David Einhorn, o Fundador do Greenlight Capital
|

David Einhorn, o Fundador do Greenlight Capital

Conheça um dos investidores mais acompanhados de Wall Street devido às suas opções de investimento ousadas.

Por
Atualizado em 27/07/2021

David Einhorn é um dos gestores de fundos de hedge mais bem-sucedidos e seguido de perto no setor financeiro. Conhecido por ser pouco simpático com seus clientes, suas opções de investimento são ousadas, apostando em ações que ninguém quer.

O nome de Einhorn é lembrado por sua aposta certa em uma posição curta no Lehman Brothers antes do colapso durante a crise financeira de 2008.

Sua genialidade permitiu que seu fundo de hedge Greenlight Capital acumulasse US$ 7 bilhões em ativos e um retorno líquido de 15,4% desde o início, em maio de 1996.

Embora não tenha registrado bons resultados atualmente, a fortuna pessoal de David Einhorn ainda o coloca na seleta lista de bilionários da revista Forbes.

Além de sua carreira como gestor de fundo de investimento, Einhorn também ficou conhecido por identificar fraudes contábeis em empresas listadas.

A influência que seus comentários fazem sobre os mercados ou ações específicas é chamada de “efeito Einhorn“.

Conheça mais sobre a trajetória do investidor americano David Einhorn, sua estratégia de investimento e resultados.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Quem é David Einhorn

David Einhorn é um investidor americano e gestor de fundos de hedge. Ele é o fundador e presidente do Greenlight Capital, fundo de investimentos de capital livre, criado em 1996.

Na lista da Forbes, David Einhorn aparece na posição 1650 em 2021, com patrimônio estimado em US$ 1,4 bilhão.

Vida e carreira

David Einhorn nasceu em Nova Jersey, nos Estados Unidos, em 20 de novembro de 1968.

O interesse por investimentos foi herdado de seu pai, criador da empresa de consultoria Einhorn & Associates e do fundo de capital de risco Capital Midwest Fund.

O americano se formou na Faculdade de Artes e Ciências da Cornell University em 1991, mas foi fazer sua carreira nos investimentos.

Em 1993, começou a trabalhar no fundo de hedge Siegler, Collery & Co.

Em 1996, fundou a Greenlight Capital Inc. com capital inicial de US$ 900 mil.

No início dos anos 2000, o nome de Einhorn ganhou notoriedade após uma briga pública contra a empresa de investimento de capital privado Allied Capital, acusando o grupo de inflar suas ações. 

Em 2007, a Securities and Exchange Commission (SEC), a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, confirmou que a Allied quebrou as leis referentes à contabilização e avaliação de títulos líquidos.

Essa história resultou em um livro escrito por David Einhorn chamado “Fooling Some of the People All The Time – a Long Short Story”, em tradução livre “Enganando algumas pessoas o tempo todo”.

Em 2008, ele ganhou muito dinheiro para seus clientes vendendo ações do Lehman Brothers ao apostar contra a bolha do mercado imobiliário dos Estados Unidos.

Em 2012, Einhorn e Greenlight Capital foram multados pela FSA (Autoridade de Serviços Financeiros do Reino Unido) por negociação com informações privilegiadas.

Embora Einhorn tenha argumentado que a multa não era justa, ele preferiu não se envolver em uma longa briga.

O bom desempenho de seu fundo começou a cair em 2015.

Em 2018, estima-se que o Greenlight Capital encolheu para cerca de US$ 5,5 bilhões em ativos administrados, com clientes frustrados retirando seus investimentos da empresa.

David Einhorn também é conhecido por seus trabalhos filantrópicos. Ele é membro do conselho da The Michael J. Fox Foundation, que investe em pesquisas para encontrar a cura para a doença de Parkinson.

E contribui para a Robin Hood Foundation, que contribui para várias instituições de caridade na área de Nova York.

Banner will be placed here

Estratégia de investimento de David Einhorn 

O fundo de hedge de David Einhorn concentra-se principalmente em ações corporativas negociadas publicamente e ofertas de dívida.

A principal estratégia de investimento no Greenlight Capital é a long&short, onde se assume posições compradas em ações que devem se valorizar e posições curtas em ações que devem cair. 

Embora Einhorn seja mais conhecido por suas estratégias de vendas a descoberto, ele também trabalha com posições longas dependendo do ativo.

Contestar as empresas publicamente tornou-se uma marca de David Einhorn. Tanto que o impacto de seus comentários negativos sobre o valor de ações e setores do mercado é chamado de “efeito Einhorn” (Einhorn effect).

Há quem diga que isto seja apenas uma manobra para conseguir vantagens sobre sua posição no mercado.

Einhorn também é conhecido como um investidor ativista, aquele que tenta efetuar mudanças nas operações de uma empresa com o intuito de proteger os interesses dos acionistas.

O fundo de Einhorn tem passado por dificuldades nos últimos anos, com alguns investidores retirando seu dinheiro.

A retração começou em 2015 quando o Greenlight caiu mais de 20%, o que pode ser parcialmente explicado pela queda de 74% nas ações da produtora solar e eólica SunEdison Inc., que era uma das maiores participações do fundo na época.

De acordo com o The Wall Street Journal, muitos investidores esperavam que a queda fosse um acaso, no entanto, a desaceleração do Greenlight continuou. 

Os investidores começaram a questionar a abordagem de Einhorn de se manter com ações de valor em vez de ações de alto crescimento. 

No entanto, ele continua confiante em seus métodos. “Acreditamos que nossas teses de investimento permanecem intactas”, escreveu ele em uma carta a investidores em abril. 

“Apesar dos resultados recentes, nosso portfólio deve apresentar um bom desempenho ao longo do tempo.”

Os investidores também estão preocupados com a falta de comunicação da empresa com seus clientes e seus termos de liquidez mais rígidos no qual os investidores precisam se comprometer com os investimentos por três anos, com apenas uma chance anual de desistência depois disso.  

Mesmo com os resultados recentes sem brilho, Greenlight gerou um retorno líquido anualizado superior a 15% desde 1996.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Onde David Einhorn investe

David Einhorn prosperou logo no início com seu fundo de hedge ao identificar empresas financeiras fracas para vendas a descoberto. Assim, obteve ganhos significativos com a Conseco, CompuCredit, Sirrom Capital e Resource America.

Um dos curtas mais famosos de Einhorn ocorreu em 2002 quando acusou a Allied Capital, uma firma de finanças privadas, de fraude contábil. 

Einhorn, que tinha uma posição vendida na Allied Capital, alegou publicamente que a empresa enganava seus acionistas engavetando seus livros e inflando o preço de seus ativos. 

A prática fraudulenta da Allied distorceu o valor real de suas ações.

Um dia depois de Einhorn divulgar suas suspeitas ao público, o preço das ações da Allied Capital caiu 20%, rendendo a Einhorn altos ganhos em sua posição vendida. 

Em 2007, David Einhorn registrou sua vitória mais significativa com sua aposta curta no Lehman Brothers.

Einhorn vendeu ações do banco acusando a empresa de estar envolvida em práticas contábeis duvidosas.

Semanas depois, o Lehman divulgou prejuízo trimestral de US$ 2,8 bilhões e declarou falência em setembro de 2008, o que foi um dos fatores de estresse para a quebra do mercado de ações naquele ano.

A briga de David Einhorn com as empresas listadas não parou por aí.

Em 2011, Einhorn pediu a saída do CEO da Microsoft na época,Steve Ballmer, dizendo que “sua presença contínua é o maior obstáculo nas ações da Microsoft”.

No mesmo ano, Einhorn anunciou publicamente sua posição vendida em ações da Green Mountain Coffee Roasters, empresa que havia registrado o terceiro maior ganho no índice Midcap 400 da Standard & Poor’s. 

Em sua apresentação, Einhorn disse que usar um dos produtos da companhia “é uma maneira muito cara de beber café em casa” e pediu que a empresa aprimore suas divulgações.

Após o discurso de Einhorn, o preço das ações da Green Mountain caiu 10%.

Em 2013, Einhorn travou uma batalha contra a gigante da tecnologia Apple (AAPL34) para pressionar a empresa a emitir ações preferenciais perpétuas com pagamento de dividendos como meio de distribuir alguns de seus US$ 137 bilhões em dinheiro aos acionistas. 

Ele também exigiu mudanças na maneira como a empresa apresenta opções de voto aos acionistas,  impedindo a companhia de agrupar quatro votos diferentes para acionistas em uma única cédula.

Atualmente, David Einhorn continua fazendo apostas contra as ações de tecnologia, alegando que elas estão em uma bolha “enorme”. Entre suas apostas curtas estão a Amazon (AMZO34), Tesla (TSLA34) e Netflix (NFLX34).
A Greenlight Capital anunciou recentemente que adquiriu as ações do Twitter (TWTR34), da The Chemours Company e GoPro, Inc. (GPRO34).

Dicas sobre Liberdade Financeira

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE