CPTS11B: FII Capitânia Securities II Vale a Pena?
| ,

CPTS11B: FII Capitânia Securities II Vale a Pena?

Conheça o Fundo Imobiliário Capitânia Securities II (CPTS11B): Dividendos, Rentabilidade, Subscrição e Riscos.

Por
Atualizado em 29/10/2020

Fundo Imobiliário Capitânia Securities II (CPTS11B) realiza nova emissão de cotas com oferta de subscrição. 

A forte queda registrada em março não tirou o fôlego de todos os fundos imobiliários

Na contramão da tendência, o fundo CTPS11B publicou agora em maio (06) seu prospecto preliminar da 6ª emissão de cotas, que vem com a atrativa oferta de subscrição para seus cotistas. 

O preço de emissão das novas cotas será de R$ 94,10, sendo o fator de multiplicação para a subscrição de 1,24098361971. 

Com isso, para cada 100 cotas que possua, o cotista do fundo poderá adquirir 124 novas cotas. 

Após fechar abril cotado a R$ 97,80, o CPTS11B flutuou entre os R$96,75 e os R$ 98,72 na primeira quinzena de maio. 

Se você busca maneiras mais eficientes de ampliar seu capital e receber uma renda mensal isenta de IR, deve investir nos melhores fundos imobiliários, principalmente os FIIs que compõem o IFIX (índice dos FIIs listados em bolsa).

Por isso, conhecer as características do CPTS11B é fundamental!

Neste artigo, você entenderá: 

  • O que é CPTS11B;
  • Rendimentos do CPTS11B;
  • Resumo da Carteira do CPTS11B;
  • Liquidez do CPTS11B;
  • Principais riscos do CPTS11B;
  • Se o CPTS11B vale a pena. 

Leia até o final e descubra se o Fundo Imobiliário Capitânia Securities II (CPTS11B) Vale a Pena e deve fazer parte de sua carteira de investimentos!

Quais os Melhores FIIs para 2021? Clique Aqui e Receba Dinheiro na Sua Conta Todos Meses.

O que é CPTS11B FII?

O código CPTS11B identifica o Fundo Imobiliário Capitânia Securities II, gerido pela Capitânia S.A e administrado pela BTG Pactual

Trata-se de um fundo do tipo papel, onde a maior parte dos recursos é destinada a títulos de dívidas imobiliárias. 

No CPTS11B o foco são CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários), porém o fundo aceita outros papéis lastreados em imóveis e mesmo cotas de outros Fundos Imobiliários

De fato, os fundos ocupam uma parcela relevante de sua carteira na atualidade. 

Iniciado em agosto de 2014, o CPTS11B  trouxe o mercado 500 mil cotas comercializadas a R$ 100 cada uma. 

Ao final de março de 2020, o CPTS11B apresentava um patrimônio líquido superior a R$ 297 milhões.  

Banner will be placed here

CPTS11B Rendimentos

No mês de abril, o CPTS11B distribuiu R$ 0,65 em dividendos por cota. O valor é referente ao mês de março. 

Esses dividendos significam 0,73% sobre o valor do fechamento da cota em março, que foi de R$ 89,50. 

Nos 12 meses anteriores, os rendimentos mensais do CPTS11B  somaram R$ 8,30, o que corresponde a 9,27% sobre o valor de cota registrado ao final de março. 

A tabela abaixo mostra os rendimentos distribuídos pelo CPTS11B  desde 2018. Valores em Reais. 


JanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDez
20200,650,650,65








20190,650,650,650,670,750,800,750,750,700,650,650,63
20180,720,700,750,800,700,800,850,800,780,800,801,15

Fonte: Relatório Gerencial. 

Cabe ressaltar que o fundo possui R$ 0,47 em resultado distribuível acumulado. Com isso, a gestão pretende suavizar possíveis impactos momentâneos sobre seus rendimentos. 

A imagem abaixo detalha o resultado por cota entre janeiro e março de 2020. 

Rendimentos Mensais CPTS11B
Rendimentos Mensais CPTS11B. Fonte: Relatório Gerencial.

Quais os Melhores FIIs para 2021? Clique Aqui e Receba Dinheiro na Sua Conta Todos Meses.

Resumo da Carteira do CPTS11B 

A carteira do CPTS11B é composta em maior parte por CRIs, títulos que funcionam como empréstimos e geram juros de forma periódica ou em seu vencimento. 

No entanto, a carteira comporta uma parcela relevante de cotas de outros fundos imobiliários.

A composição da carteira do CPTS11 em março passado era a seguinte:

  • CRI: 69,7%
  • Fundos Imobiliários: 30,3%
Alocação de Ativos CPTS11B
Alocação de Ativos CPTS11B. Fonte: Relatório Gerencial

Carteira de CRI

Os CRIs que compõem a carteira do CPTS11B são em maioria (28,5% do patrimônio líquido – PL) do segmento de shopping centers. 

Títulos com lastro comercial ocupam a segunda posição, representando 14,2% do PL do fundo. 

O portfólio apresenta ainda CRIs do segmento logístico/industrial e de indústria (10,7% e 2,2% respectivamente) e 14% aplicados em papéis pulverizados (CRIs residenciais e de loteamento). 

No gráfico abaixo veja a composição da carteira de CRIs do CPTS11B em março/20, segundo o segmento dos títulos.

Alocação CPTS11B por Segmento
Alocação CPTS11B por Segmento. Fonte: Relatório Gerencial.

Diversificação

O CPTS11 possui 34 CRIs em sua carteira. 

A maior exposição (8,07% do PL) é o CRI BTG Malls, que tem um duration de 5,01 anos. 

As 5 principais exposições somam 28,88% do patrimônio líquido do fundo (PL). Ao considerar as 10 maiores, o percentual sobe para 43,79%. 

Essa relação percentual é positiva: denota que a carteira é diversificada de maneira inteligente, buscando minimizar o risco para quem vai investir.


A tabela abaixo mostra os detalhes sobre os CRIs na carteira do CPTS11 em março de 2020.

AtivoSegmentoDevedor% do PLDuration (anos)
BTG Malls FII ShoppingBTG Malls FII 8,07%5,01
Vinci Logística Logístico/IndustrialVinci Logística FII7,04%5,58
JHSF MallsShoppingJHSF Malls5,28%6,32
Park Shopping Jaraguá do SulShoppingTenco4,35%3,40
Vitacon ComercialVitacon4,14%3,86
Berrini OneComercialHRDI3,66%5
You IncComercialYou Inc2,98%1,43
Jequitibá Plaza ShoppingShoppingJPS2,88%4,01
São CarlosComercialSão Carlos2,78%3,50
MRVResidencialMRV2,61%1,65
GBS 80SShoppingGeneral Shopping2,57%3,24
HelborComercialHelbor2,35%5,93
R BandeirantesIndústriaRefrescos Bandeirantes2,21%2,09
GBS 27SShoppingGeneral Shopping2,03%2,58
LOG CPLogístico/IndustrialLOG CP1,91%3,81
Brasil FoodsLogístico/IndustrialBrasil Foods1,626,41
JHSF MallsShoppingJHSF Malls1,52%7
GSP 27S 4ELoteamentoGSP1,30%0,47
CipasaLoteamentoCipasa1,12%1,55
HBRComercialHBR0,95%5,73
Shopping SulShoppingShoppin Sul0,95%1,54
DamhaLoteamentoDamha Urbanizadora0,91%0,92
PillarLoteamentoPillar0,84%0,40
GincoLoteamentoGinco0,66%0,81
ColoradoLoteamento Colorado0,59%1,64
AGVLoteamento AGV0,50%1,32
Shopping Sul 53SShoppingShopping Sul0,47%1,58
Vila LeopoldinaResidencialVila Leopoldina SPE0,33%3,24
Colorado 33SLoteamentoColorado0,23%1,55
HelborResidencialHelbor0,13%1,19
HelborComercialHelbor0,125,99
UrbplanLoteamentoUrbplan0,06%
EsserResidencialEsserinferior a 0,05%
PDGResidencialPDGinferior a 0,05%

Fonte: Relatório Gerencial. 

Carteira de Fundos Imobiliários

Em março de 2020, a carteira de fundos imobiliários do CPTS11B era composta por 25 ativos que somavam 30,3% do patrimônio líquido do fundo. 

A maior exposição, o FII RBBV11, representa 5,67% do PL do fundo. 

Na tabela abaixo veja o detalhamento dos fundos imobiliários onde o CPTS11B investe e o volum em Reais que cada ativo representa. 

AtivoSegmentoVolume (R$)
RBBV11Residencial16,86 milhões
RNDP11CRI14,04 milhões
BARI11CRI8,74 milhões
RDPD11CRI8,28 milhões
XPCI11CRI7,38 milhões
CVBI11CRI7,19 milhões
BTCR11CRI4,99 milhões
FLCR11CRI4,50 milhões
SADI11CRI3,26 milhões
MCCI11CRI3,18 milhões
SHOP11Shopping3,05 milhões
RBIV11CRI2,61 milhões
PLCR11CRI1,65 milhão
VOTS11CRI1,09 milhão
MAXR11Varejo832,06 mil
RBVO11CRI614,85 mil
FIGS11Shopping599 mil
PRTS11Shopping454,61 mil
VGIR11CRI90,27 mil
RBRR11CRI58,08 mil
ARRI11CRI45,02 mil
OUJP11CRI25,75 mil
OUCY11CRI10,71 mil
FEXC11CRI181,58
FVPQ11Shopping152,50

Fonte: Relatório Gerencial. 

Negociação e Liquidez CPTS11B

Foram registradas 10.486 negociações de cotas do CPTS11B durante o mês de abril de 2020, somando um volume total de R$ 9,24 milhões. 

A média no período foi de aproximadamente R$ 420 mil ao dia. 

Nos 12 meses anteriores, o volume total foi de R$ 252,75 milhões, com 141.245 negociações de cotas do fundo registradas. A média mensal foi de aproximadamente R$ 21 milhões no período. 

A imagem abaixo mostra a evolução das negociações do CPTS11B entre setembro de 2014 e março de 2020. 

Negociação e Liquidez CPTS11B
Negociação e Liquidez CPTS11B. Fonte: Relatório Gerencial.

Riscos do CPTS11B

Os principais riscos do CPTS11B  são: Liquidez, Risco de Concentração e Risco de Crédito. 

Liquidez

O risco de liquidez se refere ao tempo necessário para a conversão de um papel em dinheiro. 

Os fundos imobiliários são constituídos como condomínio fechado, o que impossibilita o resgate antecipado de cotas.

A venda delas fica à mercê do mercado secundário que, no Brasil, nem sempre apresenta grande liquidez geral. 

Embora o CPTS11B apresente certa liquidez no mercado secundário na atualidade (aproximadamente R$ 420 mil ao dia em abril/20), não existem garantias sobre o preço de venda, nem sobre o tempo para ela. 

Risco de Concentração

O risco de concentração se refere à diversificação adotada pela gestão do fundo. 

Em fundos de CRI, como o CPTS11B, esse risco é avaliado através de análise da carteira, buscando concentração excessiva entre os mesmos devedores. 

A carteira do CPTS11B é equilibrada, tanto entre os CRIs como entre os FIIs. Sua maior maior exposição responde por pouco mais de 8% do PL do fundo.  

Risco de Crédito

O risco de crédito é a possibilidade de que a entidade emissora ou o devedor de um título não cumpram suas obrigações de pagamento, comprometendo o retorno do fundo. 

Tal risco afeta os CRIs, ativos alvo do CPTS11B. Esses títulos são lastreados a imóveis, que são tomados em pagamentos se existe inadimplência. 

A gestão do fundo demonstra preferência por ativos lastreados em imóveis sólidos, buscando minimizar os riscos.  

No entanto, caso exista a inadimplência, se enfrenta a possibilidade de demora na conversão do imóvel em dinheiro, o que afetaria os rendimentos do fundo.

Quais os Melhores FIIs para 2021? Clique Aqui e Receba Dinheiro na Sua Conta Todos Meses.

Dados do CPTS11B

Veja agora as principais informações sobre o CPTS11B: 

  • Razão Social: Capitânia Securities II Fundo de Investimento Imobiliário
  • CNPJ: 18.979.895/0001-13
  • Gestor: Capitânia S.A
  • Público Alvo:  Investidores Qualificados e Profissionais
  • Segmento:Renda Ativa – Títulos e Valores Mobiliários
  • Patrimônio Liquido  (03/2020): R$ 297.212.758
  • Taxa de Administração:1,05% a.a. do Valor de Mercado
  • Taxa de Performance: Não há
  • Início do Fundo: 05 de agosto de 2014
  • Quantidade de Emissões: 4
  • Número de Cotistas (04/2020): 17.500
  • Número de Cotas do CPTS11B: 3.115.025
  • Regulamento do CPTS11B
  • Relatório Gerencial  CPTS11B
  • CPTS11B Site Oficial (RI)

CPTS11B Subscrição

A subscrição um direito do investidor de um fundo imobiliário. Ele assegura que o cotista possa manter seu percentual de participação no fundo ante uma nova emissão.

Na prática, o fundo emite novas cotas (geralmente a preço mais baixo) e o cotista tem a preferência na compra, sempre proporcional ao número atual de cotas que possuir do fundo.

Caso não queira usar o direito de subscrição, alguns fundos permitem que você venda esse direito através do home broker da sua corretora de valores.

Agora em maio (06), o CPTS11B publicou seu prospecto preliminar, onde contempla a subscrição com o fator 1,24098361971. 

Esse fator é aplicado sobre o número de cotas que se possua na data do anúncio da oferta. 

Assim, para cada 100 cotas, o cotista do fundo poderá adquirir 124 novas cotas ao preço de emissão (R$90,54).

O exercício do direito de preferência  começa dia 29 de maio e vai até 20 de junho de 2020

Veja a Datas e Prospecto da Recente Emissão de Subscrição do CPTS11B:

Dúvidas sobre CPTS11B

Veja as dúvidas mais comuns sobre o CPTS11B.

Como comprar CPTS11B?

A compra de cotas do CPTS11B é feita através das corretoras de valores. Abrir sua conta em uma delas e transferir o montante que deseja investir para ela são os primeiros passos. 

Então, basta acessar o Home Broker, buscar o fundo pelo código (CPTS11B) e selecionar o número de cotas e valor a pagar. 

Envie a ordem de compra e aguarde a confirmação. 

Onde achar o informe de rendimentos do CPTS11B?

O informe de rendimentos do CPTS11B é disponibilizado pela gestora em seu site oficial

Onde achar o relatório gerencial do CPTS11B?

O relatório do CPTS11B está disponível no site oficial do fundo. Além disso, você o encontra neste artigo, na seção Dados do CPTS11B

Como declarar o fundo imobiliário CPTS11B no IR?

Para descobrir como declarar o fundo imobiliário CPTS11B no imposto de renda, consulte o artigo como declarar o imposto de renda sobre investimentos.

Quais os Melhores FIIs para 2021? Clique Aqui e Receba Dinheiro na Sua Conta Todos Meses.

CPTS11B Vale a Pena?

O fundo CPTS11B investe em CRI e cotas de outros FIIs e apresenta uma carteira diversificada de maneira inteligente. 

Ele está no mercado há já alguns anos, apresentando rendimentos lineares e consistentes durante esse período. 

O desafio do CPTS11B é o mesmo que os dos demais fundos: o pós-coronavírus. 

Parte relevante de sua carteira de CRI é lastreada em shopping centers, empreendimentos que sofreram de forma mais intensa o impacto do vírus na economia. 

Ainda assim, o CPTS11B é um bom fundo e vale a pena ter em carteira. Porém, não a qualquer preço: Mantenha-se próximo ao valor patrimonial. 

E, como sempre, não  comprometa a saúde de seu portfólio! Lembre-se que é preciso diversificar os seus investimentos, fazendo uma alocação de ativos de acordo com o seu perfil de investidor.

Descubra o seu perfil através deste teste online e receba uma sugestão de alocação para a sua carteira de investimentos.

Agora me conte uma coisa: Qual é o FII que você quer conhecer melhor? 

Responda nos comentários. A próxima análise pode ser a sua! 

Análise de FIIs

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.


O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE