Como Escolher uma Corretora de Valores para Investir?
SIMULE AGORA
|

Como Escolher uma Corretora de Valores para Investir?

Liste alguns nomes, considere alguns fatores, faça comparações e encontre a melhor corretora para os seus investimentos.

Por
Atualizado em 30/12/2020

Uma das maiores dúvidas na hora de começar a investir é como escolher a corretora de valores ideal para investir. Afinal, existem dezenas de opções no mercado.

A corretora de valores é a intermediária entre o investidor e os ativos na Bolsa de Valores. Ela é quem fica encarregada de aplicar o seu dinheiro.

Por isso, é preciso analisar bem as opções antes de escolher sua corretora de investimentos.

Sinto muito dizer, mas essa não é uma tarefa tão simples, pois cada instituição presta diferentes serviços.

Porém, existem alguns pontos em comum que ajudam na hora de escolher a melhor corretora.

Banco x Corretora

A primeira coisa que você precisa decidir é se vai investir pelo banco ou corretora?

Existem dois tipos de corretoras, as que estão vinculadas aos bancos e as corretoras independentes, ou seja, que não são vinculadas a um grupo financeiro maior.

As corretoras vinculadas ao banco normalmente cobram taxas mais elevadas, pois o grande lucro dos bancos vem justamente de emprestar dinheiro.

Então, pense que toda vez que você investe pelo banco está, de certa forma, emprestando dinheiro para ele. É assim que o mercado financeiro funciona, sempre girando o dinheiro.

Já as corretoras independentes, justamente por não pertencerem a uma instituição financeira maior e também pela concorrência, conseguem oferecer taxas mais baixas.

Outro ponto é a questão da segurança. Afinal, nada mais natural do que querer garantir o máximo de segurança possível para seu dinheiro.

Existe uma crença de que investir em bancos é mais seguro.

Em tese, uma corretora independente teria maior risco de falência, mas os investidores estão cobertos pelo MRP, Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízo.

Assim, qualquer prejuízo decorrente da ação, omissão ou liquidação da corretora, o investidor pode ser ressarcido em até R$ 120 mil.

Além do mais, em caso de quebra da corretora, o valor investido continua protegido no seu nome.

Hoje esse mercado é bastante regulamentado e seguro.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) fiscaliza e alerta os investidores em relação a qualquer irregularidade encontrada nas corretoras.

Outro fator que diferencia os bancos das corretoras é a diversificação dos investimentos. Em geral, as corretoras independentes oferecem mais produtos.

No banco, além da menor oferta, existe também um conflito de interesse entre os ativos e os produtos do banco.

Já reparou que o gerente do seu banco adora te oferecer seguros, capitalizações, etc?

Existem metas para se bater que estão atreladas com a uma comissão alta para o banco.

Por isso, é melhor para o gerente bater a meta dele do que te assessorar e te ajudar a escolher o melhor investimento para você.

Por fim, talvez a questão que mais faça as pessoas investirem pelo banco é a comodidade. 

Pela facilidade de investir sem precisar abrir conta em uma corretora e transferir o dinheiro, você paga mais caro.

Então, se você está disposto a trocar a conveniência do serviço caro do banco pela eficiência do serviço de uma corretora, parabéns, está fazendo um ótimo negócio.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Quais fatores considerar para escolher uma corretora

Antes de abrir conta na primeira corretora que encontrar, considere os seguintes fatores para não se arrepender na sua escolha:

Segurança

O primeiro passo é pesquisar se a corretora em questão está entre as corretoras certificadas ou autorizadas a operar no Brasil como distribuidora de títulos.

Para isso, confira o seu cadastro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), instituição responsável por regulamentar e fiscalizar as corretoras.

Também é indispensável checar no Banco Central, que emite a autorização para a criação da corretora, e na própria B3, a Bolsa de Valores do Brasil.

Objetivos

O segundo ponto é entender que tipo de serviço você quer. Qual é seu objetivo com seus investimentos?

É o serviço de home broker para comprar e vender ações e derivativos diretamente na Bolsa de Valores?

A maioria das corretoras oferece esse serviço, mas normalmente, cada uma foca em um grupo específico de investidores.

Algumas instituições focam em traders, ou seja, aqueles investidores que fazem muitas negociações em curto espaço de tempo.

Para estes, é essencial que as taxas de corretagem de ações sejam mais baixas ou até inexistentes e que a plataforma seja rápida e estável.

Para investidores de longo prazo, as taxas e estabilidade da plataforma também devem ser levadas em consideração, embora fique em segundo plano.

Tem pouco dinheiro para investir? Então é interessante escolher uma corretora com taxa zero.

Ou então você quer buscar fundos de investimentos mais eficientes do que aqueles que encontra no seu banco?

Analise se os produtos oferecidos estão de acordo com o seu perfil de investidor e objetivos.

Algumas oferecem opções em renda fixa e Tesouro Direto, outras focam somente em renda variável.

Ao entender o tipo de serviço que você precisa, já pode começar a filtrar as corretoras.

Banner will be placed here

Taxas

Graças à grande concorrência entre as corretoras, cada vez mais existe a preocupação de trazer o melhor serviço com o menor custo.

Assim, diversas taxas que antes eram cobradas deixaram de existir.

As taxas para investir em renda fixa praticamente deixaram de existir. Até mesmo os grandes bancos estão isentando essa taxa dos investidores.

Outras corretoras deixaram de cobrar até mesmo a taxa de corretagem para investir em ações e fundos imobiliários.

Essa é uma ótima notícia para quem tem pouco dinheiro para investir.

Porém, quanto mais gratuidade, menos serviço você receberá.

Por isso, terá que aprender a investir por conta própria, pois, dificilmente contará com um atendimento individualizado.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Serviços

As corretoras oferecem diversos serviços, tais como relatórios e atendimentos especializados.

Aqui vai depender muito do que o investidor busca e da sua experiência com o mercado.

Existem corretoras que contam com uma equipe especializada, um assessor de investimentos para te orientar individualmente. Claro que esses serviços são cobrados.

Essa ajuda pode ser de grande valia para investidores iniciantes. Porém, para aqueles que já investem por conta própria isso pode não fazer sentido.

Uma dica para escolher uma corretora de valores é, após essa filtragem inicial, abrir conta em um ou mais corretoras para ter acesso ao seu home broker, fórum de discussões e produtos.

Abrir conta na corretora é gratuito. Ao experimentar os serviços das corretoras, você começa a entender qual presta o melhor serviço.

Caso já tenha feito investimentos em uma corretora, mas não está satisfeito, é possível solicitar a portabilidade de investimentos entre as instituições.


O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE