Copom Deve Subir Taxa Selic Pela Primeira Vez desde 2015
SIMULE AGORA
| , ,

Copom Deve Subir Taxa Selic Pela Primeira Vez desde 2015

Reunião do Copom, a ser realizada nesta quarta-feira (17), deve elevar a Taxa Selic pela primeira vez desde 2015 para 2,50% aa.

Por
Atualizado em 25/03/2021

Reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), a ser realizada nesta quarta-feira (17), deve elevar a Taxa Selic pela primeira vez desde 2015.

A expectativa do mercado é de que o Copom anuncie uma elevação da taxa de juros, dos atuais 2% ao ano para 2,50% ao ano nesta quarta-feira (17). 

Banner will be placed here

Na semana em que o Copom deve elevar a taxa de juros, o Boletim Focus divulgado hoje aumenta as projeções da taxa Selic para este ano.

Segundo o relatório do Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (15), a projeção da Taxa Selic subiu de 4,00% ao ano para 2021, na semana passada, para 4,50%.

A projeção da taxa de juro no mês passado (há 4 semanas) estava em 3,75%.

O relatório ainda aponta que a Selic deve bater nos 6,00% em 2024.

Projeção da Taxa Selic, PIB, Cambio do Boletim Focus 15-03-2021
Projeção da Taxa Selic, PIB, Cambio. Fonte: Boletim Focus

Como Investir no Cenário Econômico Atual? Veja as 3 Ações de Empresas com Maior Potencial de Valorização no Brasil.

Outras mudanças apresentadas no Relatório do Boletim Focus para 2021:

A aceleração da inflação colocou o Banco Central (BC) num dilema: aumentar a taxa Selic em plena crise econômica e piora da pandemia do Coronavírus no País.

O Brasil vive uma situação de extrema anormalidade em que atividade econômica está que queda e a inflação em alta.

Em outras palavras: o aumento de preços segue acelerando e o PIB continua em queda.

A decisão desta semana será a primeira realizada após o Congresso aprovar a autonomia do BC.

Data das Reuniões do Copom em 2021

Confira abaixo as datas das próximas reuniões do Copom ao longo de 2021:

  • 16 e 17 de março;
  • 4 e 5 de maio;
  • 15 e 16 de junho;
  • 3 e 4 de agosto;
  • 21 e 22 de setembro;
  • 26 e 27 de outubro;
  • 7 e 8 de dezembro
Notícias do Mercado Financeiro

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE