O que é CMGR – Compound Monthly Growth Rate e como funciona
SIMULE AGORA

CMGR – Compound Monthly Growth Rate

O que é CMGR (Compound Monthly Growth Rate). Significado, conceito, para que serve e como funciona.

O que é CMGR?

A abreviação CMGR vem do termo “Compound Monthly Growth Rate”, no qual sua tradução para o português se refere à “taxa composta de crescimento mensal”.

Basicamente, essa é uma ferramenta utilizada pelas empresas e investidores, em geral, para analisar e dimensionar a lucratividade e rentabilidade de um conjunto de bens.

Esse balanço é feito, então, com o propósito de observar uma renda média alcançada até esse investimento chegar ao lucro final, desde o investimento inicial.

Banner will be placed here

No entanto, essa análise se baseia num período de curta duração, mais precisamente no período de um mês, diferentemente da CAGR (Compound Annual Growth Rate), que analisa um período anual.

O uso da diretriz CMG é ideal para quando investimentos de curto período são realizados. Já no caso da CAGR, por ser um indicativo anual, é melhor usada em investimentos de longo prazo.

No caso da CAGR, geralmente é usada para cálculos com intervalos de cinco anos, com intuito de mostrar as tendências que se relacionam a despesa, receita e outros indicadores ao longo do tempo.

Retornando para o CMGR, vale salientar, também, que é permitido o uso desse parâmetro não só para analisar variações de mês para mês, mas também pode ser usada para comparação entre meses.

Como um exemplo, pode fazer a comparação entre os meses de janeiro e abril, não necessariamente tendo que averiguar os meses de fevereiro e março.

Como se faz o cálculo da CMGR?

O cálculo CMGR é uma métrica que se utiliza com intuito de analisar a rentabilidade de um ativo.

Essa ferramenta é responsável por identificar a taxa média de um investimento até chegar ao saldo final, considerando o saldo inicial.

Antes de apresentar o cálculo, vale ressaltar duas observações acerca da Compound Monthly Growth Rate.

Em primeiro lugar, é possível que tenha incremento de seus lucros, visto que esses não seriam retirados e, a partir da ação de juros compostos, iriam apresentar certa valorização.

Em segundo lugar, observa-se que a CMGR apresenta uma certa constância, pois mesmo havendo oscilações de ganho e perda, ela não leva a certas variações como mudanças de mercado em conta.

Portanto, apresenta-se como um valor fixo, isento de variações de mercado, o que mascara os riscos a qual seu capital está sujeito.

Agora, para o cálculo, utiliza-se o saldo inicial; saldo final; e a variável “n” (refere-se aos meses), na seguinte fórmula:

CMGR = (Saldo Final / Saldo Inicial) ^ 1/n – 1

Como exemplo, podemos citar um valor final de R$ 100,00 um valor inicial investido de R$ 50,00 baseado em um período de 3 meses.

Teríamos então:

(100/50)^ 1/3 – 1 = (2)^ 1/3 – 1 = 1,25 – 1 = 0,25 = 25%

Ou seja, isso mostra que o crescimento mensal (período de 3 meses) foi equivalente a 25%.

Vantagens e Desvantagens

Em geral, essa é uma boa ferramenta para que se possa acompanhar os investimentos e retornos obtidos da empresa em certo período, sendo mais ideal para um curto período.

Além de que, como são eliminadas as variações ao realizar o cálculo, os investimentos a longo prazo ficam mais susceptíveis a falsas sensações de crescimento.

Por isso, o uso da Compound Monthly Growth Rate permite que, ao mensurar mensalmente, o investidor evite essa tendência e possa assim traçar e promover mudanças nas estratégias da empresa.

No entanto, um grande obstáculo se dá pela CMGR ser uma medida simulada, e como já citamos, não leva em conta as variações de mercado existentes.

Logo, isso permite que a rentabilidade não seja quantificada de acordo com a realidade existente e pode levar a um risco ao capital investido.

Visto isso, esse método é um bom indicador para avaliar rendimentos da sua empresa, e conhecendo os obstáculos do mesmo, fica melhor a tomada de decisão. 

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE