Como Warren Buffett e Charlie Munger se Conheceram
| , ,

Como Warren Buffett e Charlie Munger se Conheceram

Conheça a história dos parceiros de negócios no comando do império Berkshire Hathaway.

Por
Atualizado em 05/07/2021

Warren Buffett e Charlie Munger se conheceram durante um jantar, em 1959, quando foram apresentados por um amigo em comum. Anos depois, se iniciaria a parceria icônica no topo de uma das maiores empresas do mundo, a Berkshire Hathaway (BERK34). 

Amigos por mais de seis décadas e parceiros de negócios por mais de quatro, a dupla transformou uma fábrica têxtil em um conglomerado de US$ 650 bilhões.

Administrando empresas como a operadora ferroviária BNSF Railway, a seguradora Geico, a rede de restaurantes Dairy Queen, a construtora americana Clayton Homes, entre outras.

Além de possuir um portfólio de US$ 300 bilhões em ações de empresas como Apple (AAPL34), Bank of America (BOAC34) e Coca-Cola (COCA34). 

Para entender os parceiros de negócios mais bem-sucedidos, é melhor começar do início e contar como eles se conheceram e as lições que aprenderam um com o outro ao longo do caminho. 

O megainvestidor Warren Buffett de 90 anos e fortuna de mais de US$ 100 bilhões e seu braço direito, Charlie Munger de 97, lembraram do primeiro encontro no especial da CNBC, “Buffett & Munger: Uma Riqueza de Sabedoria”.

“Eu soube imediatamente que Charlie era o tipo de cara de quem eu gostaria e com quem aprenderia”, “Não vou encontrar outro cara como este”, disse Buffett.

O início da amizade de Warren Buffett e Charlie Munger

Uma amizade profunda nos negócios é coisa rara, no entanto, não há outra forma de descrever a relação de mais de seis décadas entre Warren Buffett e Charlie Munger.

Embora os dois tenham nascido e crescido em Omaha, Nebraska, a menos de um quilômetro um do outro, eles não se conheceram até Munger ter 35 e Buffett 29.

Os dois inclusive trabalharam na mercearia do avô de Buffett. O primeiro emprego do oráculo de Omaha foi na mercearia Buffett & Son. Munger também trabalhou na loja, mas em época diferente.

Antes de Warren Buffett e Charlie Munger se tornarem uma das duplas mais conhecidas no mercado financeiro global, eles eram apenas dois caras de Omaha, que, aparentemente, eram muito parecidos.

Eles descobriram isso graças a um conhecido médico da cidade, o Dr. Edwin Davis e sua esposa, Dorothy, que estabeleceram como meta eventualmente conectar os dois.

Davis disse a Buffett, em uma reunião de 1957, que confiava nele para administrar o dinheiro porque o investidor o lembrava de alguém chamado Charlie Munger.

Buffett relembra que a Sra. Davis o ligou e disse: “Ouvimos dizer que você administra dinheiro e estaríamos interessados ​​em ouvir sua história.”

Ele então foi até lá e conversou com eles. “Eu estava cheio de mim mesmo e tipo, você sabe, eu não conseguia falar rápido o suficiente sobre ações naquela época. E Dorothy Davis, muito inteligente, ouviu cada palavra.”

O médico estava mais afastado e parecia não prestar muita atenção no que Buffett dizia. Ao final, Dorothy olhou para seu marido e disse: “Eu vou dar a ele US$ 100.000”.

Na época, Buffett estava gerenciando cerca de US$ 500.000, então lembra que foi um grande negócio. 

“E de uma maneira muito boa, eu disse: “Dr. Davis, você realmente não tem prestado muita atenção no que eu tenho falado e tudo mais. Eu gostaria de saber por que você está me dando esses US$ 100.000”, disse Buffett.

“Dr. Davis olhou para mim e disse: ‘Bem, você me lembra Charlie Munger.’ E eu disse: ‘Bem, não sei quem é Charlie Munger, mas gosto dele’”.

Os Davis eram como segundos pais para Munger. “O melhor amigo do meu pai era Eddie Davis e a melhor amiga da minha mãe era a Sra. Davis. Eu vivia naquela casa”, relembra Charlie Munger.

Os dois se encontraram pela primeira vez dois anos depois, em 1959, quando Munger, então advogado em Los Angeles, estava de volta a Omaha depois que seu pai, Alfred, morreu.

“Cerca de cinco minutos depois, Charlie estava meio que rolando no chão rindo de suas próprias piadas, que é exatamente a mesma coisa que eu fiz”, disse Buffett à CNBC. 

“Eu pensei, ‘Eu não vou encontrar outro cara assim.’ E nós apenas nos demos bem. ”

“Nós nos demos bem”, disse Munger, acrescentando: “O que eu gosto em Warren é a irreverência. Não temos reverência automática pelas cabeças pomposas de toda a civilização. ”

Os dois se tornaram amigos rapidamente e o relacionamento comercial deles também floresceu a partir daí.

“Eu soube imediatamente que Charlie era o tipo de cara de quem eu iria gostar e com quem aprenderia”, disse Buffett, refletindo sobre o primeiro encontro. “Sabe, não foi nada calculado, uma decisão ou algo assim. Foi natural. E nós só nos divertimos. ”

Banner will be placed here

Mudança de carreira

Poucos anos depois de conhecer Munger, Buffett encontrou a Berkshire Hathaway e começou a comprar ações da fábrica de têxteis em 1962 e assumiu o controle dela em 1965. 

À medida que Buffett continuava construindo sua empresa de investimentos, Munger trabalhava como advogado.

No início dos anos 1960, Munger disse que finalmente acatou o conselho de Buffett sobre sua carreira e resolveu optar pelo caminho dos investimentos.

Munger lembra que Warren “desprezava sua maneira de ganhar a vida, e ele estava certo nisso.”

“Levei muito tempo para perceber que ele tinha uma maneira melhor de ganhar a vida do que eu. Mas ele finalmente me convenceu de que eu estava perdendo meu tempo”, diz Munger.

“Eu disse a ele que tudo bem [advogar] como hobby, mas não a maneira real de gastar seu tempo”, disse Buffett. “Ele mais ou menos decidiu duplicar em Los Angeles o que eu estava fazendo em Omaha, o que foi ótimo.”

“Nós conversávamos muito tempo no telefone quando era caro falar muito tempo no telefone”.

As prolongadas conversas entre os amigos ajudaram Munger a iniciar sua própria empresa de investimentos, que alcançaria uma taxa média de 19,8% entre 1962 e 1975, muito melhor do que a média do Dow Jones de 5% nesse período.

Até que, em 1978, Buffett convenceu Munger a se juntar a ele na Berkshire. Munger se tornou vice-presidente da Berkshire Hathaway, cargo que ainda ocupa.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

A importância de Charlie Munger na Berkshire Hathaway

Warren Buffett leva a maior parte da fama pelo império Berkshire Hathaway, mas já deixou claro por diversas vezes a influência de Charlie Munger nisso. 

O oráculo de Omaha costuma dizer que Munger tem um talento intelectual único e teve uma influência significativa na filosofia de investimento do mago de Omaha.

Antes de conhecer Charlie Munger, Warren Buffett investia mais parecido com o seu mentor, Benjamin Graham.

Ele escolhia empresas razoáveis com seu preço muito baixo em seu valor intrínseco. Depois que as ações subiam, ele vendia com lucro. Esta estratégia foi chamada de Bituca de Cigarro

Munger é reconhecidamente um dos responsáveis por mudar a estratégia de investimento de Buffett e desenvolver na Berkshire a cultura de buscar por companhias de elevada qualidade que estão com um valor considerado justo.

Charlie Munger também vai contra os pressupostos básicos da diversificação como fonte de diluir riscos. 

Ele sempre defendeu que excesso de diversificação não era bom, o segredo estava em poucas decisões certas

Dentre seus estudos de investimento sua teoria dos Múltiplos Modelos Mentais se destaca.

Para ele, os investidores precisam de checklists diferentes e modelos mentais diversos para avaliar cada tipo de companhia. 

Ele também acredita no “Efeito Lollapalooza”, no qual diversos tipos de viés atuam ao mesmo tempo sobre uma escolha de investimento.

Segundo Munger, o mais importante ser um investidor de sucesso é ter paciência, disciplina e controle emocional.

Juntos, Warren Buffett e Charlie Munger fizeram da Berkshire Hathaway uma das 10 maiores empresas do mundo, por capitalização de mercado. 

Como Escolher Boas Ações? Baixe o Checklist de 5 Critérios para Analisar Ações.

O legado

Os investidores não apenas se dão bem, mas também se respeitam e compartilham as mesmas crenças fundamentais quando se trata de investir.

“Nunca tivemos uma discussão em todo esse tempo. Temos uma mente forte. Discordamos em algumas coisas. Concordamos na maioria das coisas e nos divertimos muito juntos ”, disse Buffett à CNBC.

Quando perguntados sobre o que os dois amigos há mais de 60 anos admiravam no outro, Munger, com seu jeito mais reservado, responde que é do humor e confiança.

Warren, mais falador, diz que é do tipo de pessoa que Munger tem sido. 

“Ele tem contribuído também para a sociedade, isso vai muito além de comprar uma ação e vendê-la mais caro. Ele projetou dormitórios e ajudou a construí-los. Ele trabalhou em hospitais e para entender como eles podem ser melhorados e servir mais pessoas e com menos custo. Você sabe, é uma luta difícil o tempo todo, mas Charlie trabalhou em grandes problemas.”

“Charlie nunca escondeu nada, nunca fez nada que eu tenha visto que seja egoísta. Ele me torna melhor do que eu seria de outra forma.”

Ambos concordam que “é melhor se associar com pessoas que são melhores do que você.”

Dicas sobre Liberdade Financeira

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE
[Nova]
[Nova]