O que são Contas de Resultado?

As contas de resultado, também chamadas de DRE (Demonstrativo de resultado de exercício), são demonstrações contábeis que representam as despesas e receitas de uma empresa.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Esses documentos são obrigatórios para fins fiscais e uma das mais importantes ferramentas para análise da saúde financeira da empresa em que se pretende investir. 

É por meio desse demonstrativo que o investidor ou acionista consegue saber se uma determinada empresa está gerando resultados positivos em um certo período.

Esse demonstrativo surgiu com a Teoria Patrimonialista, que defende os princípios estático e dinâmico da riqueza, e do chamado diferencial de patrimônio, conhecido como patrimônio líquido.  

As contas de resultado foram integradas à lei das sociedades anônimas em forma de balanços patrimoniais e DREs. 

Para sua execução, são considerados todos os valores recebidos por vendas de produtos ou prestação de serviços, sejam à vista ou contas à receber. 

No campo despesas, são compreendidos todos os gastos relacionados à estrutura comercial e gestão da empresa, e geram saída de recursos na aquisição ou pela depreciação. 

Esse documento assume maior  importância dentro de uma análise fundamentalista do investimento. 

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Leitura de Contas de Resultado

As informações apresentadas nas contas de resultado de uma empresa refletem seus resultados operacionais e não operacionais durante um determinado período. 

Esse documento oferece ao investidor o resultado bruto, operacional e líquido de uma empresa, o que forma a base para avaliar a qualidade do ativo como investimento.

A DRE apresenta, entre outras informações, os seguintes dados: 

  • Lucro bruto (diferença entre resultados de vendas e custo);
  • Resultado operacional (diferença entre resultado bruto e despesas operacionais);
  • Lucro ou Prejuízo Líquido (diferença entre o resultado operacional e tributos);

Em suma, ao abrir suas contas de resultado,a empresa mostra quanto vendeu, gastou, o tamanho da mordida do leão e quanto sobrou no final. 

As empresas de capital aberto, que comercializam suas ações na bolsa, divulgam essas informações com certa frequência. 

Para quem planeja investir, é interessante acompanhar os demonstrativos de resultados, que são publicados de forma trimestral, semestral e anual. 

Esses documentos não dizem respeito apenas aos acionistas,mas também a quem deseja investir.

De fato, os bons resultados funcionam como elemento de marketing para reunir novos investidores. 

As datas de divulgação são planejadas com antecedência,seguindo um calendário amplamente divulgado na mídia especializada. 

Além disso, compreender melhor os conceitos da análise fundamentalista ajudará a tomar decisões mais conscientes e aumenta a possibilidade de ganhos. 

Análise de Contas de Resultado

Duas formas de analisar o DRE de uma empresa se destacam: a análise horizontal e a análise vertical. 

Na análise horizontal, se busca avaliar a evolução dos saldos contábeis ao longo do tempo. Funciona como um método de comparação, onde se identificam as variações.

Para isso,é comum que o primeiro exercício seja tomado como valor de referência. A partir dele, se observa a evolução comparativa ao longo do tempo. 

Já a análise vertical verifica o percentual representado por cada elemento do documento e compara os indicadores com outros períodos, o que permite avaliar o desempenho da empresa.

Esse método é aplicado definindo um valor de referência para cada item do conjunto e calcular o valor correspondente através de uma regra de três simples.  

Independentemente da forma escolhida para a avaliação, o resultado buscado são lucros que se mantêm ao longo do tempo

Resultados positivos pontuais têm várias explicações e nem sempre refletem o bom gerenciamento que o investidor deseja ver.

Sazonalidade, eventos intempestivos e flutuações de mercado com causas variadas empurram resultados para cima e para baixo, mas por si só, um resultado não indica qualidade para investimento. 

A grande dica para o investidor é avaliar a empresa como um todo, considerando resultados de diferentes períodos e outros indicadores.