Os acionistas do Grupo Casas Bahia (BHIA3) aprovaram o grupamento das ações ordinárias de emissão da companhia na proporção de 25 para 1, sem alteração do atual capital social da varejista.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Os papéis BHIA3 fecharam a sessão desta segunda-feira (27) a R$ 0,53; assim, se o grupamento fosse válido a partir do próximo pregão, o preço de fechamento ajustado seria de R$ 13,25.

No ano, os papéis caem 78% e lideram as baixas do Ibovespa, sendo que o grupamento ocorre para atender as exigências da B3 em manter os ativos acima de R$ 1.

O capital social da empresa de R$ 5,449 bilhões passará a ser dividido em 95.083.231 ações ordinárias distribuídas entre os acionistas na mesma proporção por eles detida no momento imediatamente anterior à aprovação do grupamento de ações.

Os acionistas detentores de ações ordinárias de emissão da Casas Bahia em número que não seja múltiplo de 25 poderão, a seu livre e exclusivo critério, ajustar suas respectivas posições via mercado, mediante a composição de suas frações de ações em lotes inteiros múltiplos de 25 ações, mediante negociações na B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”), até o dia 27 de dezembro de 2023.

Viver de Renda do Mercado Financeiro? Veja a Melhor Ação para Receber Dividendos.

As ações da companhia passarão a ser negociadas de forma exclusivamente grupada a partir do dia 28 de dezembro de 2023. A liquidação do grupamento da B3 será no dia 2 de janeiro de 2024.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Fonte: Infomoney.