compra é efetuada devido ao desconto, isso é um efeito perverso do Desconto Hiperbólico. O consumidor ao reconhecer a redução no preço, aumentou o valor do produto e assim comprou o mesmo.

Tecnicamente, o gasto efetivado naquele momento vai render prejuízos no futuro, uma vez que o valor poderia ser utilizado em outra coisa de maior necessidade ou em um investimento, que pudesse agregar valor e rentabilizar no futuro.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Desconto Hiperbólico na Prática

Vamos supor que uma pessoa tenha dívidas. Ao receber o décimo terceiro salário, a pessoa resolve utilizar os recursos para amortizar parte da dívida.

Essa iniciativa também é um fato gerador do Desconto Hiperbólico, mas nesse caso é um efeito positivo.

Ao amortizar parte da dívida, a pessoa está reduzindo os danos referentes ao juro no futuro. Além de reduzir a carga no futuro, o pagamento alivia as contas atuais também.

Outro exemplo na prática sobre o Desconto Hiperbólico está em fazer parcelas no cartão de crédito.

No momento em que você consegue comprar um produto que pode lhe exigir um investimento de R$ 1.200,00, por doze parcelas de R$ 100,00, nós temos a falsa sensação que a compra foi mais em conta, ou que os efeitos do pagamento serão menores.

Porém, não é assim que acontece. Os R$ 1.200,00 serão utilizados de qualquer forma, mas ao invés de “sentir” o impacto do pagamento no momento, a pessoa está só postergando.

De qualquer forma o valor vai sair da conta e os efeitos benefícios do dinheiro no longo prazo não ocorrerão.

Aliás, a pessoa vai pagar as parcelas sem saber como será a situação financeira no futuro. Algo complexo, ainda mais quando a pessoa depende do trabalho assalariado, por exemplo.

Descoberto Hiperbólico e Lacuna de Empatía

A Lacuna de Empatia é um nome dado ao fato da pessoa não conseguir mensurar de fato como ela estará no futuro.

Por exemplo: ao mencionar compras parceladas, as pessoas normalmente têm a ideia de controle sobre as parcelas e efetuam a compra.

Porém, o fato simples de pagar as parcelas é uma variante. A pessoa pode no futuro enfrentar outros problemas que podem exigir mais dinheiro em outras áreas.

Ou seja, mesmo que o trabalho esteja rendendo bons ganhos e que os valores parcelados estejam sendo pagos, devido a variações diferentes do futuro, talvez, a pessoa possa contrair problemas para continuar pagando aquele parcelamento feito atrás.

Desse modo, é possível dizer que o Desconto Hiperbólico e a Lacuna de Empatia possuem forte ligação.

Desconto Hiperbólico e Viés de Presente

O Viés de Presente é um nome dado à ideia de que o presente é o mais interessante. Ou seja, aquele desconto que está ocorrendo hoje em um determinado produto é mais importante do que investir o capital pensando no amanhã.

A relação entre o Desconto Hiperbólico e o Viés de Presente são bem fortes também, uma vez que o Viés de Presente é algo que ocorre com frequência.

A “Black Friday”, por exemplo, é um momento onde vários produtos e serviços se tornam mais “baratos” e despertam o interesse de consumidores, só pelo fato de estar mais barato, mas não da necessidade em si.

Enquanto o fato da promoção desperta o interesse imediato, o Desconto Hiperbólico está presente na questão da compra e da perda de valor do dinheiro no futuro.