A provedora de internet Copel (CPLE6) anunciou nesta sexta-feira a mudança da marca para Ligga.

A escolha de um novo nome para a operadora paranaense faz parte das cláusulas contratuais que envolveram a aquisição da Copel Telecom pelo Fundo Bordeaux (do empresário Nelson Tanure) em novembro de 2020, em leilão na Bolsa.

O nome Ligga será utilizado somente em substituição à Copel Telecom. As empresas Sercomtel e Horizon, que também fazem parte do grupo, não serão alteradas neste momento.

A escolha do novo nome foi feita pelos próprios paranaenses, que participaram de uma votação. Quase 85% dos votantes optaram pela marca Ligga.

Em segundo lugar, com 21%, ficou o nome Flui. "Como parte do cumprimento do acordo, passaremos a chamar a Copel Telecom por um novo nome, mantendo, no entanto, todos os planos, de torná-la uma das maiores fornecedoras de tecnologia do País", afirmou Tanure, em nota distribuída à imprensa.

"Nossa vitória no leilão do 5G foi um importante passo, que nos permitirá avançar rumo a esse objetivo, abrindo uma ampla estrada para o desenvolvimento de soluções inovadoras para o agrobusiness, medicina, educação e preservação ambiental, entre muitas outras áreas", complementou o empresário, em nota.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

O grupo também está acertando o direito de estampar seu nome no estádio do clube de futebol Athletico Paranaense. Com isso, o estádio Joaquim Américo Guimarães, mais conhecido como Arena da Baixada, passará a ser chamado de Ligga Arena.

"Ontem estivemos com o Mário Celso, presidente do Atlhetico e, realmente, se Deus quiser, o nome vai ser Ligga Arena, para vencermos todos os campeonatos", disse Tanure.

O grupo de telecomunicações tem 356,5 mil clientes, crescimento de 30% em um ano, e aproximadamente R$ 6 bilhões de valor de mercado, segundo dados divulgados à imprensa.

Em 2021, o grupo foi um dos vencedores do leilão da tecnologia 5G, realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Foram arrematadas licenças para oferecer serviços de telefonia nas regiões sul, sudeste e norte.

Fonte: Estadão Conteúdo.