O que é custo Brasil

Custo Brasil é um termo genérico usado para se referir a uma série de fatores relacionados às especificidades do ambiente econômico brasileiro que influenciam negativamente a vida das empresas.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

Tais custos estariam relacionados aos aspectos institucionais e estruturais do nosso país.

Assim, quanto maior o custo Brasil, mais difícil é a realização de qualquer atividade econômica no país.

Outra forma de interpretar este termo é que, quanto maior o custo Brasil maiores são as barreiras para quem quer empreender e contribuir para o desenvolvimento nacional.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como definir o custo Brasil?

O custo Brasil é um indicador informal, ou seja, não há uma metodologia oficial de cálculo para análise do seu tamanho e evolução ao longo do tempo.

Entretanto, é possível analisar os pontos que abrangem este termo e ter uma ideia sobre as condições do ambiente econômico do país.

São vários os pontos que compõem o custo Brasil. Podemos citar os principais como:

  • Legislação trabalhista - que gera pesados encargos sociais e encarecimento na contratação de trabalhadores;
  • Burocracia para a abertura de empresas - excesso de burocracia para a instalação de empresas ou para a exportação de produtos; 
  • Riscos jurídicos - legislação confusa e complexa, que gera gastos com advogados e riscos operacionais para as empresas;
  • Estrutura tributária - excesso de impostos, contribuições e taxas sobre a produção;
  • Problemas de infraestrutura - baixa qualidade de estradas, estrutura ferroviária e hidroviária pouco desenvolvidas, comunicações deficientes, portos e aeroportos ineficientes e de alto custo operacional; 
  • Excesso de corporativismo - domínio de sindicatos de trabalhadores sobre certos tipos de atividade, atrapalhando o avanço de mudanças que aumentariam a produtividade do trabalho;
  • Corrupção - atrapalha a gestão dos recursos públicos e também bom funcionamento dos mecanismos de mercado;
  • Entre outras coisas mais.

Para se ter uma noção sobre o tamanho do custo Brasil o analista deve avaliar cada um destes pontos e comparar como as coisas funcionam em outros países mais desenvolvidos.

Portanto, podemos dizer que o custo Brasil é um indicador qualitativo e não quantitativo, uma vez que é difícil de mensurar questões institucionais e subjetivas.

Como o custo Brasil afeta a economia?

Muitos analistas consideram que o custo Brasil é um dos principais empecilhos para o crescimento e desenvolvimento do país.

O argumento principal é que o custo Brasil gera um ambiente de negócios ruim que requer um esforço maior das empresas para se instalarem e sobreviverem no mercado.

Esse esforço gera gastos pesados para as empresas com setores que não fazem parte da produção.

Por exemplo, o excesso de burocracia faz com que seja necessário as empresas gastarem bastante recursos com setores jurídico, contábil e administrativo.

Se o país tivesse uma legislação mais simples e justa, esses gastos seriam menores e, com isso, as empresas conseguiriam ser mais eficientes.

Como resultado, a produção seria menos onerosa, de modo que as empresas poderiam oferecer bens e serviços mais baratos para a população.

Outro exemplo de impacto negativo do custo Brasil nas operações das empresas é a infraestrutura precária.

Dado a baixa qualidade dos meios de locomoção (rodovias, ferrovias, hidrovias) temos que as empresas gastam muito com logística.

Dado que o Brasil é um país de extensão enorme, é fundamental que os meios de locomoção e comunicação fossem melhor planejados.

Reformas como forma de diminuir o custo Brasil

Para tentar amenizar o efeito do custo Brasil, o governo tem, nos últimos anos, se esforçado em aprovar reformas para reverter um pouco este efeito.

Reformas como a trabalhista, previdenciária, administrativa, tributária e fiscal têm estado no radar do Congresso Nacional nos últimos tempos.

Acredita-se que o andamento destas reformas serão de suma importância para sinalizar o esforço do país em diminuir os mecanismos geradores de ineficiência.

Assim, se as reformas avançarem e diminuírem o custo Brasil, é esperado que o país consiga atrair mais fluxos de capital estrangeiro e aumentar os investimentos necessários para o seu crescimento e desenvolvimento.