O que é cupom cambial?

O cupom cambial é o nome dado para definir a remuneração, em dólares, dos investimentos feitos no Brasil (em reais).

Outra definição de cupom cambial é o ganho financeiro, em dólar, de investir em outro tipo de moeda.

O cupom cambial é calculado a partir da variação da taxa de juros no Brasil, utilizando o CDI, menos a variação do câmbio no período considerado.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Para que serve o cupom cambial?

O cupom cambial é um indicador bastante utilizado por investidores estrangeiros que vem investir no Brasil, ou em qualquer outro país que não seja os EUA.

É a partir do cálculo do cupom cambial que se consegue saber o rendimento real de um investimento em dólar.

De que adianta um investidor estrangeiro ter ganhos com investimentos em reais se o dólar valorizou-se fortemente frente ao Real?

Pensemos sobre este problema a partir de um exemplo simples:

Suponha que um investidor tenha comprado ações de uma empresa brasileira, cotada em reais, na B3 (Bolsa de Valores do Brasil).

Suponhamos também que essas ações dobraram de preço, ou seja, o investidor ganhou 100% em reais.

Entretanto, na hora de resgatar o investimento, e levar os lucros pro seu país, viu que o dólar triplicou de preço frente ao Real, no período em que permaneceu investido no Brasil.

Neste caso, consideremos que houve uma valorização do dólar frente ao Real na magnitude R$2,00 para R$6,00.

Neste caso, o investidor perdeu dinheiro em vez de ganhar.

Se ele investiu mil dólares, na cotação de R$2,00, e ganhou 100% em ações, quando ele for tirar o dinheiro do país, com a cotação a R$6,00, ele terá apenas U$666,67.

Ou seja, perdeu 30% do que investiu.

Como calcular o cupom cambial?

A essa altura já deve estar bem fixado a lógica do cupom cambial, não é mesmo?

O cupom cambial leva em conta duas premissas básicas

  1. Qual é o potencial ganho com o investimento no país em moeda local? 
  2. Qual é a variação cambial esperada da moeda do país?

Na seção anterior, usamos um exemplo para tentar esclarecer essa lógica de funcionamento do cupom cambial.

Mas o cupom cambial tem uma fórmula específica, que é dada por:

Cupom cambial = [(1 + Tx) / (1 + ΔCâmbio)] – 1

Tx = Taxa de juros local (ou ganho com o investimento local)

ΔCâmbio = variação cambial

A taxa de cupom cambial nos dá o valor em porcentagem.

Essa porcentagem é o lucro/prejuízo do investimento, feito em um país em termos de uma moeda estrangeira, dentro de um período como um todo.

Assim, se o investimento ficou em um país por um mês, ou um ano, o valor da fórmula de cupom cambial será o mesmo.

Neste caso, após calcular o valor do cupom cambial, será preciso ponderar o resultado para o período desejado de análise.

A partir do exemplo dado anteriormente, temos que a seguinte conta:

Cupom cambial = [(1 + 1) / (1 + 2)] – 1 = – 33%

Ou seja, da mesma forma como demonstrado antes, temos um prejuízo de 33%.

O cupom cambial é muito utilizado para cálculos de rendimento esperado de títulos de renda fixa, visto que a taxa de juros do título já é conhecida.

O trabalho, neste caso, é apenas o de estimar o valor esperado do câmbio, o que é uma tarefa mais complexa.

Por que usar o dólar?

Na maioria das vezes o cupom cambial é calculado com base no dólar.

Isso ocorre porque o dólar é a principal moeda mundial. Ou seja, a maioria dos negócios são feitos nesta moeda.

Mesmo que você compre produtos de outros países que não sejam os EUA, como China, Índia, Argentina, México ou Alemanha, o valor do negócio muito provavelmente estará cotado em dólar.

Além disso, o dólar é uma moeda bastante confiável pois tende a manter o seu poder de compra mais constante ao longo do tempo do que outras moedas, como o Real.

Outra moeda bastante forte é o Euro, entretanto, ainda assim o dólar é dominante.

Moedas de países emergentes, como o Real Brasileiro, o Peso Mexicano, o Peso Argentino, a Rupia Indiana, são bem mais instáveis, e, por isso, são menos usadas como referência.

Por isso, é interessante o investidor ter sempre em mente diversificar seus investimentos e considerar realizar aplicações em dólar.

Caso tenha interesse, temos um artigo sobre como investir em dólar para te ajudar nos primeiros passos.