A companhia de tecnologia CI&T, com sede em Campinas (SP), teve de reduzir o preço e o tamanho da oferta de ações em sua abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) nos Estados Unidos.

A faixa de preço proposta aos investidores por suas ações foi cortada de US$ 17 a US$ 19 para o novo intervalo de US$ 15 a US$ 17.

Assim, a oferta, que antes poderia render US$ 350 milhões, sem contar os lotes extras, e ao preço médio (US$ 18), agora deve movimentar US$ 208 milhões, com o novo valor (US$ 16).

A ideia inicial era ofertar no IPO 19,4 milhões de ações, incluindo uma venda secundária, em que o dinheiro vai para os sócios.

A empresa tem entre os acionistas o fundo de private equity Advent

Corte

A oferta-base foi cortada para 13,04 milhões de ações, dos quais a maior redução foi no lote secundário, cuja oferta caiu de 44% para 15%. Há ainda chance de venda de lote extra de 1,9 milhão de ações.

A CI&T vai listar as ações na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), em estreia prevista para hoje.

A empresa brasileira pode valer pouco mais de US$ 2 bilhões na estreia. Os bancos que lideram o IPO são Citi e Goldman Sachs.

JPMorgan, Morgan Stanley, Itaú BBA, BofA Securities e Bradesco BBI também participam da operação.

Fonte: Estadão Conteúdo.