O que é Centennial?

Centennial são as pessoas que nasceram a partir da década de 90. As pessoas nascidas na década de 90 já tiveram mais contato com a internet, fato que influencia em sua interação com o meio.

Diferente de outras gerações, os Centennial dão valor para questões como:

  • Conteúdo;
  • Reputação;
  • Diversidade;
  • Autenticidade.

Para os Centennials o mundo é tanto físico quanto virtual. Não há grande diferença entre os dois meios. Os Centennials também podem ser definidos como a geração Z.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Características dos Centennials

Observando as questões levantadas, percebe-se que os Centennials dão prioridade para pessoas e empresas mais liberais quando o assunto é diversidade.

Voltando as atenções para o meio econômico, empresas que defendem questões de diversidade podem ganhar mais mercado junto aos Centennials.

Normalmente, o mercado se molda às características do seu consumidor. Conforme os anos vão se passando, os Centennials ganham mais espaço como consumidores e empreendedores.

Isso vai trazer mudanças na questão de orientação e visão dos negócios. Inclusive daquele já existente.

Outro ponto destaque dos Centennials está ligado à reputação. Empresas com imagem manchada ou que abusam de práticas pouco ortodoxas acabarão sofrendo com o público Centennial.

De acordo com a geração, o que ganha destaque no mercado é o conteúdo e a autenticidade da empresa, do produto e do negócio.

Talvez, devido a esses pontos, empresas como Amazon e Apple ganham tanta notoriedade. São empresas que se tornaram case de sucesso.

Inclusive, existem companhias brasileiras seguindo o mesmo caminho, como a Magazine Luiza.

Investimentos dos Centennials

Considerando as principais características dos Centennials, dá para dizer que as criptomoedas e as ações de algumas empresas podem fazer parte da carteira dos Centennials.

As criptomoedas, como o Bitcoin, revolucionaram o mercado, descentralizando o controle sem perder a segurança e a atratividade.

Por mais que o Bitcoin, por exemplo, não tenha um Banco Central, ou uma Casa da Moeda para definir sua impressão, o próprio código da cripto limita a sua criação em até 21 milhões.

Além disso, a “mineração” do Bitcoin é um processo que integra mais participantes dentro do mercado, dando função para aqueles que registram as transações no Blockchain e aqueles que negociam o Bitcoin.

Ações de companhias como a Tesla, do bilionário Elon Musk vem ganhando muito destaque devido a performance de seus veículos aliado a energia limpa derivada de suas baterias.

O proprietário da Tesla também possui uma empresa espacial, cujo propósito é oferecer ao governo norte–americano e as pessoas a possibilidade de viajar para o espaço com menos custo e mais segurança.

Empresas assim, que defendem propósitos que podem beneficiar o mundo através do ambiente, ganham espaço como os Centennials.

Contennials na Sociedade

As características mais modernas dos Centennials podem se contratar com o tom de um mundo mais sério e problemático.

Questões como meio ambiente, internet, costumes e até dinheiro são assuntos complexos e muitas vezes tratados com pouco conhecimento, sem que haja uma discussão sobre.

Junto dos Centennials, doenças como depressão e ansiedade vêm ganhando força. A falta de um propósito, ou a falta de identificação com a sociedade é outro fator problemático da geração.

Gerações novas não se integram com facilidade no meio existente. Todo esse processo é uma etapa de convergência entre a sociedade e a nova geração.

Essa adaptação vai trazer benefícios para ambos os lados, uma vez que a sociedade precisa evoluir junto com a nova geração.