O acordo de Elon Musk para comprar o Twitter (TWTR34) está "em sério risco", informou o The Washington Post citando pessoas familiarizadas com o assunto.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

A matéria diz que a equipe de Musk desistiu de algumas discussões sobre a compra depois que concluiu que não pode verificar os dados do Twitter sobre quantas contas de spam estão presentes na plataforma.

As conversas com investidores esfriaram nas últimas semanas, já que o grupo de Musk levantou dúvidas sobre os recentes dados vendidos a clientes corporativos que receberam da rede social. 

As dúvidas da equipe de Musk sobre os números de spam indicam que eles acreditam que não têm informações suficientes para avaliar as perspectivas do Twitter como um negócio, disseram as pessoas ao jornal.

Com a notícia, as ações do Twitter caíram 4% nas negociações de pré-mercado na sexta-feira.

O acordo de US$ 44 bilhões de Elon Musk para comprar o Twitter e torná-lo privado foi colocado em dúvida quando o CEO da Tesla questionou os dados da plataforma de mídia social sobre spam ou usuários de bots.

O bilionário colocou o acordo "temporariamente em espera" em maio, dizendo que queria mais detalhes para verificar a afirmação do Twitter de que spam ou contas falsas representam menos de 5% dos usuários.

Agora, o Washington Post informou que a equipe de Musk concluiu que não pode verificar os números do Twitter sobre contas de spam e espera-se que ele tome medidas potencialmente drásticas. 

A pessoa disse que provavelmente uma mudança de direção da equipe de Musk ocorreria em breve, embora não tenha dito exatamente o que achava que seria essa mudança.

Alguns analistas sugeriram que Musk poderia estar procurando uma saída do acordo, dada a enorme queda nas ações de tecnologia nos últimos meses. 

O valor de mercado da empresa está em torno de US$ 30 bilhões, bem abaixo do preço do negócio.