O que é Carteira Diversificada e como funciona

Carteira Diversificada

O que é Carteira Diversificada. Significado, conceito, para que serve e como funciona.

O que é Carteira Diversificada?

Ao comprar diferentes opções de investimento, você está construindo uma Carteira Diversificada.

A ideia da Carteira Diversificada é construir uma carteira onde você terá recursos em várias opções de investimento.

O intuito dessa diversificação, na maioria das vezes, é trazer segurança. Uma carteira concentrada geralmente oferece mais riscos.

Se aquele ativo, onde seus recursos estão aplicados registrar algum tipo de problema, é bem provável que o seu investimento registre perdas no curto prazo.

Com uma Carteira Diversificada as chances de isso acontecer, de forma relevante, são menores.

Banner will be placed here

Carteira Diversificada na Prática

Vamos imaginar que o investidor esteja pensando em pulverizar seu patrimônio em vários ativos e assim construir uma Carteira Diversificada.

Sua primeira opção, onde pretende aplicar metade do seu patrimônio é na renda fixa, através do Tesouro Selic.

Concentrar metade do patrimônio somente no Tesouro Selic é algo perigoso. Portanto, o investidor pensa em deixar 25% do Tesouro Selic e os 25% investir em cinco diferentes CDBs.

Se antes 50% do patrimônio do investidor estaria aplicado em Tesouro Selic e de certa forma concentrado em tal investimento, agora existem ao menos seis diferentes ativos originários de outras instituições recebendo esses recursos.

Os 50% restantes do patrimônio do investidor serão aplicados em renda variável. O investidor pretendia investir em um fundo de investimento multimercado, mas, ao invés disso, vai alocar os recursos em cinco fundos de ações.

Ao trocar um fundo por cinco diferentes fundos, o investidor está diversificando os gestores, e as administrações dos fundos.

Ao invés de ficarem concentrados sob a tutela de um único fundo, os recursos estão pulverizados em cinco.

Como montar uma Carteira Diversificada?

Primeiro é preciso avaliar os recursos, qual será o valor total de sua carteira? Depois é preciso definir o   do investidor e posteriormente qual é o conhecimento.

Para aqueles que não possuem muita intimidade com o mercado, o investimento em ações, fundos imobiliários e até ETFs podem ser colocados de lado.

O negócio seria ficar em fundos de investimentos, mas de diferentes gestores. Desse modo o seu dinheiro não fica concentrado em um único gestor sob uma única estratégia.

Aqueles que detêm mais conhecimento, aí a diversificação poderia englobar: ações, fundos imobiliários, ETF e até investimentos mais complexos, como as opções.

Dependendo do volume de recursos, o investidor pode investir em mais fundos ou em ativos em geral.

Se o volume for menor, é preciso ter mais critério na hora de selecionar os investimentos. Com relação ao perfil, é preciso fazer o suitability.

Assim, você saberá se o seu perfil é mais conservador, moderado ou arrojado. Investidores mais arrojados costumam lidar melhor com a volatilidade do mercado e, portanto, podem ter renda variável na carteira.

Já aqueles que são conservadores, geralmente não têm fôlego para a bolsa e acabam permanecendo com mais ativos de renda fixa.

Já os moderados possuem exposição menor em bolsa, com uma participação maior na renda fixa.

Benefícios da Carteira Diversificada

Manter uma carteira com diferentes ativos e originários de diferentes instituições é algo interessante.

Essa diversificação vai conceder mais segurança para o investidor e dificilmente você ficará longe de algum ativo que possa estar se valorizando no curto prazo.

Junto com a Carteira Diversificada, uma estratégia sólida de alocação de ativos pode ser feita.

Assim, nos momentos onde ativos com relações inversas estiverem se distanciando, é possível balancear a carteira e preparar a mesma para lucros relevantes no futuro.

A Carteira Diversificada possui benefícios com relação a segurança e se for bem empregada, pode gerar bons lucros também.

Não serão ganhos relevantes, como o investimento concentrado em poucos ativos, mas com certeza, no longo prazo, os benefícios serão notados. 

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE
[Nova]
[Nova]