Como Investir em Bitcoin: 4 Etapas para Investir com Segurança
| ,

Como Investir em Bitcoin: 4 Etapas para Investir com Segurança

Saiba onde e como comprar, armazenar e gerenciar suas moedas digitais.

Por
Atualizado em 15/09/2021

Quer investir em bitcoin, mas não sabe por onde começar?  Embora seja um investimento mais arriscado, as criptomoedas podem ser muito lucrativas. Veja como aproveitar da rentabilidade investindo com segurança. 

A principal criptomoeda do mundo tem atraído uma série de novos investidores interessados em seus ganhos exponenciais.

Apesar das oscilações, o Bitcoin (BTC) viu seu preço aumentar dramaticamente de US$ 3.237 no final de 2018 para mais de US$ 49.000 em agosto de 2021.

Embora seja mais volátil do que as ações, o Bitcoin está ganhando cada vez mais espaço no mercado financeiro com a entrada de novas corretoras, empresas e despertando o interesse dos governos.

Mesmo assim, ainda há um receio por parte dos investidores em investir em criptomoedas, principalmente daqueles mais tradicionais e que não se aprofundaram nesse assunto ou não entendem muito bem seu funcionamento.

Notícias de golpes e pirâmides financeiras envolvendo criptomoedas acabam afastando ainda mais esses possíveis investidores, fazendo com que muita gente perca boas oportunidades de ganhar dinheiro.

Se você sabe do potencial das criptomoedas ou está buscando aprender mais sobre como esse universo funciona, mas ainda tem dúvidas de como começar a investir em Bitcoin, continue a leitura e tenha uma visão geral do que você precisa saber para investir com segurança.

Quer Comprar Criptomoedas? Abra Conta Gratuita na Maior Corretora do Mundo.

Onde comprar Bitcoin

Existem diferentes maneiras e locais para comprar Bitcoin. Os dois principais métodos são diretamente de outra pessoa no chamado peer-to-peer (P2P) ou através de uma corretora de bitcoin e outras criptomoedas.

O mais indicado para quem está começando é comprar bitcoin em uma corretora de criptomoedas, chamadas também de exchanges.

Essas instituições são intermediárias nas negociações e também armazenam os ativos do cliente.

Caso ainda não esteja familiarizado com essas bolsas de criptomoedas, o investidor pode optar por se expor ao Bitcoin através de fundos de investimentos e ETFs negociados nas Bolsas de Valores tradicionais.

Esta é uma forma indireta e regularizada de comprar criptomoedas, mas envolve mais taxas.

Veja com mais detalhes as principais formas de comprar Bitcoin e descubra qual aquele que mais se enquadra no seu perfil de investidor.

Exchanges de criptomoedas

Nas corretoras de criptomoedas o investidor tem acesso a um portfólio amplo de ativos digitais e pode definir por conta própria quais criptomoedas deseja comprar e qual o tamanho do aporte. 

Para começar a investir em bitcoin através das exchanges é preciso abrir uma conta diretamente pelo site ou aplicativo, completar a verificação e transferir o valor para compra dos ativos, exatamente como se faz na corretora de ações.

Os ativos adquiridos ficam custodiados na própria exchange, mas é possível transferi-los para outra carteira caso queira.

Existem inúmeras exchanges disponíveis para você abrir sua conta. No Brasil, a exchange Binance oferece negociação em reais.

Para investir com segurança em Bitcoins, é muito importante escolher uma exchange confiável. Por isso, sempre observe o tempo de mercado, transparência e reputação, antes de negociar suas criptomoedas por uma empresa.

Quer Comprar Criptomoedas? Abra Conta Gratuita na Maior Corretora do Mundo.

Vantagens de investir por Exchanges:

  • Variedade de criptomoedas à disposição;
  • Possibilidade de custódia na própria corretora;
  • Disponível 24 horas por dia;
  • Sem limite mínimo de investimento;
  • Possível escolher ativos e quantidade por conta própria.

Desvantagens de investir por Exchanges:

  • Investidor precisa saber o que comprar e como guardar se optar por sacar.
Banner will be placed here

Exchanges descentralizadas

Com o sucesso das finanças descentralizadas (DeFi), as exchanges descentralizadas (DEX) ganharam relevância.

As DEX funcionam de modo similar às exchanges de criptomoedas centralizadas tradicionais, porém com algumas diferenças relevantes. 

Elas funcionam através de contratos inteligentes e não exige que a pessoa deposite criptomoedas em uma carteira externa nem crie qualquer cadastro com dados pessoais.

Para utilizar uma DEX, basta conectar uma carteira de criptomoedas com a plataforma desejada e as criptomoedas são negociadas direto da carteira, sem passar por nenhum terceiro. 

Apesar da facilidade e total privacidade, essa modalidade requer mais cuidado, uma vez que projetos podem ser hackeados ou o criador simplesmente aplicar um golpe nos usuários. 

Vantagens de investir por uma DEX:

  • Ampla oferta de criptomoedas, incluindo tokens mais novos;
  • Total privacidade;
  • Sem intermediário;
  • Não exige valor mínimo de investimento.

Desvantagens de investir por uma DEX:

  • Ambiente não regulado no Brasil;
  • Exige mais conhecimento;
  • Oferece maior risco de ataques hackers e golpes.

Caixa eletrônico de Bitcoin

O caixa eletrônico de Bitcoin (BTC ATM) pode ser usado ​​para vender ou comprar Bitcoins. 

Embora pareça visualmente com um caixa eletrônico tradicional, o BTC ATM funciona mais com um terminal que conecta o usuário a uma plataforma de compra e venda de valores.

Para fazer a negociação, esse tipo de caixa usa o número de celular e códigos de identificação para verificar a identidade do usuário. Este, então, precisa inserir o número da carteira ou escanear o QR Code. 

Os Bitcoins comprados vão para a carteira digital do cliente. 

Por mais que ainda não seja muito comum, os ATMs de Bitcoin estão espalhados em países como Estados Unidos, Suíça, Ucrânia, Espanha.

No Brasil, existe desde novembro de 2020 e está prevista a instalação de 15 novos caixas eletrônicos em nove cidades de quatro estados brasileiros.

Os ATMs no Brasil são da Coin Cloud e batizados de BTM “Bitcoin Teller Machine”.

Esses BTMs negociam mais de 30 ativos digitais, entre criptomoedas como bitcoin e ethereum, e stablecoins. O valor mínimo de transação é de R$ 10 para compras e R$ 50 para vendas.

Vantagens de investir por BTC ATM:

  • Forma prática de investir em Bitcoin;
  • Presente em locais públicos. 

Desvantagens de investir por BTC ATM:

  • Taxa de negociação elevada;
  • Poucos ATMs disponíveis.

Peer-to-peer (P2P)

A modalidade P2P é uma negociação direta entre duas pessoas, ou seja, você compra Bitcoins de outro proprietário diretamente. 

Entre as vantagens está a agilidade para receber as criptomoedas, já que não é preciso criar uma ordem de compra, como nas exchanges. E também os preços mais baixos.

No entanto, é preciso ter cuidado ao comprar criptomoeda diretamente, uma vez que estará mais sujeito à golpes.

Existem tanto negociantes p2p independentes quanto aqueles que atuam em plataformas ligadas às corretoras.

A Binance, por exemplo, oferece uma seção dedicada ao p2p.

Quer Comprar Criptomoedas? Abra Conta Gratuita na Maior Corretora do Mundo.

Vantagens de investir p2p:

  • Compra e venda com agilidade;
  • Negociação de preço;
  • Valores melhores.

Desvantagens de investir p2p:

  • Maior cautela na pesquisa de negociantes;
  • Custódia própria;
  • Maior risco de golpes.

ETFs de Criptomoedas

Os fundos de índice (ETFs) são uma espécie de “atalho” para investir nas criptomoedas diretamente na bolsa de valores brasileira, B3.

Os ETFs são cestas de ativos financeiros que copiam o desempenho de um índice, no caso dos ETFs de criptomoedas, seguem o desempenho de índices de criptomoedas.

Atualmente existem 5 ETFs de criptomoedas disponíveis na B3:

O HASH11 (Nasdaq Crypto Index Fundo de Índice) foi o primeiro ETF cripto a ser negociado na bolsa brasileira.

Lançado pela gestora Hashdex, o ETF replica o desempenho do Nasdaq Crypto Index (NCI), desenvolvido pela Nasdaq e a própria Hashdex, indicador que busca refletir o movimento do mercado de criptoativos. 

O NCI é composto por oito ativos diferentes, são eles:

O QBTC11, QR CME Bitcoin, foi o primeiro ETF 100% Bitcoin da América Latina

Gerido pela QR Asset Management, gestora do grupo GR Capital, seu índice de referência é o CME CF Bitcoin Reference Rate, índice dos contratos futuros de bitcoin da maior bolsa de derivativos do mundo, a Chicago Mercantile Exchange (CME).

Outro ETF lançado na B3 100% focado em bitcoin é o BITH11, Hashdex Nasdaq Bitcoin Reference Price Fundo de Índice. 

Este é o primeiro ETF verde de Bitcoin do Brasil, criado com o propósito de neutralizar as emissões de carbono gerada pela mineração da criptomoeda.

Lançado pela gestora Hashdex, ele segue o Nasdaq Bitcoin Reference Price (NQBTC). 

Outros ETFs de criptomoedas na B3 são o QETH11 (QR CME CF Ether Reference Rate), que possui 100% de exposição à moeda digital Ether e segue o CME CF Ether Reference Rate.

E o ETHE11, que também é exposto ao Ether e segue o índice Nasdaq Ethereum Reference Price (NQETH).

Vantagens de investir em ETF de Bitcoin:

  • Negociação feita diretamente pela Bolsa de Valores.
  • Segurança na custódia; 
  • Cotas de preço acessível.

Desvantagens de investir em ETF de Bitcoin:

  • Taxa de administração;
  • Investidor não tem controle sobre as moedas que compõem o índice;
  • Negociados apenas nos horários do pregão.

Fundos de criptomoedas

Os fundos de investimento de criptomoedas também são uma forma simples de ter exposição a esse mercado através da Bolsa de Valores.

Nesse tipo de investimento, as decisões de onde investir e a quantidade de exposição em cada ativo cabem ao gestor, que pode rebalancear as posições quando necessário.

Os produtos voltados aos investidores de varejo podem ter apenas 20% em criptomoedas, segundo a regulação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Já os fundos de criptomoedas com exposição de 100% aos ativos digitais, só estão disponíveis para investidores qualificados, aqueles com pelo menos R$ 1 milhão em aplicações financeiras.

Veja alguns dos fundos em criptomoedas que disponíveis na B3:

Nome do fundoGestão
BLP CRIPTOATIVOS FI MULTIMERCADOBLP Asset
BLP CRYPTO ASSETS INVESTIMENTO NO EXTERIOR FI MULTIMERCADOBLP Asset
BOHR ARBITRAGE CRIPTO INVESTIMENTO NO EXTERIOR FI MULTIMERCADOKPTL
BTG PACTUAL BITCOIN 100 INVESTIMENTO NO EXTERIOR FI MULTIMERCADOBTG Pactual Gestora de Recursos
BTG PACTUAL BITCOIN 100 INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADOBTG Pactual Gestora de Recursos
BTG PACTUAL BITCOIN 20 FI MULTIMERCADOBTG Pactual Gestora de Recursos
GIANT CRYPTO MASTER INVESTIMENTO NO EXTERIOR FI MULTIMERCADOGiant Steps Capital
HASHDEX 100 NASDAQ CRYPTO INDEX INVESTIMENTO NO EXTERIOR FI MULTIMERCADOHashdex
HASHDEX 20 NASDAQ CRYPTO INDEX FIC MULTIMERCADOHashdex
HASHDEX 40 NASDAQ CRYPTO INDEX FIC MULTIMERCADOHashdex
HASHDEX 40 NASDAQ CRYPTO INDEX PREV FI MULTIMERCADOHashdex
HASHDEX BITCOIN FULL 100 INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADOHashdex
HASHDEX BITCOIN I INVESTIMENTO NO EXTERIOR FI MULTIMERCADOHashdex
HASHDEX CRIPTOATIVOS I FI MULTIMERCADOHashdex
HASHDEX CRIPTOATIVOS II FI MULTIMERCADOHashdex
HASHDEX CRIPTOATIVOS III INVESTIMENTO NO EXTERIOR FI MULTIMERCADOHashdex
HASHDEX CRIPTOATIVOS XP SEGUROS PREV FI MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADOXP Vida e Previdência
HASHDEX NASDAQ BITCOIN REFERENCE RATE FUNDO DE ÍNDICE – BITH11Hashdex
HASHDEX NASDAQ CRYPTO INDEX FUNDO DE ÍNDICE – HASH11Hashdex
HASHDEX NASDAQ ETHEREUM REFERENCE PRICE FUNDO DE ÍNDICE – ETHE11Hashdex
HASHDEX OURO BITCOIN RISK PARITY FIC MULTIMERCADOHashdex
QR CME CF BITCOIN REFERENCE RATE FUNDO DE ÍNDICE INVESTIMENTO NO EXTERIOR – QBTC11QR Asset Management
QR CME CF ETHER REFERENCE RATE FUNDO DE ÍNDICE INVESTIMENTO NO EXTERIOR – QETH11QR Asset Management
TITANIUM CRIPTO INVESTIMENTO NO EXTERIOR FI MULTIMERCADOTitanium Asset
VITREO BITCOIN DEFI FI MULTIMERCADOVitreo
VITREO CRIPTO DEFI INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADOVitreo
VITREO CRIPTO METALS BLEND FIC MULTIMERCADOVitreo
VITREO CRIPTOMOEDAS INVESTIMENTO NO EXTERIOR FIC MULTIMERCADOVitreo
VTR QR CRIPTO INVESTIMENTO NO EXTERIOR FI MULTIMERCADOQR Asset Management

Vantagens de investir em fundos de criptomoedas:

  • Investidor não precisa comprar ou vender por conta própria;
  • Fundos são diversificados;
  • São geridos por especialistas. 

Desvantagens de investir em fundos de criptomoedas:

  • Taxas de administração mais altas que as dos ETFs;
  • Podem ter também taxa de performance;
  • Investimento mínimo pode superar o valor das cotas dos ETFs.
Banner will be placed here

Como comprar Bitcoin

O local mais utilizado e recomendado para comprar Bitcoin é através das plataformas conhecidas como exchanges

Para comprar, primeiro é necessário abrir conta na corretora de criptomoedas. O processo é bastante simples e totalmente online.

Geralmente é preciso apenas de um CPF válido, preencher um formulário de identificação e enviar uma foto dos documentos para validar o cadastro. 

Mas antes de começar a investir é preciso adicionar um saldo à sua conta, que pode ser em dinheiro, cartão ou criptomoedas.

Depois, basta selecionar quanto de Bitcoins deseja comprar.

Não é necessário comprar uma unidade inteira logo de início. Você pode comprar a criptomoeda em frações, exatamente na quantidade que deseja.

Na maioria das exchanges é possível fazer compras de bitcoins a partir de R$ 50. 

O processo para compra e venda de bitcoins é bem simples e semelhante à que se realiza nos home brokers das corretoras de ações.

Quer Comprar Criptomoedas? Abra Conta Gratuita na Maior Corretora do Mundo.

Armazene Bitcoin

Depois de comprar bitcoin, essas criptomoedas precisam ser armazenadas para que não sejam perdidas ou roubadas por criminosos. 

Como as criptomoedas não são ativos tangíveis elas devem ser armazenadas em “carteiras digitais” que são acessadas por meio de senhas.

Essas carteiras armazenam as chaves, uma sequência de números para pagar e receber criptos.

Basicamente, o investidor tem três opções para armazenar seus ativos digitais: 

  • Deixar a custódia com a corretora que vendeu as moedas;
  • Utilizar uma carteira online “Hot Wallets”;
  • Utilizar uma carteira off-line “Cold Wallets”. 

As soluções para armazenar criptomoedas podem variar de acordo com as necessidades individuais do investidor, seu nível de familiaridade com a tecnologia e a frequência com que realiza transações e negociações de criptomoedas. 

Armazenamento na Exchange

Ao comprar criptomoedas nas exchanges, o investidor pode optar por deixar seus ativos guardados na própria plataforma.

Essa opção é mais utilizada pelos investidores iniciantes, já que não é preciso se preocupar com a custódia e nem os procedimentos necessários para ter sua carteira própria. 

No entanto, o aconselhável é que só deixe seu dinheiro em Exchanges caso vá realizar operações de trade, pois essas plataformas são muito mais visadas pelos criminosos virtuais.

Hot Wallets

As carteiras quentes (hot wallets) tem seus sistema conectado à internet, que permitem a negociação diretamente na rede e, portanto, oferecem maior agilidade e velocidade de liquidez por conseguirem fazer transações imediatas.

Todas as bolsas de criptomoedas vêm com carteiras quentes gratuitas. Caso deseje armazenar seu Bitcoin em uma carteira de terceiros, você pode baixar um aplicativo e usá-lo para manter seus ativos seguros.

Por estar 100% conectada a Internet, esta carteira está mais vulnerável a ataques hackers

Cold Wallet

As carteiras frias (cold wallets) são dispositivos físicos que se assemelham a pendrives e guardam as chaves dos criptoativos do investidor.

O armazenamento é offline e só são conectadas à blockchain quando inseridas no computador.

Esta forma de custódia proporciona aos investidores de criptomoedas maior segurança contra ataques hackers.

Por outro lado, oferece maior dificuldade de liquidez no curto prazo, uma vez que é necessário conectar o hardware “Cold Wallet” à Internet toda vez que o investidor quiser acessar seus cripto ativos.

Além disso, se não forem guardadas de maneira adequada, as carteiras frias podem quebrar ou ser corrompidas como qualquer outro hardware. Nesses casos, o investidor perderia todas as suas criptomoedas.

Embora mais seguras, são também mais caras.

Gerenciar Bitcoin

Assim como o investimento em ações, seu investimento em bitcoin e outras criptomoedas deve seguir uma estratégia.

Enquanto existem investidores que especulam com criptoativos, outros veem o Bitcoin como uma reserva de valor e mantém no longo prazo.

Se esse for seu caso, momentos de baixa no mercado podem ser vistos como oportunidades para comprar mais, por um preço menor.

Quer Comprar Criptomoedas? Abra Conta Gratuita na Maior Corretora do Mundo.

Como Investir em Bitcoin com Segurança?

Se você é novo em investimentos em criptomoedas, deve ter muito cuidado, pois o mercado é muito volátil.

Assim como você pode quadruplicar seu dinheiro, pode acabar perdendo ele rapidamente. 

Por isso, dentre os ativos digitais, o Bitcoin acaba sendo considerado o mais seguro, mesmo que ainda oscile muito.

A segurança dele se dá pelo alto volume de negociações e maior aceitação e confiança por parte de investidores e empresas.

Para não cair em golpes com criptomoedas, vejas algumas dicas para ficar do lado mais seguro:

1- Pesquise sobre o mercado

O mercado de criptoativos é relativamente novo e, apesar de não exigir um conhecimento super avançado como muitos pensam, as nomenclaturas, processos e transações podem assustar.

Por isso, certifique-se de aprender o máximo possível de todos os processos que envolvem investir em criptomoedas.

É necessário, por exemplo, saber como é definido o preço dos ativos, como funciona uma carteira digital, escolher a melhor exchange, pesquisar sobre os ativos que deseja investir e cuidar com senhas e chaves privadas.

2- Atente-se à credibilidade das plataformas

Os principais golpes e fraudes relacionados às criptomoedas não têm a ver com a falta de segurança desses investimentos, mas sim, de negócios fraudulentos.

Criminosos forjam sites e atraem pessoas com promessas falsas de ganhos para pirâmides financeiras disfarçadas de investimentos em criptomoedas.

Para evitar esse tipo de fraude, é importante pesquisar a credibilidade da plataforma em que está aportando seu dinheiro e preferencialmente, investir em criptomoedas sozinho, diretamente nas exchanges ou bolsa de valores.

3- Invista apenas o que pode perder

O grande conselho para reduzir os riscos de investir em bitcoin e outras criptomoedas é alocar apenas uma pequena porcentagem do seu patrimônio nesse tipo de investimento, investindo apenas aquilo que pode perder, ou seja, que não irá comprometer seu patrimônio.

Por causa da alta volatilidade desse tipo de ativo, sugere-se que se aloque de 1% a 5% em criptomoedas, mas a porcentagem vai depender do seu perfil de investidor, objetivos e valor disponível para investir.

4- Diversifique

Investir em Bitcoin parece uma jogada lucrativa, já que a moeda disparou exponencialmente nos últimos anos, mas você não deve colocar todo o seu dinheiro em uma criptomoeda
Em vez disso, diversifique seus investimentos para que seu dinheiro seja mais resistente às mudanças no mercado.

Quer Comprar Criptomoedas? Abra Conta Gratuita na Maior Corretora do Mundo.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE