Como o IPO da CXSE3 se Destaca no Setor de Seguradoras
| , , ,

Como o IPO da CXSE3 se Destaca no Setor de Seguradoras

Entenda por que estamos de olho no IPO da Caixa Seguridade (CXSE3), que ocorre no dia 29 de abril na B3.

Por
Atualizado em 15/04/2021

O que BBSE3, SULA11 e PSSA3 têm em comum? 

Sei que a pergunta foi boba, mas é uma boa maneira de chamar sua atenção, já que trago informações importantes neste texto. 

As 3 empresas atuam no segmento de seguradoras, porém com características diferentes.

Antes que alguém questione sobre o motivo de não incluir a WIZS3 na lista, saiba que ela não é uma seguradora, na verdade é uma corretora de seguros. 

São negócios diferentes. 

A BB Seguridade (BBSE3) por exemplo, distribui desde as linhas de seguros até título de capitalização, isso ocorre dentro das agências do Banco do Brasil.

Já a SulAmérica (SULA11) é focada na proteção de pessoas, distribuindo principalmente seguros de saúde, vida, odonto e previdência privada. 

Por sua vez, a Porto Seguro (PSSA3) é conhecida por ter forte atuação nos segmentos de seguro auto e residência.

Seguradora é um negócio incrível.

Não à toa é um dos segmentos preferidos de Warren Buffett.

E o motivo é simples: o floating.

Seguradoras recebem valores antes de “talvez” precisar pagar. 

Você possivelmente possui seguro residencial e já deve ter percebido que paga o prêmio todos os anos, sem sequer ter utilizado, assim acontece com a maioria dos seguros.

Pagamos o serviço desejando não utilizar. 

Banner will be placed here

As seguradoras não assumem os riscos dos clientes (segurados), na verdade elas assumem a obrigação de indenizar caso ocorra algum sinistro. 

Esse fluxo antecipado de recebimento, permite que as seguradoras alavanquem sua capacidade de investimentos, já que elas gerenciam um robusto capital de terceiros.

Os ganhos financeiros dessas aplicações podem ser incríveis. 

Muitas seguradoras focadas em seguros de automóveis, operam em prejuízo operacional, mas geram lucros oriundos das receitas dos investimentos. 

Até hoje tínhamos, basicamente, apenas 3 opções de seguradoras com capital aberto para nos beneficiar deste segmento.

Mas, uma nova opção está chegando à bolsa: Caixa Seguridade (CXSE3).

Será que vale a pena participar do IPO da CXSE3?

A Caixa Seguridade é controlada pela Caixa Econômica Federal (CEF) e poderá movimentar até R$ 5,7 bilhões no IPO.

A companhia iniciou suas atividades em 2015 com o objetivo de consolidar sob uma única sociedade, todas as operações da Caixa Econômica nos ramos de seguros.

Muito semelhante à operação da BBSE3 que se beneficia das agências do Banco do Brasil para distribuir seus produtos, a CXSE3 possui toda estrutura de agência da Caixa Econômica, totalizando em mais de 3 mil agências, mais de 13 mil casas lotéricas e quase 10 mil correspondentes bancários.

Quer Investir em Boas Ações? Baixe Grátis o Relatório com as 3 Melhores Ações para Investir Hoje.

Não posso negar que os números da empresa são bons. 

Em 2020 o faturamento das empresas do grupo atingiu R$ 39,1 bilhões, representando um crescimento de 12,5% em relação ao ano anterior.

O lucro líquido alcançou R$ 1,8 bilhão, cerca de 15,2% de crescimento em relação a de 2019. 

O aumento do lucro foi acompanhado de crescimento no market share que de 12% foi para 13,5%. 

Isso na prática nos diz que a empresa está ganhando espaço no mercado.

Uma curiosidade é que 100% da oferta será secundária, ou seja, a Caixa Seguridade não receberá 1 real nesta emissão. 

Todo o recurso levantado irá para a CEF. 

Tal fato enxergo como negativo, uma vez que sempre existem chances de interferências políticas em empresas estatais. 

Se esse risco estiver embutido no preço, estaria tudo bem, mas não é o caso.

Fica cada vez mais claro os impactos políticos, como podemos ver recentemente na Petrobras (PETR4) e Banco do Brasil (BBAS3). 

Vamos comparar com os outros players do mercado, considerando a faixa de preço:

SiglaP/LValor mercadoCresc Lucro 3aROE
SULA116,16R$ 13 bilhões44,6%29,0%
PSSA39,14R$ 15 bilhões15,4%18,8%
BBSE312,53R$ 48 bilhões-1,7%60,3%
CXSE318,65R$ 33 bilhões6,20%36%

Em relação ao crescimento de lucro e o ROE, considerei contábil para todas as empresas.

Quer Investir em Boas Ações? Baixe Grátis o Relatório com as 3 Melhores Ações para Investir Hoje.

Se houver uma mudança de postura, a CXSE3 poderá nadar de braçadas dentro da sua própria base, já que a penetração dos seus produtos ainda é rasa. 

Dos 145 milhões de clientes da Caixa, somente 11 milhões possuem produtos da Caixa Seguridade, ou seja, atualmente atinge apenas 8% do total de clientes. 

Lembrando que a Caixa Econômica Federal não possui capital aberto, o que acaba permitindo que ela tenha uma postura mais conservadora, afinal, não precisa agradar aos cotistas. 

O fato é que a empresa possui grande oportunidade de crescimento, o que justifica o elevado múltiplo P/L.  

Contudo para que isto ocorra, existem diversos “e se” no caminho. 

Existe o risco, assim como existe a oportunidade. É do jogo, sempre funcionou assim.

Se você quiser ver mais detalhes de prazo, riscos e prospecto para entender se vale a pena, acesse a análise completa sobre o IPO da Caixa Seguridade.

Iremos acompanhar este case de perto, mas neste momento não fará parte da carteira Joias da Bolsa por acharmos que o valuation está um pouco salgado nessa largada.

“Ah, mas Edu, e se o preço disparar no dia do IPO?” – pode perguntar algum leitor.

Ora, no Joias da Bolsa somos investidores e não especuladores.

Análise de Ações

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE