O que são custos?

Custos são os gastos que uma empresa tem e que estão diretamente relacionados ao processo de produzir bens e serviços para serem vendidos no mercado. 

É através dos custos que uma empresa consegue os insumos e mão de obra necessários para realizar suas atividades produtivas.

Uma montadora, por exemplo, precisa gerar custos para conseguir as máquinas, peças e os trabalhadores necessários para montar os carros.

Já para vendê-los ela irá gerar custos com logística, como os gastos com marketing, transporte, pátios para guardar os carros, entre outras coisas mais.

Estes custos podem ser divididos em várias categorias: custos diretos, custos indiretos, custos fixos, custos variáveis, entre outros.

A separação dos tipos de custos é fundamental para que o administrador possa fazer a gestão dos custos e organizá-los de modo a tornar a produção mais eficiente. 

Vejamos um pouco sobre alguns tipos de custos.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Custos diretos

Os custos diretos são aqueles gastos atribuídos diretamente aos produtos ou serviços que a organização realiza.

Em outras palavras, são aqueles custos que estão diretamente ligados e incluídos nos cálculos que são feitos para se chegar ao valor final do produto ou do serviço oferecido. 

Assim, entendemos que os custos diretos são aqueles que o empresário, empreendedor ou o gestor conseguem identificar e mensurar com facilidade, de forma clara e objetiva.

Exemplos de custos diretos são as matérias-primas utilizadas na produção do produto e a mão de obra contratada para prestar os serviços-fins da organização. 

Custos indiretos

Os custos indiretos são aqueles que não necessariamente estão ligados à atividade-fim realizada pela empresa. 

Isso quer dizer que são custos que interferem na produção, seja do produto ou do serviço, mas que não têm relação direta com estes. 

Neste grupo estão incluídos os gastos com água, energia, internet, aluguéis, entre outros custos. 

Por não terem exatamente esta ligação direta, os custos indiretos não chegam a ser incluídos nos custos do produto/serviço. 

Para isso, o que é feito é um rateio, que permite que estes valores sejam integrados ao preço final daquilo que a empresa oferece. 

Custos variáveis

Os custos variáveis estão diretamente relacionados ao volume de produção e/ou vendas. 

À medida que a produção varia, os custos variáveis também variam no mesmo sentido. 

Ou seja, se há um aumento de produção há também um aumento no custo variável. E o contrário ocorre quando há uma queda no nível de produção.

Um dos principais componentes do custo variável são os insumos utilizados na fabricação dos produtos.

O gasto com salários também pode entrar nesta conta, principalmente se o aumento da produção requerer uma das duas medidas a seguir:

  1. Aumento de contratação de funcionários;
  2. Aumento de horas trabalhadas e remuneradas por parte dos trabalhadores já empregados.

Outros exemplos de custos variáveis são:

  • Comissões de vendas;
  • Custos com frete;
  • Taxas de remessa;
  • Taxas de cartão de crédito;
  • Energia e água;
  • Benefícios dos funcionários;
  • Entre outras coisas mais.

Custos fixos

Os custos fixos são independentes do volume de produção e/ou vendas. 

Ou seja, à medida que a produção varia, os custos fixos se mantêm o mesmo para a empresa como um todo.

Entretanto, devemos ter em mente que, quanto maior a produção menor será o peso do custo fixo em cada unidade de produto.

Isso porque esse componente de custo será diluído pelos produtos fabricados.

Há vários componentes que fazem parte dos custos fixos. O que determinará o que vai entrar ou não nesta categoria será o tipo do negócio.

Geralmente os custos fixos abrangem custos mensais com aluguel, telefone, segurança, manutenção de equipamentos, limpeza, contas de luz e água, entre outras coisas mais.