Você já se perguntou como os ultra-ricos investem seu dinheiro? O "Relatório de Riqueza" de 2023 da Knight Frank responde.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

A pesquisa, feita com mais de 500 banqueiros privados, consultores de patrimônio e escritórios familiares, detalhou as finanças de indivíduos com patrimônio líquido ultraelevado ou UHNWIs.

Embora o relatório estime que as pessoas mais ricas do mundo perderam quase US$ 14 trilhões no total, ele também compartilha informações sobre como eles gastam seu dinheiro e como suas carteiras financeiras são compostas.

De prédios comerciais a vastas coleções de arte, é assim que os ultra-ricos investem seu dinheiro. 

Cada categoria de ativos representa uma porcentagem do portfólio médio, com o total somando pouco mais de 100%, devido ao arredondamento do relatório da Knight Frank.

Ações: 26%

Uma alocação média de 26% das carteiras de investimento das pessoas mais ricas do mundo vão para ações, mostrou a pesquisa da Knight Frank. Nas Américas, essa proporção chega a um terço. 

Propriedade comercial: 34%

Ao todo, a propriedade comercial compõe mais as carteiras dos super-ricos do que as ações, mas o relatório da Knight Frank divide isso em investimentos diretos e indiretos.

O portfólio médio vê 21% investidos diretamente em propriedades comerciais, enquanto outros 13% são investidos por meio de financiamento de dívidas ou fundos de investimento imobiliário (FIIs).

43% dos entrevistados dizem que seus clientes atualmente investem em escritórios, o tipo mais comum de propriedade comercial.

Os fatores ambientais também são significativos na forma como os ricos escolhem em quais propriedades investir, com 57% dizendo que seus clientes verificam se a propriedade possui uma fonte de energia verde.

Títulos: 17%

Os títulos há muito são apontados como uma maneira conveniente de investir dinheiro, então não é surpresa que eles representem 17% do portfólio médio do UHNWI.

Capital privado/capital de risco: 9%

Private equity significa investir em uma empresa que ainda não está no mercado de ações, e se for um capital de risco, isso significa que é mais arriscado, mas a empresa tem alto potencial de crescimento.

E para as pessoas mais ricas do mundo, elas colocarão em média 9% de seu portfólio em tais investimentos.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Investimentos de paixão: 5%

Investimentos de paixão são coisas como arte, carros e vinhos, que podem ser comprados para diversão ou simplesmente como um investimento. Eles compõem aproximadamente 5% da carteira média.

59% dos entrevistados pela Knight Frank disseram que seus clientes provavelmente comprariam arte este ano. 

Relógios e vinho foram os outros mais populares, enquanto cerca de um terço esperava que os clientes comprassem carros clássicos

20% estão no mercado de bolsas de luxo, mostrou a pesquisa.

Ouro: 3%

Em média, as pessoas mais ricas do mundo armazenam 3% de seus investimentos em ouro. Na verdade, eles consideram a segunda compra mais segura atrás da propriedade.

Criptoativos: 2%

As pessoas mais ricas do mundo consideram a criptomoeda o investimento mais volátil, mas ainda representa 2% do portfólio médio.

No relatório do ano passado, Knight Frank disse que 18% dos UHNWIs possuíam algum tipo de criptomoeda.

Enquanto 34% ainda acreditam que o mercado de NFT tem muito potencial, 20% mudaram de ideia após o crash das criptomoedas.

Outros: 7%

A pesquisa da Knight Frank também lista "outros" investimentos, que ocupam 7% da carteira média, mas não especifica o que essa categoria inclui.

Informe o DDD + 9 dígitos

Fonte: Business Insider