O que é ciências atuariais

As Ciências Atuariais formam um ramo de estudo voltado para o entendimento dos riscos ligados ao cenário financeiro.

A análise dos riscos é fundamental para saber se vale a pena realizar um aporte de capital (seja em um investimento, seja em um projeto).

A mensuração dos riscos envolvendo cada operação financeira é realizada com base em bancos de dados, sobre os quais se aplicam cálculos de probabilidade e matemática financeira.

As ciências atuariais é um ramo específico que está contido dentro das ciências econômicas.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como atua o atuário

O profissional que trabalha com ciências atuariais é chamado de atuário.

Podemos conceituar o profissional de ciências atuariais como aquele que é preparado para mensurar e administrar riscos, tendo profundo conhecimento de teorias e aplicações matemáticas, estatística, economia, probabilidade e finanças.

Desta forma, pode-se dizer que o atuário é um verdadeiro arquiteto financeiro e matemático social, capaz de analisar concomitantemente as mudanças financeiras e sociais no mundo.

Seja qual for o tipo de empresa ou instituição que o atuário irá trabalhar, o foco do profissional será sempre o de avaliação de risco.

Entre as atividades do atuário, podemos citar:

  1. Desenvolvimento de modelos de avaliação dos impactos financeiros decorrentes de eventos futuros e incertos para a melhoria de processos de tomada de decisão financeira.
  2. Cálculo de valores de prêmios, indenizações e obrigações assumidas por seguradoras.
  3. Análise de riscos em operações de seguros, planos de saúde, títulos de capitalização e previdência complementar, entre outros produtos financeiros.
  4. Fiscalização da situação financeira de seguradoras e empresas de previdência.
  5. Definição de cláusulas de apólices de seguros.

Para exercer a função, é preciso antes ser aprovado no exame do Instituto Brasileiro de Atuária (IBA) e receber um registro de atuação. 

O funcionamento é similar ao que acontece com a OAB para advogados.

Perspectivas para quem estuda ciências atuariais

A principal coisa a se ter em mente antes de fazer o curso de ciências atuariais é que você precisa gostar de matemática e cálculos para seguir carreira na área. 

No Brasil, os cursos de ciências atuariais são de nível superior (bacharelado) ou de pós-graduação lato sensu (especialização). A graduação dura em média quatro anos.

Um ponto positivo que merece destaque é o crescimento da demanda por esse tipo de profissional, especialmente no mercado financeiro. 

Lembremos que cada vez mais as áreas de investimentos de risco ganham força no país, especialmente agora que a taxa básica de juros, Taxa SELIC, brasileira atingiu níveis muito baixos. 

Por outro lado, há uma grande concorrência no mercado profissional. 

Muitos cargos serão disputados também por administradores, contadores e economistas. 

Dependendo do setor, perfis mais genéricos podem ter alguma vantagem em função da flexibilidade de funções.

Entretanto, por ser um mercado em expansão e com boas oportunidades de trabalho, tem sido comum ver outros profissionais buscando o curso de ciências atuariais.

Muitas pessoas já formadas em outras áreas, como matemáticos, economistas, estatísticos, engenheiros, entre outros, vêm buscando as ciências atuariais como segunda graduação.

No geral, o atuário tem um amplo campo de atuação, podendo trabalhar nas seguintes frentes:

  • Fundos de Pensões;
  • Instituições Financeiras;
  • Companhias de Seguros;
  • Empresas de Capitalização;
  • Órgãos Oficiais de Previdência (Municipal, Estadual e Federal);
  • Entidades de Previdência Aberta sem fins lucrativos;
  • Entidades de Previdência Aberta com fins lucrativos;
  • Empresas de Assessoria e Consultoria em Atuária;
  • Órgãos de Fiscalização;
  • Previdência Social;
  • Perícia Técnica-Atuarial, atuando em processos judiciais que envolvem o cálculo atuarial;
  • Auditoria Atuarial;
  • Operadoras de Saúde;
  • Universidades;
  • Gestão de Riscos.

Diante disso, pode-se dizer que o curso de ciências atuariais vale a pena, principalmente para aqueles que estão em busca de uma segunda graduação e recolocação no mercado.