O que é cost allocation?

Cost allocation (alocação de custos) é o processo de identificação, agregação e atribuição de custos a objetos de custo. 

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Um objeto de custo é qualquer atividade ou item para o qual você deseja medir custos separadamente. 

Alguns exemplos de objetos de custo são um produto específico, um projeto de pesquisa, um serviço, uma região de vendas ou um departamento.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Para que serve o cost allocation?

A alocação de custos é mais usada em empresas de manufatura, pois incorrem em uma variedade maior de custos.

O cost allocation é usado para fins de relatórios financeiros, para distribuir custos entre departamentos ou itens de estoque . 

A alocação de custos também é usada no cálculo da lucratividade no nível de departamento ou subsidiária, que por sua vez pode ajudar a entender como cada setor atua. 

No geral, o cost allocation é necessário porque o custo não é diretamente rastreável a um objeto específico. 

Uma vez que o custo não é diretamente rastreável, a alocação resultante é um tanto arbitrária. 

Por causa da arbitrariedade, pode ocorrer de algumas empresas entenderem a alocação de custos como a disseminação de um custo.

Uma empresa pode alocar custos para suas várias divisões com a intenção de cobrar despesas extras para aquelas divisões localizadas em áreas de alta tributação. 

Isso minimizaria o valor do lucro tributável reportável para essas divisões, entretanto, não é uma prática recomendável, por atrapalhar a transparência na divulgação dos resultados. 

Como funciona o cost allocation

Não existe um método preciso disponível para mensurar o custo de um objeto de custo, de modo que o cost allocation usa um método aproximado para fazê-lo. 

É comum usar alguns fatores base para a alocação de custos como metragem quadrada, número de funcionários, custo dos ativos empregados ou (como no exemplo) uso de eletricidade. 

O objetivo de qualquer método de cost allocation usado é distribuir o custo da maneira mais justa possível e atingir os objetivos desejados pela gestão.

O cost allocation pode ser feito, por exemplo, de uma forma que afete os padrões de comportamento dos objetos de custo

Um método de alocação com base no quadro de funcionários, por exemplo, pode levar os gerentes de departamento a reduzir o quadro de funcionários ou terceirizar funções para terceiros.

Tipos de custo

Cada organização deve definir seus custos.

No geral, existem três tipos de custos principais que são abarcados pelo cost allocation: diretos, indiretos e operacionais.

Custos diretos

São aqueles que podem ser associados especificamente a um objeto de custo final. 

Mais importante ainda, os custos diretos mensuram quais despesas estão associadas exclusivamente para a produção do produto final.

Os custos diretos mais comuns em que uma empresa incorre incluem mão de obra direta, materiais diretos e suprimentos de manufatura. 

Os custos diretos são quase sempre variáveis ​​porque variam com base nos níveis de produção. 

Assim, se a produção permanecer constante, os custos diretos também podem permanecer constantes.

Custos indiretos

Os custos indiretos são custos incorridos nas operações do dia-a-dia da empresa

São custos associados ao bom funcionamento de todos os setores da organização, mas não se vinculam a um departamento ou produto específico. 

Os custos indiretos são considerados necessários para que a produção ocorra ou os serviços sejam entregues.

Um exemplo de custos indiretos são os salários dos supervisores de linha.

Esses são considerados necessários para a produção, mas não estão vinculados a um produto ou serviço específico.

Custos operacionais

Os custos operacionais, ou administrativos, são os custos diários dos negócios. 

Os custos operacionais nunca estão vinculados à produção, direta ou indiretamente, mas são os custos em que sua empresa incorre, esteja ou não associado à produção. 

Por exemplo, aluguel, seguro e material de escritório são considerados custos operacionais, que são custos incorridos independentemente dos níveis de produção.

Alguns custos indiretos, como suprimentos e impressão, podem ser variáveis, enquanto outros, como aluguel, seguro e salários de gerenciamento.

Assim como os custos indiretos, os custos operacionais precisarão ser alocados regularmente para determinar o custo real do produto.