O que são custos diretos?

Os custos diretos são aqueles gastos atribuídos diretamente aos produtos ou serviços que a organização realiza.

Em outras palavras, são aqueles custos que estão diretamente ligados e incluídos nos cálculos que são feitos para se chegar ao valor final do produto ou do serviço oferecido. 

Assim, entendemos que os custos diretos são aqueles que o empresário, empreendedor ou o gestor conseguem identificar e mensurar com facilidade, de forma clara e objetiva.

Exemplos de custos diretos são as matérias-primas utilizadas na produção do produto e a mão de obra contratada para prestar os serviços-fins da organização.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funcionam os custos diretos?

Os custos diretos abrange tudo aquilo que a empresa gasta diretamente para produzir e vender seus bens e serviços.

Geralmente, os principais componentes do custo direto são:

  • Matéria-prima;
  • Embalagens;
  • Salários;
  • Encargos sociais dos funcionários;
  • Comissão paga por desempenho;
  • Gastos com serviços terceirizados, desde que voltados para a realização da atividade-fim.
  • Energia elétrica (a parte utilizada para colocar em funcionamento os processos produtivos);
  • Máquinas e equipamentos;
  • Depreciação de máquinas e equipamentos;
  • Entre outras coisas mais.

Os custos diretos abarcam tanto os custos fixos quanto os variáveis, embora nem todo custo fixo seja custo direto.

Custo fixo

Os custos fixos são independentes do volume de produção e/ou vendas. 

Ou seja, à medida que a produção varia, os custos fixos se mantêm o mesmo para a empresa como um todo.

Entretanto, devemos ter em mente que, quanto maior a produção menor será o peso do custo fixo em cada unidade de produto.

Isso porque esse componente de custo será diluído pelos produtos fabricados.

Há vários componentes que fazem parte dos custos fixos. O que determinará o que vai entrar ou não nesta categoria será o tipo do negócio.

Geralmente os custos fixos abrangem custos mensais com aluguel, telefone, segurança, manutenção de equipamentos, limpeza, contas de luz e água, entre outras coisas mais.

Custo variável

Os custos variáveis estão diretamente relacionados ao volume de produção e/ou vendas. 

À medida que a produção varia, os custos variáveis também variam no mesmo sentido. 

Ou seja, se há um aumento de produção há também um aumento no custo variável. E o contrário ocorre quando há uma queda no nível de produção.

Um dos principais componentes do custo variável são os insumos utilizados na fabricação dos produtos.

O gasto com salários também pode entrar nesta conta, principalmente se o aumento da produção requerer uma das duas medidas a seguir:

  1. Aumento de contratação de funcionários;
  2. Aumento de horas trabalhadas e remuneradas por parte dos trabalhadores já empregados.

Diferença entre custos diretos e indiretos

Os custos diretos podem ser tanto fixos quanto variáveis, mas jamais podem ser indiretos.

Os custos indiretos são aqueles que não são abarcados pelos custos diretos - ou seja, os que não estão diretamente ligados aos produtos e serviços. 

Os custos indiretos estão alocados em áreas de suporte, abarcando custos como administrativos e de marketing.

Neste caso, os custos indiretos não podem ser atribuídos diretamente aos produtos, embora devam ser considerados na contabilidade.

Dessa forma, os custos indiretos são incluídos nos produtos a partir do rateio, no qual se divide o total dos custos indiretos pela quantidade total produzida. 

Ou seja, quanto maior é a produção de uma empresa menor serão os custos indiretos sobre cada produto.

Entretanto, pode ocorrer de uma forte elevação da produção causar aumento nos custos diretos. 

É por isso que é importante o administrador ter um amplo conhecimento sobre todas as categorias de seus custos.

Só assim o gestor irá conseguir administrar a produção e obter o melhor nível de eficiência e capacidade competitiva no mercado.